Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Representante da Somália vence 1º Miss Universo Gay.


Representante da Somália é nascida na Colômbia

A cidade colombiana de Medellín sediou a primeira edição do concurso Miss Universo Gay neste fim de semana. A vencedora foi a Miss Somália, María Solima de Albaniz.

“Significa mais uma meta alcançada”, disse a vencedora à Agência France-Presse. Albaniz é colombiana, nascida em Chocó, região mais pobre do país.

A organização da disputa contou que cada concorrente podia escolher qual país gostaria de representar. A intenção do concurso é dar visibilidade ao transformismo.

40% dos LGBT que vivem em Londres sofrem de problemas mentais.


Mais de um terço dos LGBT que vivem em Londres sofrem de problemas mentais
Problemas em LGBT são 15% acima da população em geral


Mais de um terço dos LGBT que vivem em Londres sofrem de algum problema mental. Relatório divulgado pelo Comitê de Saúde de Londres mostrou que 40% dos arco-íris que moram na capital inglesa já experimentaram algum problema de saúde mental – uma taxa 15% maior do que na população em geral.

Outro dado preocupante: um em cada seis LGBT já passou por algum crime de ódio homo, bi ou transfóbico. “Sem apoio especializado, as pessoas LGBT continuarão a experimentar desigualdade de saúde mental, estigma e discriminação”, afirmou o relatório.

Festival Eurovision 2017 celebra a Diversidade na Ucrânia.




A Eurovision é um concurso de cantores da Europa que, ao longo da sua história, sempre celebrou a diversidade humana em suas apresentações, seleção de participantes e produções. Mas a edição de 2017, que acontecerá na Ucrânia, em Kiev, em Maio, terá como slogan, pela primeira vez a frase “Celebrando a Diversidade”. 43 artistas, cada um representando uma nação européia, competem pelo título e pelo direito de seu país receber o evento no ano seguinte.

The Public Broadcasting Company of Ukraine e a European Broadcasting Union revelaram a logo e o slogan da edição deste ano. “Celebrar a diversidade será o tema chave de todos os aspectos do Concurso Eurovision de Música, desde a comunicação, produção até os artistas participantes”, afirmou a organização no release de lançamento. 

O quarteto ABBA, Celine Dion e a transexual Dana Internacional são alguns nomes revelados pelo concurso. Essa é 62ª edição da competição, que foi criada em 1956 e já teve uma drag queen como vencedora. Conchita Wurst é austríaca e ficou em primeiro lugar na edição de 2014. Quebrou vários tabus ao se montar como mulher e manter a barba no rosto. Até hoje, é lembrada como uma das maiores surpresas do programa. 

A Eurovision sempre carregou a diversidade como essência. Mas em tempos de Trump, é bom receber essa declaração de apoio. Em 2015, a drag queen barbada Conchita Wurst venceu o torneio com seu hit "Rise Like a Phoenix" e levou para a Áustria o evento no ano passado, onde foi a grande estrela da cerimônia que acontece sempre entre maio e junho.



Homofobia: Jovem é condenado a 14 anos depois de torturar homem gay em Curitiba.




Em 2015, um caso de suspeita de tortura de um homem gay chocou os moradores da região do Rebouças. O vídeo viralizou no Whatsapp, onde dois jovens de 22 anos acorrentaram um cabeleireiro de 32 anos e o torturaram com barras de ferro e um facão. No vídeo, os jovens dizem: “Olha o que a gente faz com ladrão”. O Ministério Público do Paraná revelou na última terça-feira, 14, que o julgamento de um dos rapazes foi encerrado e que ele foi condenado a 14 anos de prisão por crime de ódio, conforme pedido da Promotoria de Justiça de Crimes Dolosos contra a Vida do Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Os jovens alegaram, quando a polícia chegou ao local do crime, que eles estavam fora e quando voltaram para casa, encontraram o cabeleireiro roubando seus pertences. Então, o prenderam. Mas a tese foi rebatida pela polícia, que encontrou sinais de uma festa no apartamento e de luta também. 

O que realmente aconteceu naquele dia foi que os três se conheceram no bar Amarelinho, no Centro da cidade, e de lá convidaram o homem para a casa deles com promessa de um encontro sexual. Após algum desentendimento, a vítima foi acorrentada e torturada por conta da sua orientação sexual. A vítima sobreviveu. A promotora Ticiane Louise Santana Pereira, que atuou no caso como júri, aponta a importância da condenação como “crime de ódio” para a criminalização do preconceito, uma vez que não há uma legistação específica para homofobia. 

O outro acusado de participar do crime ainda não foi julgado porque está internado em um Hospital de Custódia, para realização de exames de sanidade mental que verificam a suspeita de inimputabilidade. 

Cartola carioca diz que é contra árbitros gays apitando jogos de futebol.




O dirigente do clube carioca Vasco da Gama, Eurico Miranda, causou polêmica novamente ao falar sobre a relação do futebol com a homossexualidade. Um dos grandes tabus no Brasil, a homofobia sempre andou ao lado das torcidas de futebol. Desta vez, Eurico afirmou ser contra árbitros de futebol homossexuais em uma entrevista ao canal “Na Lata” do YouTube. 

Questionado pela atriz Antônia Fontenelle sobre uma antiga fala sua de que o futebol seria um esporte para “homens” e não deveria ser apitado por gays, o presidente do Vasco da Gama disse que isso era coisa do passado. "Eu não sou contra gay, eu só me manifestei contra árbitro gay, sou contra árbitro gay e isso é lá atrás (passado). Acho que o gay...eu não tenho nada contra o gay. Agora, contra o chamado...como mundo quer chamar de gay... a bicha extrovertida, toda cheia de coisa. Ela vai tender (em campo) para o namorado dele", falou o dirigente que citou ainda Margarida, árbitro super gay que era uma lenda nos campos nos anos 80 por conta de seu jeito exagerado mas que é heterossexual.

Apesar do argumento ignorante do dirigente, não houve qualquer punição por parte da Confederação Brasileira de Futebol ou de árbitros, muito menos alguma nota oficial de repúdio ao discurso. Diferentemente do que acontece nos países europeus, onde o racismo, homofobia e preconceito geram penalidades para os clubes, no Brasil parece que o preconceito é mais tolerado. 

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...