Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

VOYEURS


Voyeur é o substantivo masculino com origem no francês que descreve uma pessoa que obtém prazer ao observar atos sexuais ou práticas íntimas de outras pessoas.



No idioma francês, a palavra voyeur significa "aquele que vê", e por isso descreve uma pessoa que gosta de observar os outros sem participar, tirando fotos ou gravando momentos íntimos ou privados de outros indivíduos.



Na maior parte das vezes, o voyeur não costuma se relacionar diretamente com as pessoas que observa e espia essas pessoas porque isso lhe dá algum prazer sexual. Em muitos casos, o voyeurismo é uma invasão de privacidade, porque as pessoas são observadas sem o seu consentimento.





Alfred Hitchcock, em seu clássico Janela Indiscreta, tratava o espectador com um voyeur... "O que você quer de mim?"



A quantidade de pessoas que perdem horas do seu dia acompanhando reality shows cresce exponencialmente, e não devido a qualidade do programa, que na maioria das vezes não e lá essas coisas, e sim, porque nós seres humanos somos evolutivamente os seres mais curiosos que já existiu.



O voyeurismo é obter prazer sexual por aquilo que vemos sem que seja necessária a fodelança toda. O voyeur come com os olhos.




Desde pequena, olhar, espiar, bisbilhotar, aprender coisas novas sempre foram meus hobbies. Acredito que a palavra que defina o voyeur seja "curiosidade". Essa tal curiosidade me deixou em maus lençóis durante muito tempo.



Meu primeiro contato com o voyeurismo foi aos 15 anos, ainda virgem nessa época. Nos amassos loucos com um ficante na mesa do escritório do papai em um sábado à tarde, gozei apenas observando o rapaz se masturbando. Foi assim que descobri que o prazer está em nossas mãos, ou melhor, em nossos olhos.






Aos 16 anos comecei a namorar um garoto mais velho. Nosso namoro era tranquilo, pelo menos até eu perceber que só beijos e amassos não faziam passar o aperto que eu sentia por dentro. Nessas brincadeiras vespertinas, eu já estava batendo palminhas esperando que o ator principal entrasse logo, é claro que não demorou muito pra isso acontecer. Algum tempo passou, descobri também que, além de gostar de foder, eu adorava ver o sexo, ler sobre fodas e falar de trepadas homéricas.




O voyeurismo é considerado uma parafilia. O significado dessa palavrinha no dicionário quer dizer:

Designação genérica para comportamentos sexuais que se desviam do que é geralmente aceito pelas convenções sociais, podendo englobar comportamentos muito diferentes e com diferentes graus de aceitabilidade social.

Quem são os voyeurs?



Embora os especialistas concordem que o voyeurismo está presente em diferentes graus em boa parte da população, a maioria dos voyeurs é de homens. Há diferentes motivos para isso. Um deles é o fato de que os homens são criaturas mais visuais do que as mulheres, isto é, a excitação deles começa já quando eles olham para seu objeto de desejo, enquanto as mulheres precisam de diferentes estímulos para se excitarem. 



Outra hipótese que explica o motivo dos homens serem voyeurs está no estímulo social.

Nossa cultura não apenas aceita, como também encoraja os homens a olharem mais para as mulheres, a buscarem nas mulheres marcas de sua intimidade que estejam brevemente expostas (um pedacinho da calcinha aparecendo, uma blusa mais transparente que o normal), além de, é claro, ter uma indústria pornográfica amplamente voltada para os homens. As mulheres, por outro lado, são desencorajadas a expressar interesse em olhar sexualmente para seus objetos de interesse. Portanto, este traço machista da sociedade pode ser um dos fatores que inibem o desenvolvimento do voyeurismo nas mulheres.





Porém, se você quer saber como identificar um voyeur, as notícias são desanimadoras: fora a prática de espiar os outros e o fato da maioria ser homem, os voyeurs não apresentam outras características comuns que os diferem do resto das pessoas. Na verdade, as pesquisas indicam que os voyeurs normalmente são mais saudáveis mentalmente do que não-voyeurs, sendo ainda muito baixo o número de voyeurs que têm problemas com drogas e álcool.




O voyeur dentro de nós.



Todos nós temos um pouco de voyeur. Na verdade, a palavra “voyeurismo” muitas vezes é utilizada para designar qualquer um que tenha interesse em observar outras pessoas, como elas vivem, o que fazem. Não é à toa que as empresas de televisão investem tão pesado nos reality shows – os produtores sabem que todos nós temos um pouquinho de interesse em acompanhar a vida alheia.



Mas já que o assunto é sexo, é possível citar alguns exemplos de voyeurismo leve. Um homem que olha demais para aquele decote que você está usando, uma mulher que gosta de ver um casal fazendo sexo. Nada disso faz do indivíduo um pervertido. Temos desejos sexuais diferentes em momentos diferentes, isto é absolutamente normal. Ou não é?



O voyeurismo é saudável? Os limites do voyeurismo.



Como muitos fetiches sexuais, o voyeurismo, desde que consensual, pode ajudar a manter a vida sexual do casal variada, aumentando a satisfação nessa área.




Entretanto, quando o voyeurismo não é consensual e/ou a pessoa só consegue se satisfazer sexualmente dessa forma, o voyeurismo deixa de ser um simples fetiche e se torna um problema. Nesse caso, deve-se buscar ajuda em um psicólogo. Um psiquiatra nem sempre é o mais indicado, já que o tratamento do voyeurismo não envolve medicamentos. Se o voyeur sofrer de outros transtornos, então pode ser feito o acompanhamento psiquiátrico destes outros problemas.


ate a proxima!!


Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (2) Comente aqui!

2 comentários:

  1. Legal acho q tenho isso o q faço

    ResponderExcluir
  2. Acho que nao e´ so voce. Creio que todos querem se excitar vendo imagens sensuais, que a bem dizer, ´´COMEMOS COM OS OLHOS``. Realmente, aguça a nossa curiosidade de ver os ``documentos``e bundas de homens. E´ um prazer sem igual...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...