Slide 1 Slide 2 Slide 3

ARTE HOMOEROTICA & QUADRINHOS EROTICOS





ABAIXO: 

QUADRINHO EROTICO- TERRY AND ME = TERRY E EU

PARA VER IMAGEM AMPLIADA, COPIE E COLE O ENDEREÇO NO NAVEGADOR.









w


Quadrinho Erotico:  TERRY AND ME- TERRY E EU.


Terry- Espere!

Ele se virou para ver Terry apressando-se para pega-lo

Terry- Cara, por que nao pegou o onibus?


James- Precisava de um tempo para pensar.
 
Pensar nao era a resposta completa. Ele tinha passado um dia dificil durante o dia, e tendo o garoto de sua luxuria nas sessoes de gozadas por perto, nao ajudaria em absoluto.

Terry- Qual e´ o problema? Talvez eu possa ajudar?

Entao, James fez uma pequena desculpa.

James- Esta droga de algebra. Eu nao consigo entender, e minhas notas estao muito ruins. Se eles continuarem baixas, nao serei capaz de lutar novamente este ano.

Terry- Bom, por que nao deixa me te ensinar. Eu sou bruxo em matematica. Voce pode vir para minha casa, e irei te ajudar com isso.


James-*** OMG! (oh, my god)! Sozinho com o deus Terry? 

James- Eu nao sei. Sua mae nao dira nada sobre um estranho em sua casa?

Terry- Nao, meus pais trabalham, entao estou so em casa por algumas horas, ate eles voltarem.

James pode sentir seu coraçao bater rapido, e começou a ter ja outra ereçao.

James- Hum, voce realmente acha que pode me ajudar?

Terry- Claro. Eu so preciso de trocar de roupa, assim podemos trabalhar nos problemas da matematica.


Como eu tinha dito, Terry era um garoto de boa aparencia; cerca de 5´,8´´ de altura, magro com cabelos loiros. James, por outro lado, era de mesmo peso mas um pouco para o lado gordo. Ele tinha cabelos castanhos e um rosto sardento e sentia se inconfotavel com a possibilidade que estava surgindo.

James- Bem, okay. Talves voce possa começar esta merda com minha cabeça grossa.
 
O que James nao sabia era que Terry procurava ver James sem suas roupas e fazer coisas com ele desde o dia a poucos anos antes. Como James, o pensamento de estar juntos alimentava sua 
fantasia nas gozadas. Terry estava feliz de que James aceitado de ir vir. Ele tinha procurado  por isso a muito tempo, mas nao sabia como faze-lo. Agora, sua paixao secreta estava indo para sua casa, e Terry tinha decidido que ele faria o melhor, e conseguir a sua vontade...Finalmente!


Terry- Vem comigo! 

Terry destrancou a porta e moveu James para o corredor, para o quarto.

Terry- Nao vai demorar mas um segundo para trocar.

Terry arrancou seus sapatos e começou a tirar sua camiseta. Ele percebeu que James estava assistindo atentamente; encarando como ele despia. Terry tirou a camiseta devagar, Falando tudo sobre isso e aquilo, arrastando para baixo o``strip show``, vendo que James tinha um obvio desejo em suas cuecas.


Finalmente, assim que desabotoou sua Levi´s e dezipou os, ele abaixou, ficando em sua cueca branca, seu pau mostrando se de frente. James olhou para a protugerancia, completamente encantado com a visao. Terry percebeu, e ficou encarando James, de dar-lhe uma boa visao.

Terry- Que?


Terry- Nunca teve uma ereçao antes?

Terry fez a luz dele, sabendo que James gostou o que viu, e procurando a abertura perfeita para algum jogo.


James- Hum, uh, sim. Tenho visto uma ereçao antes. Minha, e´ isso.

Terry nao se importou do que ele tinha ouvido rumores sobre James sendo quase pego, e calculou que havia mais sobre toda a estoria.

Terry- Nao soe, cara. Todos nos te recebemos, como voce, agora mesmo.

Terry tinha calçado as luvas. Deixando que ele sabia que James tinha uma ereçao, tambem. Mas nao fez questao disso, tentando fazer James um pouco mais a vontade.


Ele decidiu fazer uma piadinha para que pudesse conseguit coisas rolando para a direçao certa.

Terry- E´porque voce tem um pau pequeno, nao se preocupe com isso. Nao direi a ninguem.

James- Pau pequeno? O meu e´maior que o seu.

Era a abertura que Terry esperava.

Terry- Prove!

James- O que? Como?


Terry- Abaixe sua cueca. Assim, na contagem de 3, nos dois abaixa e podemos medir. 

James- ok, o que o ganhador leva?

Terry- O perdedor tem que colocar a pica na boca.

James- O que?!

Terry- Nao e´chupar, apenas coloca-lo na boca.

Embora a chupada era que realmente ele queria, a principio, para começar. A face de James ficou um tom mais escuro de vermelho. Ele nao se opos de colocar a pica na boca e ele queria ver a rola dura de Terry, mas ele nao poderia sair como a um ansioso, ele pensou, ou a toda a escola poderia saber disso.


James- hum, ok.

James começou a tirar a roupa ate ele estar encarando Terry com uma protuberancia tentando sair de sua cuecas tambem.

Terry- Okay, na contagem de 3, nos abaixamos e entao nos podemos ver que a minha e´ maior que a sua! Assim, voce pode abaixar em seus joelhos e colocar em sua boca.

James- Nao, e´ voce que vai colocar minha pica na sua boca.


Uma vez que as cuecas foram abaixo, era obvio que Terry tinha uma pequena vantagem cerca de meia polegada. UM tinha quase 7 polegadas, o outro somente um pouco curto.

James- Merda! 

James sabia que era o perdedor e o que ele tinha de fazer. Devagar, ele ajoelhou na frente do Terry, abriu a boca e colocou a rola de Terry nele.



Terry estava no paraiso. Ele queria que James o chupasse, ou ate fuder com ele, mas sabia que tinha que fazer as coisas lentamente, ou assustaria James.


James tirou a rola dura da boca, e ficou em pe. Ainda ficou frente a frente um ao outro, e somente polegadas a parte, eles ficaram e fitaram um ao outro.

Terry- Nao foi tao ruim, nao e´?

James- Nao.


Terry alcançou e começou a punhetear a dura rola de James. James, na sua vez, colocou a rola de Terry entre a sua mao e tambem começou a punhetear. Ambos sabiam que nenhum dos dois poderia falar nada para mais ninguem, e que o que quer que aconteça poderia ser seus segredo.


Terry estava a esperar alem de uma chupada ate esse ponto. Ele estava tao excitado, que precisava sair, e queria uma bunda. Tendo sua rola punheteada, ja era o suficiente. Ele recuou, soltando a rola de James, e voltou alguns passos para tras. James tambem soltou a mao de Terry.

Terry- Ei, quer tentar algo mais?

James- ok. O que voce tem em mente?

Terry- Fique de joelhos na cama. Abra um pouco suas pernas. Incline-se para frente.

Terry começou a procurar poucas coisas que precisava. Ele tinha uma velha toalha que usou como  um pano de porra, e um tubo de lubrificante.


ames ficou como pedido, observando Terry com seus suplementos prontos. Nao percebendo o que Terry tinha em mente. James tinha, quando com 8 anos, tentou anal com um colega de classe. Mas nao sabendo nada sobre lubrificante eles nunca tiveram sucesso. Finalmente, a ideia amanheceu nele do que Terry estava fazendo.

James- Cara, nunca fiz algo como isso.

Nao que ele quizesse, mas estava inseguro como isso poderia doer, e se fosse possivel, depois  disso um ano antes.


Terry- Nao se preocupe. Eu vou devagar e te ajudo usando isso.

Terry passou o lubrificante no cu aberto de James. E um pouco em seu pau.

Terry- Ok. To pronto. Quando começar a colocar, empurre como fosse cagar.

Terry alinhou sua rola dura, e começou a introduzir no cu virgem de James.


James- Merda! Devagar!

Terry obedeceu. NADA estava para para-lo de alcançar sua fantasia. Lentamente, polegada por polegada, a rola dura de Terry deslizou pra dentro de James.

Finalmente, ele estava com as bolas fundo no cu virgem. Apertado nao era a palavra. Mas, sentia se tao maravilhado. Terry ficou parado, deixando James acostumar de ter uma rola nele pela primeira vez. Finalmente, Ele senti James relaxar um pouco. Ele lentamente tirou seu pau, ate a cabeça ainda dentro, e lentamente empurrou de volta ate a sua pubis estarem escovando a bunda de James.


Terry- Esta bom?

James- Doi um pouco, mas nao como no começo. Vai devagar.

Terry começou devagar a fuder indo dentro e fora. Assim ele continuou, ele pode sentir James relaxar ate mais, e pegou o ritmo.


Logo, ele estava batendo sua rola com força e rapido. Carne batida contra carne. Ambos os rapazes gemiam em pura extase.

James- Oooohhh! Terry...


Terry pode sentir o gozo acumulando em suas bolas, e seu pau tornou-se mais duro e grosso. Ele sabia nao ia durar ate descarregar uma grande quantidade dentro de James. Seu ritmo acelerou.

Terry- Oh, porra! Oh, meu deus!

James- Assim! Me fode, Terry! Ohh! tao bom!


Terry sentiu sentiu seu quente descarrego de porra apressando seu eixo, e disparando dentro do apertado cu de James. Depois da explosao de porra disparado. Terry segurou nas ancas de James, empurrando sua rola pulsante fundo em James.

Terry- Ahhhh! Estou gozando, James!

James- Eu tambem, Terry! Eu tambem!


Terry- OMG (oh my god), Cara! Foi fantastico!

James- Merda, Foi a melhor coisa que ja senti. Obrigado! Na proxima vez, vou tentar isso.

Terry sorri como um gato de cheshire. Ele sabia que poderia ter uma proxima vez, e muito mais por vir, porque ele ja amava James um bom tempo.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...