Slide 1 Slide 2 Slide 3

CONFISSÕES DO DIVÃ








Os textos apresentados nesta seção buscarão ilustrar situações, angústias, problemas e experiências vivenciadas por alguns homens gays. Não existem experiências universais, comuns a todos os homens gays, cada um de nós é constituído e atravessado por diversas características que tornam a sua experiência única.  Nossa principal ideia aqui é pensar em possibilidades de enfrentamento para as questões aqui representadas, que em menor ou maior grau podem ser semelhantes com alguma das histórias vivenciadas por você. Essas histórias não são uma representação literal de histórias reais e sim textos fictícios.

O Dr. Alexandre é formado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como psicólogo clínico no Espaço Recontar na região de São José / SC. Fundamenta seu trabalho pelos princípios da Psicologia Sistêmica. Compreender os fenômenos psicológicos sistemicamente significa, literalmente, “colocá-los” dentro de seu contexto, estabelecendo a natureza das suas relações.

Você pode fazer perguntas e sugerir temas que nosso psicólogo responderá com todo prazer.

Bem, vamos ao tema de hoje:


Não consigo ficar solteiro!  


Alexandre de Souza Amorim, Psicólogo
alexandresouza.psicologo@gmail.com



 
           

Sou assumido desde os meus 17 anos. E desde então, nunca mais fiquei solteiro por mais do que duas semanas. Já tive longos e curtos relacionamentos e apesar de não querer terminar alguns deles o fato é que não consigo ficar solteiro. Preciso ter alguém, preciso estar namorando. E ao sinal de qualquer perigo eu já me preparo para sair à caça. Isso nunca foi um problema para mim, o problema sempre foi ficar sozinho. Porém no meu ultimo e desastroso término fui surpreendido por um sermão do meu melhor amigo. Que entre tantas verdades me disse que eu precisava parar de engatar relacionamentos uns nos outros. Ele disse que eu deveria cuidar de mim ao invés de pedir a alguém que fizesse isso. Fiquei pensando em muita coisa depois de nossa conversa, até mesmo se eu já amei de verdade. Porque é tão difícil para alguém ficar sozinho?
Nestor, 26 anos


Ola Nestor. Começo devolvendo-lhe a pergunta: Porque é difícil para você ficar solteiro?
Do que você sente mais falta?

Perguntas como estas são importantes para pensar e refletir em questões que são só suas. Não existe uma razão única que explique a necessidade de todas as pessoas que também não conseguem ficar muito tempo sem relacionar-se com alguém.

O medo de ficar só por vezes pode estar relacionado com o autoabandono. Quando você esquece-se de si, das suas necessidades, dos seus sonhos e das suas realizações individuais, aí você tem um grande problema. O temor de ficar sozinho pode sinalizar que de alguma forma não estamos fazendo por nós o que exigimos/queremos que o outro faça.

            Perder o outro passa a ter um significado muito maior, inclusive o desespero beira ao significado de estar perdendo “a sua vida”. Conseqüentemente surge uma necessidade de preencher esse vazio deixado pelo relacionamento anterior, para calar a dor.

Jogamos nos ombros do parceiro seguinte o peso de atender a essa necessidade. E esse é um fardo grande demais para ser carregado. É responsabilidade é nossa, e não do outro.
O que fazer? É preciso olhar para dentro de si e descobrir do que você precisa. Você tem que tentar satisfazer essas necessidades. Pense que o que você mais gosta que o seu parceiro (quando você esta em um relacionamento) faça por você é justamente o que você mais precisa e não consegue fazer por você. Enquanto você não encontrar meios para satisfazer essas necessidades, o medo continuará habitando dentro de você.    

            Um parceiro pode te ajudar nessa caminhada, mas isso também é algo que você pode fazer por você mesmo. Os relacionamentos são ótimos para o desenvolvimento pessoal, mas a obsessão em estar sempre em um relacionamento ou o medo desesperado de ficar sozinho sinaliza sim que você precisa trabalhar mais a fundo essas questões. Do contrário você irá sempre viver na ilusão de que está incompleto sem alguém, de que precise do outro para “te completar”, “te preencher”.



           

Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...