Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

PODOLATRIA 

Voces sabiam que existem pessoas que sentem tesao por pes? Sejam por pes femininos para os heterossexuais e pes masculinos para os gays. Os podolatras, assim como sao chamados, alem do tesao, tem adoraçao por pes e que e´ um acessorio a mais na hora do sexo que lhes dao intenso prazer. 



O Que é Podolatria?



Podolatria é um tipo de parafilia cujo desejo sexual se concentra nos pés do parceiro. O podólatra tem para com os pés a mesma relação de que outros indivíduos têm para com os seios ou nádegas. 



Este post é para todos aqueles que curtem pés de macho. Eu por exemplo adoro um pezão com chulezão gostoso. Adoro cheirar as meias e tênis usados do outro macho. 



Dá um tesão do caralho!!! Mais tesão é ser fodido por um macho pauzudo e cheirando as meias e tênis dele. E bater punheta com os pés, para outro cara? Demais não é mesmo? 




A podolatria pode ser de ambos os sexos, embora o contingente masculino passe dos 70% destes fetichistas.



São atos comuns que levam o podólatra a ter excitação e prazer sexual exclusivamente com o ato de ver, tocar com as mãos, lamber, cheirar, beijar ou massagear os pés de outra pessoa, entre muitos outros; muito raramente um fetichista pode ainda ter prazer quando os próprios pés são objeto dessas ações. 




Quando, porém, o culto aos pés é um elemento erótico da relação, fazendo parte das preliminares de uma relação sexual, por exemplo, é considerado apenas um fetiche.



Por que tantas pessoas têm fetiche por pés?



Sigmund Freud afirmava que as pessoas sexualizam os pés porque eles se assemelham a um pênis. 




Ser podólatra é ser submisso ?



Um erro comum é pensar que podolatria e a fantasia da submissão são uma coisa só. Não é porque o cara prefere olhar um pé que faz desse indivíduo um masoquista ou submisso.



Existem ate videos de pes no Youtube para os podolatras curtirem:



A podolatria é um fetiche ? 



Um podólatra pode até ter a fantasia da submissão, mas não necessariamente. Por outro lado um masoquista submisso, se for ordenado pelo dominador a lamber suas solas, mesmo (ou principalmente) odiando este ato, esta humilhação será o ápice do seu prazer.



Um traço que permite distinguir o podólatra, no entanto, na comparação com o sadomasoquista submisso, é o fato de que o pé, para aquele, reveste-se de um valor estético, que por si só o excita. Há um profundo e ao mesmo tempo evidente potencial de significação sadomasoquista relacionado aos pés. Mas as fantasias que aproveitam esse potencial surgem a partir de uma excitação espontânea que os pés desencadeiam. 




Os pés não servem de mero instrumento para realização de fantasias de submissão, como acontece nos casos de sadomasoquismo típico. 



Eles, por si mesmos, desencadeiam a cobiça e o processo de desejo, que passa a orbitar em torno deles. O sadomasoquismo encontra-se presente em segundo plano, provavelmente na origem da formação do desejo podólatra, numa etapa anterior.



ATE A PROXIMA!!!


Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...