Slide 1 Slide 2 Slide 3

DICAS DE SAÚDE


A Obesidade Fragiliza as Articulações


 


Mais um artigo chega para reforçar a relação entre o excesso de peso e doenças como a artrose. Pesquisadores da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos, publicaram uma análise sobre esse elo no periódico médico PM&R, da Academia Americana de Medicina Física e Reabilitação.


Os estudiosos afirmam que a obesidade é um fator de risco para problemas articulares e que o joelho e a coluna são os mais vulneráveis aos quilos extras. Tais encrencas aparecem quando as cartilagens dessas regiões já não aguentam mais os impactos sofridos no dia a dia e acabam se desgastando.

Não bastasse todo o doloroso processo, o obeso ainda tem que conviver com inflamações. Tamanho desconforto tem tudo a ver com a secreção de substâncias inflamatórias pelas células do tecido adiposo concentrado na região abdominal.
Para poupar as articulações, uma excelente estratégia é o emagrecimento saudável, com orientação médica e nutricional.


Gorduras põe o Coração em Risco


 

Mais uma pesquisa mostra que o excesso de peso pode botar as artérias em perigo desde cedo. O alerta acaba de ser publicado na revista médica Archives of Disease in Childhood. E a conclusão veio de um estudo realizado por um grupo de pediatras holandeses e após a análise de dados de 500 crianças. Entre os pequenos avaliados, 55% tinham pressão arterial elevada, 54% apresentavam níveis alterados de colesterol e 14% estavam com as taxas de glicose acima do normal.
Para combater a obesidade, os especialistas enfatizam a importância do aleitamento materno até 6 meses, no mínimo. E, a partir daí, a introdução de outros alimentos, de acordo com a orientação do pediatra e do nutricionista.

A prática de atividade física deve ser estimulada desde os primeiros anos de vida.


Os Poderes do Brócolis contra a Obesidade


 

Não é de hoje que uma substância chamada sulforafane, que é encontrada nessa hortaliça, faz sucesso entre os cientistas. Diversos trabalhos mostram que ela ajuda a diminuir o risco para a formação de tumores. Agora um estudo publicado no periódico científico Obesity aponta sua atuação contra o ganho de peso.
Pesquisadores da Universidade Chungbuk, na Coréia do Sul, observaram que o composto interfere no desenvolvimento dos adipócitos, as células de gordura. Esmiuçando um pouco mais: ele é capaz de brecar o processo que faz com que esse grupo celular cresça e inche.
Para a nutricionista Vanderlí Marchiori, secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva, o consumo regular de alimentos crucíferos, caso da couve-flor, da couve-de-bruxelas e, claro, do brócolis, pode colaborar para a prevenção da obesidade. "Sabemos que o melhor caminho para combater esse problema é a adoção de hábitos saudáveis", comenta.
Uma dica para segurar o sulforafane é preparar esses vegetais no vapor. "É que o composto se perde facilmente quando passa por altas temperaturas", avisa a expert.


Linhaça para acabar com a barriga

 


Mais um trabalho comprova a ação dessa semente no controle do peso. Dessa vez, o estudo foi realizado na Universidade de Manitoba, no Canadá. Os pesquisadores verificaram, em uma pesquisa com animais, que a linhaça é capaz de diminuir o tecido adiposo, ou seja, ela ajuda a reduzir a massa gorda. Os cientistas também observaram a atuação anti-inflamatória dos grãozinhos, um benefício que blinda as artérias e afasta encrencas como a aterosclerose.

Se você quer usufruir do alimento, os especialistas sugerem triturá-lo. Isso porque sua casca é bastante resistente e pode passar intacta pelo aparelho digestivo, impedindo a liberação das substâncias protetoras. Mas, atenção, tem que bater e consumir logo, já que o grão é muito suscetível à oxidação.

Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...