Slide 1 Slide 2 Slide 3

FOFOCAS DE CELEBRIDADES- GOSSIPS

Problema no Spotify deixa fãs sem a música de Harry Styles.



O primeiro single solo de Harry Styles causou emoções diversas nas directioners na última sexta-feira (7/4). Teve choro, alegria, arrepios, mas um grupo de fãs ficou bem tenso ao procurar Sign of the Times no Spotify e não achar.

Segundo a Variety, um problema técnico no app do Spotify deixou muita gente na mão, sem conseguir ouvir a canção do Hazza. “Foi um problema técnico nas contas free e premium… Agora não deve rolar mais problemas, de qualquer forma, usuários que não conseguirem tocar essa faixa precisam reinstalar o app do Spotify para remover o cache”, explicou um representante do serviço de streaming musical.



Responsável pelo hit Hear Me Now, Bruno Martini lança novo single.



Se você curte música eletrônica ou é fã de festas, existem grandes chances de ter ficado viciada na música Hear Me Now. A faixa, que ficou por três meses entre as mais tocadas do Spotify e já teve mais de 150 milhões de streamings, ficou muito conhecida como um dos sucessos do DJ brasileiro Alok. O que muita gente não sabe é que outro cara muito talentoso também está por trás do hit! Bruno Martini, que já fez parte do projeto College 11, do Disney Channel, escreveu a música junto com Alok e Zeeba, o cantor que dá voz à música.

“Eu comecei a produzir algumas músicas do Zeeba e uma das faixas que criamos foi Hear Me Now, mas na época ela tinha uma pegada mais indie. Um tempo depois, o Alok apareceu no estúdio onde estávamos trabalhando e, no meio de uma conversa, falei da música para ele. Ele pirou nela e então nos juntamos os três para lançá-la”, contou. Apesar de acreditar no potencial da música, Bruno não esperava que o sucesso fosse tomar proporções tão grandes. “Ter uma música eletrônica cantada em inglês no Brasil no topo das paradas foi uma quebra de paradigma muito grande. Ficamos muito felizes e muito surpresos com o resultado”, entregou.

Nesta sexta-feira (7), Bruno lançou seu novo single, Living on the Outside, o primeiro lançado depois dele assinar com a Universal Music. 



Discurso motivador- Troye Sivan recebe prêmio de representatividade gay no GLAAD Awards.



Troye Sivan recebeu uma grande homenagem do “GLAAD Media Awards”, uma premiação com o objetivo de “reconhecer e homenagear as representações justas, rigorosas e inclusivas da comunidade LGBT e de questões que afetam as suas vidas nos meios de comunicação”.

Aceitando o “Stephen F. Kolzak Award”, ele fez um discurso emocionado, enfatizando a luta das pessoas LGBTQ+.

Confira o que ele falou:

Este prêmio é muito maior do que eu. Este momento é sobre a visibilidade e sobre a representação. O que e quem nós vemos nos meios de comunicação definem a nossa percepção do mundo que nos rodeia, e ver a nós mesmos nesta imagem do que é ‘normal’, aceitável e bonito é absolutamente vital. Dizendo isso, muito do trabalho que tem contribuído para o nosso progresso como uma comunidade é muito menos glamouroso do que o que eu estou sendo homenageado nesta noite. 

Há mais ou menos um ano, eu vi um documentário chamado ‘How to Survive a Plague’, que eu super recomendo. É sobre os primeiros anos da epidemia da AIDS e o tratamento e esforços de um grupo de ação. Nos personagens eu vi a mim mesmo, a meus amigos, meus colegas, meu namorado e eles eram jovens e inteligentes lutadores. 

Eu vi isso com aquele humor e resiliência que eu amo tanto na minha comunidade, eles eram como meus amigos e eu sei que estou sendo super humilde. Eu me identifiquei muito, mas a diferença é que aquelas pessoas estavam indo aos funerais de seus amigos. Isso foi em Nova York e não tem nem 40 anos. Eles estavam lutando por tratamento médico, visibilidade e por suas vidas. 

Era uma situação de vida ou morte. Esse tipo de ativismo e sacrifício é o que permite que todos nós estejamos aqui esta noite. Estou muito agradecido por ter esse prêmio, gostaria de dividir com todos que tornaram isso possível, mas não podem ter um. Dedico o prêmio a Peter Staley, meu herói pessoal, para Marsha P. Johnson e Sylvia Rivera, que lutaram pelos direitos dos transgêneros nos anos 70. 

Isto é para Bayard Rustin, que lutou pelos direitos civis dos gays ao lado de Martin Luther King. É também para Gilbert Baker, o criador da bandeira do arco-íris, um símbolo de orgulho, e muitos outros! Esses são os espíritos que devemos lembrar na nossa comunidade hoje.



Em Cartaz: Os Smurfs e a Vila Pedida celebra a diversidade.



Se você for ao cinema neste fim de semana, vai perceber que ele está um pouco mais ~azul~. É que, nesta quinta-feira (7), chegou às telonas o filme Os Smurfs e a Vila Perdida! Apesar de ser o terceiro longa sobre esses serezinhos azuis que a gente ama tanto, esta é a primeira vez que o filme vem completamente no formato de animação.

Diretamente de Nova York, Kelly Asbury, o diretor do longa, explicou a escolha. “Queríamos que esse filme fosse um pouco mais fiel aos quadrinhos originais de Peyo, o artista belga que criou os Smurfs. Suas histórias eram muito coloridas, ricas em detalhes e divertidas, então pensamos: ‘vamos manter os personagens em seu universo e criar um mundo baseado no trabalho de Peyo'”, disse.

No longa, Smurfette se sente incomodada por não ter uma função na vila onde vive, ao contrário de todos os outros Smurfs, que são homens. Um dia, ela descobre um mapa que a levará para a Floresta Encantada e decide tentar desvendar o lugar, mas o problema é que o vilão Gargamel também está em busca desse universo desconhecido.

13 Reasons Why: Série da Netflix faz duplicar pedidos de ajuda contra suicídio.



A série mais falada do momento, “13 Reasons Why”, que estreou na última sexta-feira (31) na Netflix, tem provocado uma onda positiva na sociedade. Nos últimos dias, dobraram os contatos por e-mail recebidos pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), associação que fornece apoio emocional e prevenção ao suicídio.

Segundo a associação, pelo menos 50 contatos recebidos (de sexta a segunda-feira) mencionaram diretamente a atração, que conta a história de Hanna Baker (Katherine Langford), adolescente que decidiu cometer suicídio após uma sequência de episódios de bullying e assédio.

O aumento dos pedidos de ajuda se deu porque os contatos da associação foram disponibilizados pela Netflix no site http://www.13reasonswhy.info/#bra, que é mencionado no episódio “Tentando Entender os Porquês”, uma espécie de making of da série.

Após os contatos, o CVV decidiu incentivar os voluntários a assistirem a produção e lerem o livro “Os 13 porquês”, de Jay Asher, que a inspirou. Desde sua estreia, a série tem chamado atenção por mostrar explicitamente cenas de estupro e suicídio. Em entrevistas, o elenco defende as sequências, dizendo que as questões, apesar de delicadas, precisam ser abordadas sem serem romantizadas.

Desde sua estreia, “13 Reasons Why” também motiva uma campanha anti-abuso nas redes sociais. Nela, usuários pedem o fim do bullying e do assédio com a tag #NãoSejaUMPorque.

O CVV atende 24 horas por dia pelo telefone 141 e também por e-mail, chat e Skype. Mais informações, acesse o site do CVV.

Carter Dane é dono de uma bunda perfeita e mostra tudo em ensaio de jockstrap.



Desculpa invadir sua timeline assim, mas é que eu não estou sabendo lidar com essas fotos do modelo Carter Dane. Dono de um rosto angelical, porém safado, e com um corpo escultural, o rapaz também ostenta uma bunda deliciosa, lisinha e que ficou ainda mais valorizada nessa campanha para uma famosa marca de cuecas do tipo jockstrap.

Pra quem não sabe, trata-se daquela peça de roupa que deixa o bumbum descoberto e bem empinadinho, como você pode ver nas fotos abaixo. Quem gosta de bunda que nem eu, é um prato cheio (de tesão)!



Anderson Dias fica completamente pelado em ensaio fotográfico no Rio.



Anderson Dias, que surgiu para o mundo como o filho do pedreiro Amarildo de Souza, assassinado na favela da Rocinha em 2013. De lá pra cá, sua vida mudou completamente e o jovem passou a integrar o casting masculino da agência 40 Graus Models.

Em seu mais recente ensaio fotográfico, realizado pelo fotógrafo Rodrigo Nunes e pelo produtor Ronaldo Robim, Anderson mostrou seu corpão depois de intensificar os treinos de musculação e muay thai.


“As pessoas gostam e sempre me pedem para tirar a camisa nos eventos”, disse. Apaixonado por esportes, o modelo fala que pretende atuar mais na área fitness. “Gosto muito de treinar e seria interessante juntar o trabalho com o estilo de vida que eu gosto.”

Sem vergonha, o carioca de olhos azuis foi clicado no Hotel Novo Mundo, no Rio de Janeiro, e até aparece em algumas fotos completamente pelado.







Ricky Vallen é vítima de homofobia e ameaçado com barra de ferro em academia.



Vítima de homofobia em uma das unidades da acadêmia Smart Fit, Ricky Vallen compartilhou pelo Youtube um vídeo no qual narra detalhes do ataque. No vídeo, o músico aparece em frente ao local onde diz ter acontecido a situação e alerta que, caso algo aconteça com ele, para que as pessoas procurem a gerência da acadêmia.

O famoso afirmou que estava usando um dos aparelhos de musculação, desceu para pedir uma informação e, quando retornou, havia dois rapazes utilizando o instrumento. Ele resolveu aguardar até que eles saíssem, voltou a usá-lo, mas um dos homens se irritou por ele querer permanecer por um tempo maior. “Ele estava com uma barra na mão, tem a câmera da academia, aí ele veio com a barra, me coagindo, gritando comigo, me prensando contra a parede”, conta. Segundo o artista, o jovem disse para ele: “Vou te ensinar a ser homem”.

Vallen ainda contou que a academia tentou encontrar o aluno que tentou agredir o cantor, mas que ‘fugiu’ após a confusão. Do lado de fora do estabelecimento, o cantor disse estar com medo. “Infelizmente eu tenho que dar esse depoimento pra vocês. Repito: a academia não tem culpa de ter pessoas como essa, mas sei que foi muito chato, fiquei muito nervoso, foi forte”, concluiu.



'Ela fala que me prefere bem gorda', diz Thaís Baptista, mulher de Neném.


Neném e a mulher, Thais Baptista, posam em academia.


Thais Baptista, 23 anos, ganhou vinte quilos desde que conheceu a mulher, a cantora Neném, há quatro anos. O ganho de peso, segundo ela em entrevista para o site EGO, se deu principalmente quando a secretária começou a tomar hormônios nas tentativas para engravidar através de inseminação artificial. Agora ela quer voltar aos 60 quilos e, para isso, tem contado com o apoio da mulher.

"Quando a Neném me conheceu, eu era bem magrinha e qualquer roupa ficava bonita. Comecei a fazer o tratamento para engravidar e fui engordando, mas também não me cuidava. Tomei muita injeção de hormônio. Quando engravidei, com medo de perder, fiquei mais de repouso e comendo, então engordei muito", relembra ela, que acabou perdendo os bebês. "Trabalhei como modelo plus size, mas não era feliz gorda. Por isso agora quero ser a nova Juju Salimeni ou a nova Gracyanne Barbosa", diverte-se ela.



Thais conta que Neném gosta mais da mulher em sua versão cheinha. "Ela fala que me prefere bem gorda, me acha linda", entrega. Neném não nega. "Quando a gente ama, amamos a pessoa como ela é. Não tem como deixar de amar só porque ela engordou. Ela ficava com medo de eu deixá-la. E eu disse: 'nunca'. Mas já que ela quer emagrecer, dou apoio com certeza", diz ela, que só não encara malhar junto com a mulher. "Enquanto ela vem malhar, faço comida, limpo as coisas dentro de casa... Sou dona de casa".
'Vou tentar inseminação artificial de novo', diz Neném

Thais e Neném não desistiram de ser mães. A cantora pretende tentar novamente o processo de inseminação artificial assim que a agenda de shows da dupla com Pepê der uma acalmada.

"A gente não desistiu de engravidar, não! Eu e a Pepê estamos com a agenda cheia de shows, este mês temos apresentações marcadas em Vitória e no Rio de Janeiro. Então, quando a gente puder parar, vamos fazer de novo a inseminação", conta ela, que pretende ser ela a engravidar. "Quero ser mãe. É o nosso sonho."

Neném pretende lançar um novo CD com a irmã com uma pegada sertaneja. "Estamos com um projeto para cantar de tudo. Nos shows a gente já canta de tudo, funk e sertanejo. Então a gente vai gravar um CD com uma pegada sertaneja. Imagina a Pepê e eu cantando sertanejo? Vai ser muito legal. Quero fazer shows, ficar rica e encher a casa de filhos. Queremos adotar também."

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...