Slide 1 Slide 2 Slide 3

CONFISSÕES DO DIVÃ




Os textos apresentados nesta seção buscarão ilustrar situações, angústias, problemas e experiências vivenciadas por alguns homens gays. Não existem experiências universais, comuns a todos os homens gays, cada um de nós é constituído e atravessado por diversas características que tornam a sua experiência única.  Nossa principal ideia aqui é pensar em possibilidades de enfrentamento para as questões aqui representadas, que em menor ou maior grau podem ser semelhantes com alguma das histórias vivenciadas por você. Essas histórias não são uma representação literal de histórias reais e sim textos fictícios.

O Dr. Alexandre é formado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como psicólogo clínico no Espaço Recontar na região de São José / SC. Fundamenta seu trabalho pelos princípios da Psicologia Sistêmica. Compreender os fenômenos psicológicos sistemicamente significa, literalmente, “colocá-los” dentro de seu contexto, estabelecendo a natureza das suas relações.
Você pode fazer perguntas e sugerir temas que nosso psicólogo responderá com todo prazer.
Bem, vamos ao tema de hoje:

Meu namorado busca um corpo perfeito... Será Vigorexia?
Alexandre de Souza Amorim, Psicólogo
alexandresouza.psicologo@gmail.com


 

Estou bastante preocupado com meu namorado. Nosso relacionamento está completando quatro anos e meio, de bons momentos, companheirismos e muito aprendizado. Quando eu o conheci, ele tinha um corpo “normal”, nem gordo, nem magro, e realmente muito lindo. Ele frequentava apenas a academia, mas eu já percebia comportamentos estranhos, como o excesso de culpa após comer uma pizza, ou recusar-se a retirar a camisa para tomar banho de mar. Enfim, busquei ser compreensivo e pensar que tudo isso é parte do jeito dele ser. Mas com o tempo as coisas foram mudando, e hoje ele é excessivamente preocupado com atividades físicas, vai duas vezes por dia para academia, pedala ou caminha por uma hora, e todo tempo livre (principalmente nos finais de semana) preenche com atividades físicas. Não tem mais interesse em sair com os amigos ou comigo, e esta muito exigente com a alimentação. Hoje ele tem o corpo sarado, perfeito, mas ele acha que não... Acha que não está bom, mesmo com todos elogiando ele. Ouvi dizer que existe uma tal doença chamada vigorexia... Pode ser isso?   
Henrico, 26 anos

           
Olá Henrico. Um dos reflexos da subordinação da felicidade humana ao corpo perfeito, malhado, esculpido, sarado e com músculos bem definidos tem gerado, principalmente nos homens, um transtorno chamado de vigorexia. É uma patologia nova e associada a uma desordem emocional, porém, por ser recente ela ainda não está catalogada nos manuais de classificação CID.10 e DSM.IV como um transtorno específico. 
           
Primeiramente devemos lembrar que existem muitos comportamentos que não necessariamente são patológicos, mas que  também fazem parte da obsessão pelo corpo, como a privação de contatos sociais, complexos de inferioridade, submissão aos “tratamentos milagrosos” (e caros) como algumas cirurgias estéticas, consumo de medicamentos com terríveis efeitos colaterais, etc.

A Vigorexia é uma obsessão pelo corpo perfeito, em geral extremamente musculoso, e é avaliada por alguns psiquiatras como um transtorno dismórfico corporal, cuja principal característica é a alteração da autoimagem.

Pessoas com Vigorexia estão constantemente insatisfeitos com o próprio corpo e por isso praticam atividade física em excesso, ficando seriamente dependentes do exercício físico e obcecados em ter e manter os músculos. Portanto, é comum que essas pessoas dediquem todo seu tempo livre à atividade física, o que pode também levar a quadros depressivos.


O problema poderia ser menos grave se a preocupação com o corpo não fosse uma obsessão capaz de escravizar, capaz de entorpecer as pessoas em uma busca infindável pela perfeição. Ainda que nossa cultura seja em parte culpada esses casos, por submeter às pessoas a esse escravagismo estético, é possível lutar contra isso.

O tratamento da Vigorexia é multidisciplinar, com nutricionista, endocrinologista, psiquiatra, psicólogo e ainda fisioterapeuta e ortopedista, no caso de haver lesões musculares ou articulares provocadas pelo excesso de treino. O principal objetivo é fazer com que a pessoa aceite o seu corpo da maneira como ele é.

Mas não podemos diagnosticar o seu namorado dessa maneira. Aconselho que vocês procurem por um especialista para que ele possa verificar o que acontece. Em geral as pessoas vítimas desse transtorno não se identificam como tal, e se for o caso, você precisará ser delicado ao conversar sobre esse assunto.  

Sintomas: * imagem negativa e distorcida que o paciente tem do próprio corpo * cansaço * insônia * ritmo cardíaco alterado mesmo em repouso * dores musculares * tremores * queda no desempenho sexual * irritabilidade * depressão * ansiedade e desinteresse por atividades que não estejam ligadas ao treinamento intensivo para atingir o que consideram ser o corpo perfeito.





Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...