Slide 1 Slide 2 Slide 3

LITERATURA GAY




Quando tudo parece desmoronar. Quando sua vida parece não ter mais sentido, aparece um deus salvador que além de lhe dá esperanças, lhe dá o que realmente faltava em sua vida. Essa é a sina de Les no nosso primeiro livro. 2- O que é um lar? Uma casa, um lugar pra ficar? Ou seria melhor um lugar onde se possa sentir um aconchego, uma satisfação, uma paz? Acho que Brady e Tony estão para descobrir isso. Confira! 3- Um simples caso de verão pode se transformar em algo mais profundo? Acredito que muitos responderão que não, mas tem os que respondem sim. Uma dúvida cruel quando se percebe que naquele ar despojado de verão se encontrou um verdadeiro amor. E agora, será que ambos pensam da mesma forma? Ah dúvida cruel. Só lendo o "Desejando uma casa" para saber o desenrolar dessa paixão. 4- Quando se é cego, muitas coisas são vistas de modo diferente. É comum as pessoas sentirem pena e darem uma atenção diferenciada a pessoas assim. Mas será esse o caso de Anthony em relação à cegueira de Barry? Ou será que rola algo mais que compaixão? Não dá curiosidade de saber? É só ler o nosso quarto livro que você tem as respostas.


 

Lar 01 - Sem Lar Para Ir

Seis anos atrás, pisoteado na cabeça terminou a carreira de hipismo de Leslie Hardin nos saltos com obstáculos e sua relação com o homem que amava. Quebrado, machucado, e rejeitado, então Les concentrou suas energias na reconstrução da sua vida. O acidente de Les revelou-lhe que os tesouros mais valiosos são normalmente encontrados em uma superfície imperfeita, e sua reputação por cuidar dos perdidos começa a crescer. Mas é um desses perdidos em particular, o cowboy Randy Hersch lesionado no rodeio, que captura mais do que apenas sua compaixão. Entre a desaprovação de seu pai e sua carreira escolhida, Randy sempre sentiu a necessidade de negar sua paixão. Mas quando Les o leva debaixo de sua asa, Randy começa a perceber que ele é realmente forte o suficiente para admitir sua verdadeira escolha sexual — para si mesmo e ao resto do mundo. Mas será que nos braços de um homem quebrado, poderá encontrar a aceitação... E o amor?




 

Lar 02 - Casa Própria

Tony Romanos está à procura de um lugar para colocar o seu chapéu e seu coração. Viajando no circuito profissional de rodeios de touros fica difícil encontrar relacionamentos. Ele nunca encontrou um homem que estivesse disposto a acomodar-se, ou mesmo uma casa que ele seja capaz para chamar de sua. Brody MacCafferty possui uma empresa de guarda-costas que tem algumas vantagens. Estar no Havaí e pegar um cowboy bonito por uma noite quente é um deles. Brody não esperava ver o homem lindo novamente. Nenhum dos dois homens puderam esquecer aquela noite no Havaí e as artimanhas do destino iria fazê-los se reencontrar novamente de uma maneira profunda e verdadeira. Brody poderia convencer Tony que os braços de Brody é a casa que Tony tem procurado?




 

Lar 03 - Desejando uma Casa

Derek St. Martin é o cantor de Nashville mais quente do país. Durante oito anos, a fama e a fortuna vieram a sua maneira, mas ele não está feliz. Na verdade, está à beira de um colapso nervoso ou pronto para um centro de reabilitação de drogas. Escondendo suas preferências sexuais está levando-o a recorrer a comprimidos para aliviar a dor. Quando o seu meio-irmão sugere que ele deve sair de férias, Derek pega a chance de relaxar e ficar com a cabeça no lugar. Max Furlo não está feliz. Seus chefes o estão deixando a cargo de algum cantor, enquanto ele tinha outras coisas mais importantes para cuidar. Vendo Derek St. Martin, pela primeira vez atinge Max duramente e, de repente, ele está considerando um caso de verão. Ambos os homens sabem que um relacionamento não pode nunca ser para eles. A carreira de Derek não iria lidar com a notícia e Max não poderia viver numa mentira. No entanto, quando um caso de verão se torna amor, será que eles estarão dispostos a arriscar tudo por uma chance de ficarem junto para sempre?




Não Ver É Acreditar

Vivendo em Strange Hollow, Barry um vampiro cego pode ter uma vida normal... Ou tão normal como um vampiro cego pode ter. Ele tem amigos e seu cão-guia, Angelica. Mas quando aceita um encontro com Anthony, seu misterioso vizinho, percebe o que ele tem perdido. Amor. No entanto, quando Anthony revela o motivo pelo qual ele fez de Strange Hollow seu lar, Barry se pergunta se Anthony está interessado nele, por causa de sua personalidade, ou por causa de sua cegueira. Às vezes a declaração de “O amor é cego,” pode ser as palavras mais libertadoras de todas.




BOA LEITURA !!!

Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...