Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

Escravo sexual: Como interpretar de maneira convincente na hora H.

Você sabe o que é escravo sexual e como funciona essa relação?
Essa é uma fantasia sexual que pode atiçar os seus desejos mais profundos e os de seu parceiro. A prática é executada por casais que levam bem a sério os papéis de dominador e submisso, sendo que o escravo é um subtipo de submissão, que está associado ao sexo sadomasoquista.

 
 

Mas você e a seu parceiro podem usar a ideia do escravo sexual como uma brincadeira para apimentar a relação. Para tanto, se for você o escravo sexual, é preciso então que o seu parceiro seja o dominador, que vai dar as ordens durante a transa e você deve seguir sem resistir tudo o que ele impor.

 
 

Apimente a relação sendo o escravo sexual de seu parceiro. Para que a brincadeira fique bem real você pode ficar de joelhos, mostrar-se submisso e obedecer a todas as ordens do seu parceiro.

 
 

É importante que ao propor o fetiche de escravo sexual, você deve avaliar bem a relação dele. Se ele achar estranho é melhor conversar um pouco mais sobre o assunto, já que nem todos encaram com a mesma naturalidade algumas fantasias sexuais mais ousadas como essa.

 

Tive um amigo que me confidenciou que o seu namorado estava insistindo no fetiche do escravo sexual e quando ele aceitou ficou surpreso com a reação dele. Não parecia que o seu parceiro estava de brincadeira, ele tinha encarnado mesmo o personagem e fazia gato e sapato dele. A questão é que para ele era uma novidade e seu par era um adepto da prática, mas eles não tinham conversando sobre o assunto antes.

 
 

Quando se fala em escravidão sexual muitas pessoas podem acreditar que é errado, anormal. No entanto, como lembram os especialistas, a normalidade é algo determinado por uma maioria e muitas pessoas sentem prazer com o desejo masoquista, de ser mal tratado, como um escravo.

 

Por isso, se você acha estranho ter o desejo de ser o escravo sexual da sua parceira não é preciso encanar, desde que isso não seja algo ruim para você. O fetiche do escravo sexual pode ser vivido somente através da fantasia, com a sua imaginação ou com brincadeiras com o seu parceiro.

 
 

Você também pode experimentar a sensação de ser um escravo sexual sozinho, durante a masturbação, fantasiando situações que remetam a sensações dolorosas. É uma forma de autoconhecimento e de saber se você sente prazer e quer propor o fetiche à seu parceiro.

 
 

Quem é quem na hora da brincadeira?

 
sterekpornblog:
“ Photo Source
Stiles has always been an inquisitive sort of guy. Sometimes it’s an asset, but, well, more often than not it leads to trouble. Curiosity killed the cat, and all that.
Then again, Stiles is all too eager to add that the...
 

Quando se fala em masoquista, o dominador é o sádico, que ao contrário do escravo sexual que sente prazer com a dor, ele se excita com o sofrimento e humilhação que aplica no outro. Seja uma brincadeira ou o aprofundamento do fetiche, entretanto, é importante que você e o seu parceiro sintam-se confortáveis e tenham confiança um no outro para colocar a fantasia em prática.

 
 
 

Também é essencial que vocês definam limites sobre até que ponto chegar e criar um código para que seja dito quando um dos dois quiser parar com a brincadeira. Entre os estímulos que satisfazem o escravo sexual está a submissão, humilhação e os estímulos dolorosos.

 

Uma dica para a brincadeira com o seu parceirao é que ele lhe dê uns tapinhas. Pode ser no rosto (de leve), no bumbum, além dele usar um chicote (falso, encontrado em sex shops) para açoitá-lo. Ele também pode arranhá-lo nas costas, amarrar as suas mãos, vendar os seus olhos, evitando assim que você possa se mexer e transmitir a sensação de que ela está realmente no controle de toda a situação.

 
 
puphawaii:
“ wish someone was hammering my ass like that RIGHT NOW! ”

Vocês também podem revezar na brincadeira, caso seja for o desejo do seu parceiro, de forma que da próxima vez ele seja o escravo sexual, e você o dominador (sádico), repetindo os mesmos truques para colocar o fetiche em prática.

 
 

Agora, você dará as ordens e ele é quem terá que obedecer.

 
slapanass:
“http://slapanass.tumblr.com/
”

A prática da submissão sexual é bastante comum entre vários casais. O importante desse fetiche é fazer com que ambos tenham uma experiência sexual inesquecível e que apimente a vida do casal em proporções nunca sentidas antes. Antes de tudo, procure conversar com seu parceiro e descobrir se ele gosta de ser o dominador ou se você é quem deve ser.

 
 

Depois disso, basta explorar ao máximo o corpo da seu parceiro e deixá-lo literalmente aos seus pés (ou você aos dele).

 



Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...