Slide 1 Slide 2 Slide 3

DIREITOS

Quero ter o direito de dizer se quero casar ou não.

 

 
Lésbicas, Gays, Bissexuais, travestis (LGBT) reivindicam que os casais do mesmo sexo têm o direito de se casar, de forma a usufruírem dos mesmos direitos legais que os casais heterossexuais.

Dos muitos entrevistados por este online, sobre este tema, não foram poucos, muitos declararam ser indiferentes ao tema, entretanto deu para perceber que os homens são a maioria entre os que são contra o casamento gay.

E entrevista a este online, sob anonimato com homossexual assumido conta que percebeu a sua “inclinação” homossexual por volta dos 13 anos de idade, talvez um pouco mais cedo, mas não sabia dar um nome, apenas que sentia-se diferente dos outros rapazes da sua idade, depois veio a confirmação de uma suspeita e com isto apercebeu-se do impacto social que esta situação causaria, no entanto, conta, nunca reprimiu a sua sexualidade.

“António”, nome fictício, diz que não tenta esconder a sua homossexualidade, todavia, não a demonstra, já “que sou contra exibicionismos gratuitos”, mas em relação a luta pelos mesmos direitos, é categórico em afirmar que o casamento civil entre homossexuais devia ser permitido. “Quero ter o direito de dizer se quero ou não casar e desta forma ter-mos a possibilidade de desenvolver uma vida em conjunto, de forma aberta e legal”.
Para tal acontecer, diz que gostaria de ver reconhecido a união de casais do mesmo sexo.

Para a população mindelense, este é um assunto “muito abrangente”, porém acreditam que o homossexual ele nasce nesta condição e portanto não é uma doença, mais, acreditam que deve haver um motivo ou vários motivos físicos que levam “essas pessoas a terem esse comportamento, mas são seres humanos e merecem acima de tudo respeito, os direitos como casar poder adoptar crianças deve ser garantidas pois não é essas garantias que vão fazem alguém ser ou não homossexual portanto eles devem ser garantidos e reconhecidos esses direitos” diz uma entrevistada.

“Sou da opinião que se deve conversar muito sobre o assunto, deve-se ser promovido campanhas nas escolas, seminários saindo dos espaços formais e chegando onde o povo está, porque o preconceito existente nesse e em outros casos é reflexo da falta de conhecimento que o povo tem. A opinião do povo é muito importante por isso é necessário trabalhar com ela se ela promove o preconceito e impede a evolução social”.

“Estamos lutando para conseguir os mesmos direitos, porque é uma garantia da constituição. Porque é uma garantia dos tratados de direitos humanos. Os homossexuais existem desde sempre e a população do mundo está aumentando cada vez mais. Não vai ser uma lei que vai mudar isso. Ninguém vai ser ou deixar de ser gay por causa de uma lei. O reconhecimento dos nossos direitos não vai causar mal a ninguém”.

No entanto, existem os mais radicais que o consideram uma imoralidade. Um dos entrevistados diz que “todo mundo sabe que a união gay é nefasta”. “DEUS me permite e me obriga a isto. Está lá nas sagradas escrituras, principalmente no velho testamento. Em falar em DEUS, o todo-poderoso do universo vai condenar todos estes liberais ao inferno, para arderem para todo o sempre por praticarem coisas como o sexo antes do casamento, o sexo para fins que não sejam o de procriação, o adultério e por defenderem direitos como a casamento para os homossexuais”.

“Sinceramente, se o casamento entre pessoas do mesmo sexo for legalizado, quem é gay vai continuar sendo, quem é hétero vai continuar hétero. Então, nenhuma mulher hétero vai ter a vida mudada, nenhuma linhagem vai continuar existindo por uma disposição legal. Vamos pensar mais antes de falar asneiras”.
 



Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...