Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Gloria Carter, mãe de Jay-Z, revela ser lésbica em dueto com rapper no álbum '4:44'

 
 
 
Na canção Smile, os dois fazem um dueto em que discutem a sexualidade da mãe. É a primeira vez que os dois falam sobre o assunto publicamente.
 
"Mama had four kids, but she's a lesbian / Had to pretend so long that she's a thespian" ("Minha mãe teve quatro filhos, mas ela é lésbica. Tive que fingir durante tanto tempo que ela era uma 'Thespian'", em tradução livre para o português), canta Jay-Z na música que ainda contém um sample de Stevie Wonder, Love's In Need Of Love Today.

"Minha mãe teve quatro filhos, mas ela é lésbica. Tive que fingir durante tanto tempo que ela era uma 'Thespian'".
 
"Eu tive que escondê-la no armário, então ela medicou. A vergonha imposta pela sociedade era demais", ele acrescenta, antes de cantar: "Eu chorei lágrimas de alegria quando você se apaixonou.
 
Não importa para mim se por ele ou por ela."
 
A própria Carter fala sobre o assunto na canção:
 
"Você consegue imaginar como é viver nas sombras?", ela pergunta. "Nas sombras as pessoas veem você como feliz e livre. Porque isso é o que vocês querem que eles vejam", ela continua.
 
 "O mundo está mudando e eles dizem que é tempo de ser livre. Mas você vive com o medo de apenas ser quem você é. Vivendo nas sobras para ser um lugar seguro. Nenhum mal para eles, nenhum mal para mim. Mas a vida é curta, e é tempo de ser livre. Ame quem você ama, porque a vida não está ganha".
 
Jay-Z tem um histórico de apoio à comunidade LGBTQ. Em 2012, o rapper, revelou que apoia o casamento homossexual em uma entrevista para a CNN.
 
"O que as pessoas fazem em suas próprias casas é de sua responsabilidade e você pode escolher amar quem quer."
 
4:44 está disponível apenas no Tidal.
 

Aos 11 anos, Shiloh começou tratamento hormonal para travar o seu desenvolvimento enquanto mulher e, mais tarde, proceder à mudança de sexo.

 
 
 
Desde muito cedo, Shiloh Jolie-Pitt mostrou que não era a típica menina. Vimo-la desde pequena a trocar os vestidos pelas calças e camisas e os cabelos longos e caídos por corte à rapaz. A própria mãe, Angelina Jolie, disse várias vezes em entrevistas que, aos dois anos, a filha já preferia vestir-se como os irmãos e até as brincadeiras denunciavam que não se sentia bem com a sua aparência física. Como tal, aos 11 anos, a menina terá iniciado o longo processo de mudança de sexo, que por agora se prende apenas com um tratamento de substituição hormonal que vai travar o seu desenvolvimento enquanto mulher.
 
De acordo com a imprensa internacional, Brad Pitt nem sempre soube lidar com este comportamento de Shiloh, tendo, inclusivamente, tentado contrariá-la e demovê-la, mas sem sucesso, uma vez que a sua ex-mulher sempre deu todo o seu apoio à filha.
 
Shiloh é agora tratada por John e além da terapia hormonal, está também a ser acompanhada psicologicamente.

Brad Pitt e Angelina Jolie são ainda pais de Maddox, de 15 anos, Pax, de 13, Zahara, de 12, e os gémeos Knox e Vivienne, de oito.

Adolescente dá resposta bombástica a ofensa homofóbica de tia.

 
A adolescente Charlie viralizou no Twitter por sua resposta bombástica
 
A adolescente Charlie Marie provou que não tolera ofensas por causa de sua orientação sexual. Por ser bissexual, Charlie foi chamada de “faggot” (bicha, em tradução livre) por sua tia durante um voô, mas não deixou de responder o comentário e contar tudo em sua conta do Twitter. A tia até tentou explicar a situação, mas não se saiu muito bem.
 
Tudo começou quando Charlie, do Reino Unido, ouviu um comentário ruim de sua tia quando estava entrando no avião. “Pelo menos eu não tenho que me preocupar com a minha filha sendo uma ‘bicha’, como a sua mãe se preocupa”, teria dito a tia à adolescente . Além disso, Charlie relatou ter recebido uma ligação da sua prima dizendo: “Me desculpe, mas você não pode esperar que todos apoiem seu estilo de vida”.
 
Um pouco mais tarde, a tia pensou que iria suavizar a situação se explicando por uma mensagem, mas só piorou tudo. "Espero não ter te magoado antes. Essa não foi a intenção”, começou a tia. “Você precisa parar de ser tão sensível. Eu não quis dizer bicha de forma ruim, eu apenas quis dizer que vocês, pessoas gays, fazem muito drama", escreveu.
 
Ela ainda disse que tentou entender essa “coisa bissexual”, mas que os adolescentes inventam esse tipo de coisa o tempo todo e que Charlie ainda encontraria um homem. “Você pode mudar. Você costumava ser tão esperta”. Para terminar, a tia afirmou que se Charlie não aceitasse sua desculpa, ela não deveria ir a um evento da família e estragar o dia.
 
A resposta
 
Após a mensagem da tia, Charlie decidiu responder a altura. "Não se preocupe com isso”, ela escreveu. "Eu sei como você se comporta depois de algumas garrafas de vinho”. Ela ainda disse que não poderia ir ao evento pois já tinha marcado uma enorme orgia lésbica nesse dia que ela e as outras “bichas” planejavam há meses.
 
Os usuários do Twitter apoiaram a adolescente na rede social. “Você é minha heroína e eu mal posso esperar para te encontrar na orgia lésbica”, disse uma das seguidoras.



Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...