Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

Hoje, vamos de dois temas interessantes e esclarecedores sobre sexo, que muita gente tem duvidas. Para ser um ´´expert`` sobre sexo, informaçoes sao benvindas e esclarecedoras.

 


Dois temas polemicos com bases cientificas. E´ claro, respeitando seus limites e a SAUDE em primeiro lugar. Comente a sua impressao e  opiniao.

 

 

Homofóbicos têm desejo sexual pelo mesmo sexo? Cientistas dizem que sim.

 
 

É ciência. No caso, a constatação de um estudo lá da Universidade de Georgia, nos EUA. Tudo bem, a pesquisa é de 15 anos atrás, mas, em vista de toda a discussão que tem rolado a respeito do casamento gay, da criminalização da homofobia e por aí vai, comentá-la ainda é relevante.



 


“A homofobia está aparentemente associada à excitação homossexual“, apontam os pesquisadores, “que o indivíduo homofóbico desconhece ou nega“.

 

Antes de tudo, os especialistas perguntaram a homens heterossexuais o quão confortáveis eles se sentiam ao redor de homens gays.

 
 
 

Com base nesses resultados, dividiram os voluntários em dois grupos: os que exibiam sinais de homofobia (com 35 participantes) e os definitivamente não-homofóbicos (neste, eram 29, no total). Aí começou o teste.

 
 
 
 
 
 

Todos os homens foram colocados em salinhas privativas para assistir a vídeos “quentes”, de quatro minutos cada: um mostrava cenas de sexo entre um homem e uma mulher; outro, entre duas mulheres; e o último, entre dois homens.

 
 

 

Eis os resultados: enquanto assistiam aos vídeos de sexo heterossexual ou lésbico, tanto o grupo homofóbico quanto o não-homofóbico tiveram “aumento da circunferência do pênis”.

 
 
 

Em outras palavras, gostaram do que viram. Mas durante o filminho gay “apenas o grupo homofóbico exibiu sinais de excitação sexual“, afirma o estudo.

 
 
 

Pois é, eles até disseram que preferiam manter distância dos gays. Mas, opa, seus pênis contaram outra história.

 
 
 
 

E vocês, o que acham disso? Lembrando que essa é uma constatação puramente científica, despida de qualquer viés político, hein, gente?

7 segredos para engolir esperma sem nojo.

 
 

Você sabia que engolir esperma pode combater a depressão, regular o humor e diminuir em até 40% o risco de câncer?

 
 
 

“- Mentira, Verônica! ”

 
 
 

 “- Verdade, leitor. São dados cientificamente comprovados.”  A proveite bem!

 
 

E não para por aí: toda porra é rica em proteínas, sódio, colesterol e açúcares. O sêmen contém também hormônios como testosterona e estrogênio, e por isso atua como um antidepressivo natural, mantendo o bom humor nas alturas.

 
 

Sim, você leu bem!

 

Tirando, é claro, o risco de pegar doença (PELO AMOR A PICA, NÃO SAIA ENGOLINDO GOZO DE QUEM VOCÊ NÃO CONHECE), não faltam bons motivos para tomar o leitinho do boy, minha gente!

 

Ok,  não podemos julgar aqueles que têm nojinho, afinal essa é uma decisão que só cabe a quem está de boca cheia.

 
 

Mas é sempre bom ter em mente que engolir o sêmen tem uma profunda significância simbólica para o homem: engolir indica completa aceitação, enquanto cuspir é visto como uma rejeição.

 
 
 

Se você faz parte do grupo de “cuspidores”, antes de mais nada, entenda uma coisa: não existe essa bobagem de nojo entre um casal. Sexo é troca de fluidos.

 

Agora, se quer tornar o sexo oral uma experiência ainda melhor para seu parceiro, aqui vão sete dicas para vencer o reflexo e o sabor do esperma:

 
 

#1. Easy like sunday morning. Engula pela manhã!

 
 
 

Se o fato de engasgar é um obstáculo para que você consiga engolir esperma, saiba que esse reflexo é muito menos ativo pela manhã.

 

Dica: tente fazer sexo oral em seu parceiro logo que ele acordar, essa é a melhor hora para engolir esperma com um mínimo de reflexo.

 

#2. Engula tudo de uma vez só

 
 
 
 

A maior reclamação sobre o gosto do sêmen é que ele é amargo e salgado. As papilas gustativas em diferentes partes da língua são sensíveis a sabores específicos: doce na ponta da língua, salgado e azedo nas laterais, e amargo no fundo.

 
 

Na hora de engolir o sêmen, você pode minimizar o gosto desagradável tentando manter o liquido todo na parte da frente da boca e engolir tudo de uma vez. Garanta que o sêmen passe o mínimo de tempo possível parado no fundo da língua.

 
 

#3. Engula rápido

 
 

Tente engolir assim que ele gozar. Dessa maneira, você evita que o esperma fique mais pegajoso.

 
 

Sabia que o esperma fica mais grudento quando entra em contato com líquidos? Portanto, nunca deixe que ele caia em seus olhos. Lembre-se de que quanto mais se molha, mais grudento fica.

 
 
 

#4. Use a técnica milenar da garganta profunda

 
 
 

Quando você abocanha profundamente o pênis do seu parceiro, a cabeça dele fica tão dentro da sua boca que a ejaculação ultrapassa as papilas responsáveis pelo gosto amargo, no fundo da língua.

 
 


Conforme seu parceiro se aproxima do momento de gozar, coloque o pênis dele o mais fundo na sua garganta que conseguir.

 
 

#5. Pêra, uva maça, salada mista: escolha o sabor do seu lubrificante

 
 

Existem diversos lubrificantes com sabor disponíveis que podem ajudar a camuflar o gosto amargo do esperma. Escolha o sabor que mais te agrada e aplique uma quantidade generosa por todo o pênis antes de enfiar na sua boca.

 
 

Além de amenizar o gosto ruim, essa dica vai facilitar o sexo oral (especialmente no fundo da garganta), pois você não precisará produzir toda lubrificação sozinho.

 

#6. Chupe uma bala

 

Experimente chupar uma bala de menta, tic tac ou uma pastilha para tosse logo antes de cair de boca. Essas balas vão disfarçar o gosto do sêmen quando ele ejacular.
Além disso, muitos homens gostam da sensação de formigamento que a menta ou o mentol causam em seu pênis.

 
 


#7. Deixe algo para tomar do lado da cama

 
 

Uma maneira de não sentir o gosto do sêmen quando você o engole é beber algo logo após o “procedimento”.
Depois que ele ejacular, simplesmente pegue o copo de água que está no criado mudo e tome uns goles. Tente não mover muito sua cabeça, a não ser colocá-la para trás, para minimizar o efeito do gosto.
Engolindo o esperma dessa forma, corretamente, você nunca vai sentir o sabor. #ficaadica


Alimentação

 
 
 

Uma coisa é certa: a alimentação pode mudar o gosto do esperma. Comidas tipo carne vermelha, alho, cebola e café podem deixá-lo amargo e ácido. Já os alimentos que naturalmente contêm açúcar, como frutas, podem deixá-lo mais doce.

 

Cuspir ou engolir?

 
 

Imagine que o seu homem está no maior tesão e você corta esse momento com nojinhos, correndo para cuspir, ou faz a louca indelicada cuspindo no chão. Corta clima total, não é mesmo?
Se você não consegue/ não gosta/ sente muito nojo/ não tem a menor vontade de engolir, ok. Está no seu direito. Sexo deve ser bom para ambas as partes, sempre. Agora, tente de alguma forma avisar o boy para ele não gozar na sua boca.

 

*** Muito importante ***


Vale ressaltar mais uma vez que ingerir esperma aumenta as chances de transmissão de DST´s. Por isso, engula apenas se tiver plena confiança no parceiro.


Além de HIV, HPV e herpes labial, outras tantas doenças podem ser transmitidas pelo sêmen. O ideal é que você e seu parceiro façam exames periódicos para atestar a isenção de qualquer problema.
Não esqueça: saúde em primeiro lugar!


Qual é a sua opinião?


E você, o que acha? Já engoliu o gozo de alguém? Gosta de engolir? Nunca fez e não pode nem pensar a respeito?

Quero saber a sua opinião! Deixe um comentário abaixo deste post ??




Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (2) Comente aqui!

2 comentários:

  1. Morro de vontade nos últimos tempos, mas sou HIV+ e sexo sem preservativo, nem pensar! Ótima matéria, mas sinto falta de mais enfoque em coisas que nem todos falam com sinceridade, como as relações entre parceiros eventuais, que não querem ou nem dá tempo... de falar sobre HIV, hepatites B e C, Sífilis, entre outras. Lutar contra o preconceito, tbm é ter vida sexual... relações sexuais com responsabilidade (leia-se PRESERVATIVO!)

    ResponderExcluir
  2. Anonimo, obrigado pelo seu comentário e opinião. Eventualmente, postamos sobre algumas doenças sexuais e a evolução da medicina no tratamento dessas doenças. O acesso também na saúde publica e endereços também foram postadas. Quando surgirem novidades no tramento e remédios, iremos postar assim que surgirem. Obrigado pela participação!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...