Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Vinte Pessoas são presas na Tanzânia por serem Homossexuais!

 
 
 
Vinte pessoas foram presas neste sábado (16) no arquipélago de Zanzibar, região semi-autônoma sob controle do governo da Tanzânia. Os presos são acusados de serem homossexuais, o que é crime no país. A informação é da polícia local.

Ao todo, 12 mulheres e oito homens foram presos. Eles estavam em um hotel, onde participavam de um treinamento sobre a prevenção ao HIV/Aids.

No começo do ano, o governo da Tanzânia proibiu que clínicas privadas oferecessem tratamento para o HIV/Aids. A alegação era de que o serviço encorajava o sexo gay.

O sexo gay entre homens é punido com até 30 anos de cadeia no país.

“Eles estão envolvidos em práticas homossexuais. Nós os prendemos e estamos ocupados interrogando-os neste momento. A polícia não pode fazer vista grossa para esta prática”, disse no sábado à TV estatal do país o chefe da polícia local, Hassan Ali Nasri.

Na última sexta-feira, um dirigente do Ministério da Saúde local prometeu ao Congresso do país “lutar com todas as nossas forças contra os grupos que promovem a homossexualidade”, segundo a agência AFP.

Em julho de 2016, o governo também baniu a importação e as vendas de lubrificantes sexuais. O ministro da Saúde disse à época que este tipo de produto encorajava a prática homossexual e, portanto, disseminava o vírus do HIV.

Apesar da proibição, a população da Tanzânia era uma das mais tolerantes com a homossexualidade até recentemente. Isto começou a mudar quando o governo assumiu um discurso anti-gay mais radical, dizem correspondentes estrangeiros no país.
 
 

Alerta: Autoridades francesas afirmam que evitaram ataque a bar gay em Paris.

 
 
 
Durante uma conferência na Assembleia Nacional Francesa, o Ministro do Interior Gerard Collomb revelou que as autoridades francesas impediram um ataque terrorista em uma bar gay em Paris na noite de 22 de agosto. Segundo Collomb, “um plano de ação violento” estava pretendendo atacar “bares noturnos de Paris e em particular bares gays”. Nenhum detalhe maior foi dado, mas o ministro disse que “a ameaça continua alta”.

Desde janeiro, contando com mais esse recente atentado frustrado, foram 12 ataques terroristas evitados pelo governo francês. A França passa por um período delicado, com 14 atentados realizados e mais de 200 mortos desde 2015. Em um dos ataques, os alvos foram bares noturnos, resultando em pelo menos 120 vítimas fatais.
 
Ainda, em relação ao atentado ter como objetivo as casas noturnas gays, todos lembram do ataque ocorrido nos Estados Unidos em 2016 na boate gay Pulse. O ato ficou conhecido como o pior ataque a tiros da história dos Estados Unidos, com 50 mortes e 53 feridos.
 
Para o ministro francês, o propósito do grupo terrorista do Estado Islâmico ao atingir os bares gays foi de “dividir a comunidade nacional e criar confronto entre os franceses”. Ele declarou que essa é uma armadilha na qual a França não deve cair.

Deixem as bee dançar Beyoncé em paz, por favor!
 

Cancelamento de exposição LGBT repercute na imprensa internacional.

 
 
 
O cancelamento da exposição Queermuseu – Cartografias da diferença na arte brasileira, em cartaz desde o dia 14 de agosto, não só repercutiu no Brasil como também internacionalmente. Vários sites no exterior comentaram o fechamento antes do tempo da mostra realizada pelo Santander Cultural, em Porto Alegre, que foi encerrada no último domingo (10), sendo que a data original era 8 de outubro.

O fechamento precoce aconteceu após grupos liderados pelo Movimento Brasil Livre (MBL) organizarem protestos contra a exposição, acusada de blasfêmia e incentivar práticas como a zoofilia e a pedofilia em suas obras.

O jornal britânico “The Guardian” classificou o episódio como uma “tempestade sobre liberdade artística e censura irrompeu no Brasil”, além de afirmar que o cancelamento foi fruto de uma “campanha da extrema direita.” Alegando ainda que o MBL é apoiado por cristãos evangélicos.

Já o norte-americano “The New York Times” destacou a nota publicada pelo Santander Cultural e o movimento de críticos que pedem para que os organizadores devolvam os R$ 800 mil ao governo, já que a exposição foi concretizada através de incentivos da Lei Rouanet.

O “The Washington Post” também ressaltou o pedido dos contrários a mostra, que exigem a devolução do incentivo e cita o protesto convocado por apoiadores, que acham o cancelamento uma afronta a liberdade de expressão.

Com curadoria de Gaudêncio Fidelis, a seleção contava com 270 obras em diferentes formatos para abordar a temática sexual, que mesclavam trabalhos abstratos e explícitos, assinados por 85 artistas, dentre eles: Adriana Varejão, Cândido Portinari, Ligia Clark, Yuri Firmesa e Leonilson.

No domingo, o espaço cultural divulgou uma nota comunicando o fechamento da exposição. “Ouvimos as manifestações e entendemos que algumas das obras da exposição ‘Queermuseu’ desrespeitavam símbolos, crenças e pessoas, o que não está em linha com a nossa visão de mundo”, dizia o texto.

Exposição suspensa no RS por homofobia pode reabrir em Belo Horizonte.

 
A exposição 'Queermuseu', no Santander Cultural, em Porto Alegre.
 
Mostra Queermuseu, sobre diversidade sexual, tinha 270 trabalhos de 85 artistas e foi cancelada pelo Santander após protestos de fundamentalistas.

A exposição 'Queermuseu – Cartografias da diferença na arte brasileira', que foi cancelada em Porto Alegre (RS) no último domingo, 10, por conta de homofobia, pode reabrir em Belo Horizonte. O secretário de cultura de BH, Juca Ferreira, confirmou que foi procurado na manhã desta terça-feira, 12, por um gestor cultural da capital gaúcha próximo ao curador do evento, Gaudêncio Fidelis.

Na conversa, a possibilidade de BH receber a exposição foi levantada. “Vejo com bons olhos, até por ter tradição de lutar contra qualquer tipo de censura e restrição, mas a conversa não avançou”, afirmou Ferreira, que foi ministro da Cultura entre 2008 e 2010. Cauteloso, diz ser necessário analisar os custos e a viabilidade de organizar o evento.

A exposição tinha 270 trabalhos de 85 artistas que abordavam a temática LGBT, questões de gênero e de diversidade. Algumas obras retratavam cenas de zoofilia e criticavam símbolos religiosos, tendo sido alvo de homofobia. Entre os artistas presentes, havia nomes como Alfredo Volpi, Cândido Portinari e Ligia Clark. A mostra foi viabilizada pela captação de R$ 800 mil por meio da Lei Rouanet e iria até 8 de outubro.

Em nota, o Santander Cultural afirmou que cancelou a exposição porque entendeu que algumas obras "desrespeitavam símbolos, crenças e pessoas". "Quando a arte não é capaz de gerar inclusão e reflexão positiva, perde seu propósito maior, que é elevar a condição humana".
 

Após ser censurada em Jundiaí, peça com Jesus trans é ovacionada em Rio Preto.

 
Peça 'O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu' foi apresentada em Rio Preto.
 
 
Centenas de pessoas foram ao teatro do Sesc de São José do Rio Preto (SP) para assistir à peça que traz Jesus interpretado por uma atriz transexual na noite de sábado (16). A apresentação foi realizada um dia depois da Justiça proibir a encenação da peça “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, no Sesc de Jundiaí.

Ao final da apresentação, o público ovacionou a atriz Renata Carvalho e aplaudiu de pé por mais de um minuto.

“A atriz é sensacional. A peça representa a realidade no Brasil. Nós não podemos deixar este assunto passar em branco. São trans, homossexuais e demais grupos que são oprimidos por pessoas conservadoras”, afirma Beatriz Menes Soares.
 
Centenas de pessoas acompanharam a peça em Rio Preto.
 
Antes da peça começar, foram distribuídos pequenos cálices de vinho e uma vela, para promover a ambientação do público.

Com pouco mais de uma hora, o monólogo da atriz retoma os ensinamentos da Bíblia a fim de valorizar mulheres, LGBTs, garotas de programa e pessoas negras.

“Eu acho sensacional ser uma transexual em cena, mas o preconceito das pessoas em relação à peça é um absurdo. A atriz é trans, mas ela é um ser humano, assim como eu ou você. A atriz merece respeito e a peça traz este assunto delicado, mas muito importante”, complementa Beatriz.


Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...