Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Ativistas pedem liberdade de LGBTs presos no Azerbaijão.

 
 
 
Grupos de ativistas apelaram no pedido para as autoridades do Azerbaijão que libertem as dezenas de pessoas LGBTs que relataram várias detenções e abusos no país. De acordo com os advogados de defesa das vítimas, estas pessoas tem sofrido agressões tanto físicas como verbais, além de ser forçados a exames médicos legais.

O grupo internacional de defesa dos direitos da comunidade LGBT, A ILGA lembra que a nação é conhecida pelos maus tratos com a população LGBT. “Não há justificação para visar desta forma, indiscriminadamente, pessoas que são consideradas membros da comunidade LGBT”, afirmou Evelyne Paradis, diretora executiva da ILGA.

“Estamos preocupados com o destino das vítimas destas rusgas, e apelamos à libertação imediata de todos que estejam ainda detidos”, completou ela em comunicado.

As autoridades do país do Cáucaso informaram que as prisões fazem parte de uma operação para combater a prostituição, revela o Grupo britânico de defesa dos direitos dos homossexuais, o Stonewall. Acredita-se que cerca de 50 LGBTs foram detidos nas últimas semanas, e este número tende a aumentar para centenas.

Para a agência APA, Eskhan Zakhidov, um porta-voz do ministro do interior negou que as minorias sejam o alvo das operações, e sim, indivíduos que ameaçavam a ordem pública.“Os detidos são pessoas que mostraram falta de respeito em relação a outros, incomodaram cidadãos e as autoridades de saúde acreditam que transportam doenças infecciosas”, disse.

Apesar da homossexualidade não ser crime no país, o Azerbaijão é considerado um dos piores lugares na Europa para a comunidade LGBT, como revela inquérito da ILGA. As detenções aconteceram após a declarada perseguição no país vizinho, a Tchetchênia, onde acredita-se que cerca de 100 homossexuais foram torturados.
 

Egito vai submeter homens presos por carregar bandeira colorida a exame anal.

 
Bandeira que remete ao movimento LGBT que foi levada em show no Egito foi motivo de caça aos homossexuais no país
 
Após grupo aparecer com bandeira que remete ao movimento LGBT em show de banda libanesa, uma caça aos homossexuais começou no país

A Anistia Internacional revelou neste sábado (30) que um grupo de homens egípcios que foram presos por “promover desvios sexuais” nas redes sociais terão de passar por um exame anal antes do julgamento, marcado para este domingo (1º).

As prisões foram decretadas na noite do dia 27 de setembro, após o grupo ser visto levando uma bandeira de arco-íris em um show da banda libanesa Mashrou' Leila, cujo vocalista é homossexual.  Após o ocorrido, uma forte repressão contra a homossexualidade foi iniciada. O exame anal, de acordo com a Autoridade de Medicina Forense, tem objetivo de indicar se os presos tiveram relações sexuais com pessoas do mesmo sexo

“A Anistia Internacional acredita que os exames violam a proibição de tortura e outros maus tratos segundo a lei internacional”, informou em nota. "O fato de o Ministério Público do Egito priorizar a caça de pessoas com base em sua aparente orientação sexual é absolutamente deplorável. Esses homens devem ser libertados imediatamente e incondicionalmente – não colocados em julgamento", afirmou Najia Bounaim, diretora de Campanhas para o Norte da África na Anistia Internacional.

Najia disse ainda que o uso de testes físicos invasivos nos detentos é um costume das autoridades egípcias, e que a prática equivale à torturas. Para ela, os planos para realizar esses testes devem ser interrompidos imediatamente.

Caça a homossexuais

A organização não governamental revelou também que desde o dia 22 de setembro, quando ocorreu o show da banda libanesa, diversas denúncias ocorreram sobre perseguições de autoridades a pessoas que mantém relações com pessoas do mesmo sexo. Após o grupo aparecer carregando a bandeira de arco-íris, uma forte pressão popular, inclusive da mídia local, pediu para que eles fossem devidamente punidos.
 

Casal faz a primeira “união gay neo-nazista” do mundo nos EUA.

 
 
 
Na contramão de qualquer coisa que você possa imaginar, o casal Matthew Brooks e Shawn Thomas oficializaram a união e uma casa particular com a presença de 62 convidados.

Até aí, tudo certo. A novidade é que esta foi oficialmente a primeira “união gay neo-nazista” no estado da Virgínia de acordo com os novos casados ?.

Os dois são membros do grupo de suprematização da Vanguard America, com sede na Virgínia, desde 2005. Nenhum porta-voz oficial da Vanguard America estava disponível para comentar o caso. E nem para questionar se os dois realmente estão fazendo valer a máxima de Adolf Hitler. Eu hein.
 

Apenas 1: Em breve, soropositivos poderão tomar medicamentos mensais e bimestrais.

 
 
 
O HIV não tem cura, no entanto, o tratamento existente é bastante eficaz, permitindo uma excelente qualidade de vida aos portadores do vírus. Pra se der uma ideia, muitos pacientes tomam apenas 1 comprimido ao dia. Uma junção de três composições diferentes, o Tenofovir, Efavirenz e Lamivudina.

Agora, médicos e cientistas estão em fase final de uma pesquisa que estuda a possibilidade de soropositivos tomarem apenas um medicamento mensal ou bimestral. A discussão veio à tona durante o Congresso Brasileiro de Infectologia, que aconteceu recentemente no Rio de Janeiro.

O projeto de estudos chamado Latte-2, tem sido pesquisado em diversas instituições de vários países, como Estados Unidos, Espanha, Bélgica, Alemanha, França, Canadá e Reino Unido.

Nos testes, patrocinados pelas farmacêuticas Janssen e GSK, 309 pacientes receberam injeções de Cabotegravir e Abacavir-lamivudina, em doses mensais e bimestrais. No experimento que durou dois anos, 87% dos pacientes que receberam as picadas mensais, ficaram com o vírus retido, mediante 94% daqueles que tomaram a dose bimestral.

Mas quando essa nova fórmula vai estar disponível? A data ainda não foi definida, no entanto, os pesquisadores afirmam que muito em breve. Porém, os novos medicamentos ainda necessitam passar por uma nova fase de testes em um número maior de pacientes. Vale lembrar que, os estudos que definiram a eficácia das novas drogas, demoraram em média dois anos. Portanto, o melhor remédio ainda é a prevenção. Até porque, como sabemos, além do HIV, existem diversas outras Doenças Sexualmente Transmissíveis. Camisinha, gente!

Polícia prende décimo suspeito no assassinato da travesti Dandara.

 
Travesti Dandara
 
 
A polícia cearense prendeu no último sábado (23), o décimo suspeito de ter participado do assassinato da travesti Dandara dos Santos, de 42 anos, em Fortaleza, no mês de fevereiro. O homem foi encontrado no município de Quixadá, região central do estado.

O criminoso foi preso pelo Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRAaio), no bairro Campo Velho, após denúncias indicarem que ele estava dando disparos com arma de fogo em via pública. Ao puxarem a ficha na delegacia, descobriram que ele já respondia ao processo pela morte de Dandara.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que o preso será conduzido para Fortaleza, onde será ouvido pelo delegado Bruno Ronchi, titular do 32º Distrito Policial e líder da investigação. Ele informou que o rapaz preso na última semana foi o responsável por instigar os outros evolvidos a cometerem o crime, passando a informação que a vítima cometia sucessivos roubos no bairro.

O caso da morte de Dandara dos Santos, chocou o Brasil e ganhou repercussão internacional, quando um vídeo começou a circular pelas redes sociais mostrando o momento em que espancam e torturam a travesti até a morte. O episódio comoveu o país e causou reação dos ativistas LGBTs do país e dá base para um projeto de lei que pretende transformar crimes de LGBTcídio em crime hediondo.
 

Vítima de homofobia, jovem de 19 anos é agredido com golpes de foice no Rio.

 
Jovem de 19 anos com ferimentos no rosto.
 
Um jovem foi agredido com golpes de foice na madrugada desta quinta-feira (28), em São Gonçalo. Segundo o rapaz, de 19 anos e que é drag queen, ele não estava vestido de sua personagem e disse que deixava uma lanchonete com um amigo, na praça do bairro Trindade, quando houve uma confusão após o jogo entre Flamengo e Cruzeiro. A vítima contou que levantou para ir embora e um homem começou a xingá-lo.

"Ele começou a gritar: viado, viado. Aí começou a brigar com meu amigo e, depois, veio um outro que jogou uma garrafa de cerveja na minha cabeça. Desmaiei e, quando acordei, tinha um homem em cima de mim com um foice e atingiu minha cabeça. Desmaiei de novo e um amigo se meteu para me retirar dali", contou o jovem.


Ombro do jovem de 19 anos também foi atingido.
 
O jovem estava no local em uma reunião com um amigo para falar detalhes de um concurso de Miss Gay, que será realizado em Niterói.

A vítima, que vai registrar o caso na delegacia neste sábado (30), contou que foi atendida em um posto de saúde de São Gonçalo, onde levou mais de 40 pontos na cabeça, no ombro e nos braços.



Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...