Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

Meu namorado é ciumento e possessivo. Como lidar?




Claro que um pouco de ciúme de vez em quando é bom. Dá aquela apimentada na relação. E até faz bem para o ego… Mas, veja bem: eu disse um pouco!

Imaginemos uma cena comum: o seu celular toca. É uma mensagem no WhatsApp. Você lê e esboça um sorriso. Ele fica incomodado pensando que, claro, só pode ser de um outro cara.

Tá, e se fosse? Talvez você pudesse mesmo querer sair com outro homem. Talvez você não tenha mais amor ou tesão por ele, e o relacionamento esteja com os dias contados.

A minha dúvida é: será mesmo que o ciúme doentio seria capaz de evitar tudo isso?

Claro que não! A menos que ele mantenha você trancado dentro de casa, e sem acesso à internet, nada mudaria. Você se interessaria, igualmente, por outro boy. E ele levaria, igualmente, um belo par de cornos.

Bom, eu sou da teoria que quem quer trair dá um jeito. Perto ou longe, sendo controlado ou não. É impossível evitar o inevitável.

O que faz, sim, toda diferença é um sentimento que deveria existir em toda relação: a confiança.

Você confia no seu namorado, e ele em você? Pronto! Não há porque temer uma traição. Não há porque ter ciúmes.

Ciúmes é prova de amor ou de insegurança?

Dizem que ciúmes é prova de amor. Eu não concordo. Para mim ciúmes é falta de segurança. Falta de confiança. Falta de autoestima. É desejo de exclusividade. É egoísmo. Tudo, menos amor.

Porque quem ama quer ver o outro feliz, livre, desfrutando de todo o seu potencial. Quem ama entende que certos momentos só com os amigos são necessários, e que nem sempre é possível responder uma mensagem ou ligação na mesma hora.

Agora, quem é possessivo se torna tão egoísta ao ponto de esquecer do bem-estar do parceiro, controlando os seus passos e invadindo a sua privacidade. E o que era para ser o tal “tempero do amor” se transforma em mágoa e aprisionamento.

Sabe como termina essa história, né? Quando alguém está em um relacionamento com um cara extremamente ciumento e controlador, cedo ou tarde vai se sentir infeliz e sufocado. Como resultado, começará a perder o interesse e a atração pelo namorado. Vejam que o ciúmes acaba tendo um efeito reverso.

Por isso, se você lida com o ciúmes excessivo do seu boy frequentemente, talvez seja hora de ter uma conversa séria.

É necessário se impor, sem ser agressivo, e deixar claro que ele precisa te respeitar e acreditar no amor que você sente. Sem ter essa certeza, nenhum relacionamento pode ter algum tipo de futuro.

Ao mesmo tempo, é importante se certificar de que o ciúme do parceiro não é fundamentado pela sua postura. Faça uma autorreflexão honesta aqui:

– Você dá motivos para que ele esteja se queixando? 
– Você é sincero e transparente em relação aos seus sentimentos, seus planos, suas atitudes?

Feito isso, é recomendável que você identifique a causa do comportamento dele. Mesmo que as pessoas e as situações sejam diferentes, há certas origens do problema que são comuns, e compreendê-las pode ajudar a lidar com um homem ciumento:

Ele se sente inseguro

Se o boy teve uma experiência desagradável no passado, provavelmente ele será mais ciumento do que o normal com você. Ou, se ele sente que suas necessidades são atendidas, isso pode levar a ataques emocionais ou crises de ciúme.
Ele sente que você é areia demais para o seu caminhão

Se o boy não sente que está à sua altura ou à altura dos seus admiradores, também vai ter ciúme. Esse senso de inadequação pode ser intelectual, físico, sexual, financeiro ou relacionado a qualquer outro padrão pelos quais as pessoas tendem a fazer comparações ou julgamentos.
Ele é possessivo

Algumas pessoas podem ser muito emocionalmente dependentes em um relacionamento, ao ponto de considerar o parceiro como sua “propriedade”. Funciona mais ou menos assim: se um boy possessivo vê o seu namorado chegando perto de outros, toma isso como uma violação dos seus direitos. E, obviamente, fica louco de raiva.
Já sabe qual em qual caso ele se encaixa?

Lembre-se: ninguém pode resolver um problema sem antes saber qual é!

Descobrir os motivos pelos quais o seu companheiro está sentindo ciúmes será fundamental para que as coisas mudem. Converse com ele para entender as suas razões e ajude no que puder para melhorar essa situação.

Como você pode ajudá-lo? Aqui algumas dicas:

#1. Alimente a segurança de dele

É de segurança que ele precisa? Então, é segurança que você vai dar!

Reafirme o seu amor por ele sempre que possível, e, quando puder, também ofereça alguma tipo de mimo. Agrade e faça com que ele se sinta especial, amado e seguro.

Use cada oportunidade para dizer ao seu boy o quanto o ama e porque não gostaria de estar com mais ninguém além dele. Isso é particularmente útil quando o ciúme nasce de sentimentos de inadequação, real ou percebida. Tenha certeza de fazer muitos elogios e de falar sobre o futuro lindo que estão buscando compartilhar um com outro.

#2. Evite mentiras

Seja quais forem elas, grandes ou pequenas. Até mesmo aquelas que você pensa que são inofensivas. Seu namorado ciumento já se sente inseguro no relacionamento. Imagine se descobrir alguma mentira vindo de você?

Não esconda nada dele, isso irá apenas criar tensão e provavelmente será mais um motivo para começar uma discussão e uma briga.

#3. Tome cuidado com as redes sociais

Não precisa parar de usar, e nem deve. Mas é bom manter um bom senso. Evite ficar curtindo fotos daquele boy descamisado. Também não fique de conversa com aquele outro que ele morre de ciúmes.

E lembre-se: redes sociais são públicas. Se o seu namorado é ciumento mesmo, ele certamente também é stalker e está ciente de tudo que você faz por lá.

#4. Estabeleça limites

Vamos esclarecer uma coisa: esse papo de “eu não deixo você sair sozinho” não existe. Você não é sua propriedade, você não é uma criança. Logo, as suas decisões cabem somente a você.

Claro que, em um relacionamento, o ideal é sempre pensar como dois e chegar a um consenso. Mas isso deve acontecer de maneira voluntária, não autoritária.

Não deixe, em hipótese alguma, que o seu namorado ciumento proíba você de fazer coisas que você gosta. Enjaular o outro jamais fará bem ao relacionamento.

Por mais que ele encare isso como uma prova de amor, trata-se, na verdade, de uma prisão. É importante que cada um tenha seu espaço e sua liberdade para andar com as próprias pernas.

#5. Preze pela sua privacidade

Tem gente que pensa que é normal compartilhar senhas de e-mail, de celular e redes sociais com o namorado. Se isso é certo ou errado, se funciona ou não, vai de cada casal. Eu, particularmente, acho que não é saudável e só incentiva o ciúme excessivo.

Assim como também não acho normal que um boy leia todas as suas conversas no WhatsApp com as outras pessoas.

Entenda uma coisa: deixar que o outro invada a sua privacidade não é prova de fidelidade, muito menos prova de amor. Isso só alimenta a paranoia e incentiva a busca incessante por informações que às vezes nem existem. Pense bem!

#6. Não faça comparações

Tem gente que curte atirar no próprio pé. Sim, ou você acha que comparar o seu boy com outro não é praticamente um suicídio? Principalmente se o outro for mais bonito, mais inteligente, com a rola maior – ou seja lá qual for o predicado.

Fazendo isso, você alimenta a semente da competição dentro da cabeça dele. Além de, claro, fazer com que ele se sinta inferior e inseguro.

Então, já sabe: nada de comparações! Principalmente se você for elogiar outro boy com uma característica que o seu não tem.

#7. Não percam a vida social

Para finalizar, um alerta bem importante: não se afastem do convívio social.

Converse com ele sobre a importância da presença de outras pessoas na vida de vocês. Ter amigos e contato com a família é fundamental, além de ser muito saudável para o relacionamento.

Sair com outras pessoas não significa que você está “abandonando” o seu boy: significa apenas que você é alguém normal.

E isso vale para os dois lados. Ele também precisa ter uma vida própria. Assim, se manterá mais ocupado e menos focado na sua.

Por isso, incentive novos trabalhos, novos projetos, novos amigos, novos interesses, exercícios físicos… Vão ser mudanças positivas para você e, principalmente, para ele.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...