Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Estados Unidos registram aumento de 37% de apoio ao casamento gay em 20 anos.




Um levantamento realizado pela Associação Internacional de Gays e Lésbicas (ILGA) apontou um crescimento de 37% no apoio ao casamento homoafetivo nos Estados Unidos nos últimos 20 anos. Os dados saltaram de 27% em 1996 para 64% em 2017. Avanço mais rápido que a aceitação do casamento inter-racial na década de 1960.

A pesquisa ainda constatou que os cidadãos estadunidenses são menos interessados com os direitos LGBTs, em comparação a Argentina, Brasil, Chile e México, que costumam ser mais engajados em questões comuns à comunidade LGBT.

Na contramão dos seus vizinhos do norte, Angola, Gana, Quênia e Moçambique costumam ser mais liberais quando o assunto é apoio à diversidade, o que não acontece em lugares como Argélia, Egito e Marrocos.

Justiça da Alemanha libera registro de pessoas como “terceiro gênero”.


Bandeira do Orgulho Não-binário 


A partir de agora pessoas poderão ser registradas como um “terceiro gênero” na Alemanha. O Tribunal Constitucional Federal solicitou um pedido ao governo, nesta quarta-feira (08), para que haja a opção de “intersexual” ou “diverso”, além do masculino e feminino, na certidão de nascimento.

A decisão tomou como base o direito constitucional à proteção da personalidade das pessoas que não se consideram nem como homem e nem como mulher, para que possam inscrever a sua certidão de nascimento de maneira positiva no seu registro. A Câmara dos Deputados do país tem até o fim de 2018 para tornar legal a sentença.

O pedido acontece após a denúncia de uma pessoa intersexual, que brigou pelo direito de não ser registrada com nenhum dos dois sexos binários. A pessoa em questão estava inscrita no cartório civil como mulher, mas conseguiu comprovar a partir de exames feitos com seus cromossomos que atestavam que ela não podia ser considerada nem como o sexo masculino e nem com o feminino.

Vale lembrar que em 2013, uma reforma legal, passou a permitir que pais de recém-nascidos não registrassem obrigatoriamente seus filhos como mulheres ou homens no cartório civil se não podiam determinar com clareza seu gênero.

Masp recua de censura e vai deixar menores de 18 verem "Histórias da sexualidade".


Sem ti´tulo (1971), de José Antônio da Silva 


O Masp anunciou hoje (7) que voltou atrás em sua decisão de proibir a entrada de menores de 18 anos na exposição "Histórias da sexualidade" — uma restrição inédita nos 70 anos do museu.

A partir de amanhã, menores poderão visitar a exposição, desde que acompanhados dos pais ou responsáveis.

O motivo do recuo foi uma nota técnica da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, órgão do Ministério Público Federal, publicada ontem. A nota afirma que o próprio órgão do Ministério da Justiça encarregado de fazer a classificação indicativa para a TV estabelece que "a NUDEZ NÃO-ERÓTICA (exposta sem apelo sexual, tal como em contexto científico, artístico ou cultural) NÃO torna o conteúdo impróprio para crianças, mesmo as menores de 10 anos".

Ainda de acordo com a nota técnica, "segundo a Constituição e o ECA, a classificação etária possui natureza meramente indicativa, pois está voltada a garantir às pessoas e às famílias conhecimento prévio para escolher diversões e espetáculos públicos que julguem adequados".

Por isso, continua a nota técnica, "não cabe ao Estado (nem aos promotores do espetáculo ou diversão) impedir o acesso de crianças ou adolescentes a eventos classificados como 'inadequados' à sua faixa etária, especialmente quando estejam elas acompanhadas por seus pais ou responsáveis".


Semio´tica Gay, um estudo fotogra´fico do co´digo visual entre homens homossexuais - se´rie “Moda de rua” (1977/2015), de Hal Fischer 

A censura a menores numa exposição nunca havia ocorrido antes da gestão de Heitor Martins como presidente do Masp e foi imposta após as reações a uma exposição sobre sexualidade em Porto Alegre a uma perfomance no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Para justificar a restrição, o Masp evocou uma portaria do Ministério da Justiça segundo a qual menores não podem acessar a “diversão ou espetáculo” com classificação etária de 18 anos.

Hoje, em nota, o Masp anunciou que "revisou a
classificação etária de 18 anos para a exposição Histórias da
Sexualidade, que deixa de ser restritiva e passa a ser indicativa".

"Desse modo, menores de 18 anos poderão visitar a exposição desde que acompanhados por seus pais ou responsáveis."

"Histórias da sexualidade" conta com cerca de 300 obras — pinturas, fotos, esculturas, textos e vídeos —, entre peças do acervo do Masp e outras reunidas apenas para a exposição, que vai até 14 de fevereiro do ano que vem.

Fifa multa CBF por causa de gritos homofóbicos em jogos do Brasil.




A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi condenada a pagar uma multa no valor de 10 mil francos suíços (cerca de R$ 32 mil) por causa de gritos homofóbicos vindos da plateia, nos últimos jogos da seleção brasileira, que fazem parte das eliminatórias para a Copa do Mundo.

A decisão foi divulgada pela Fifa nesta terça-feira (07), na qual informou as sanções das últimas partidas. Em comunicado, a instituição afirmou que a punição aconteceu por causa da “conduta imprópria entre os espectadores” na disputa contra o Chile, no Allianz Parque. 

Com esta, a CBF acumula cinco penalidades aplicadas ao Brasil, por causa do mesmo comportamento. Nas outras ocasiões, a confederação foi multada em 20 mil francos suíços (R$ 63 mil), 25 mil francos suíços (R$ 79 mil) e duas vezes em 10 mil francos suíços (R$ 32 mil).

Os torcedores brasileiros cantaram em coro xingamentos como “bicha”, em estádios de Manaus, Natal, São Paulo e Porto Alegre, em jogos contra Colômbia, Bolívia, Paraguai e Equador, respectivamente. A má conduta já causou um prejuízo em torno R$ 240 mil aos cofres da CBF. As ofensas do público pagante muitas vezes é direcionada aos goleiros adversários.

Pai mata Filho de 14 anos após descobrir que o Garoto era Gay.




Um homem foi preso após ter matado o filho com um tiro após descobrir que o garoto era gay. Giovanni Melton, um jovem de 14 anos de Henderson, nos Estados Unidos, foi morto pelo pai, Wendell Melton, enquanto os dois discutiam na tarde de quinta-feira (2). As informações são do Mail Online.

“Ele odiava o fato de que seu filho era gay”, disse a mãe adotiva de Giovanni, Sonia Jones, aos policiais. “Eu tenho certeza que na cabeça dele, ele preferia ter um filho morto do que um filho gay.”

Policiais foram até o apartamento após receberam reclamações dos vizinhos, e quando chegaram ao local encontraram Giovanni gravemente ferido. Ele foi levado ao hospital mas não resistiu aos ferimentos.

Wendell foi preso na sexta (3) sob acusações de homicídio, abuso de menor e posse ilegal de arma de fogo. Não se sabe se ele será acusado também por crime de ódio.

Jovem morre após defender irmã transexual de agressor em SP.


Irmão de Lorena Vicente foi espancado até a morte por agressor 


Um jovem foi brutalmente espancado até a morte em uma praça da zona Sul de São Paulo, após sair em defesa da sua irmã transexual que sofreu discriminação e agressão de um rapaz, nesta quarta-feira (08).

Lorena Vicente estava no local para usar o wi-fi público, disponível na rua, quando foi surpreendida pelo agressor, identificado como Luiz Carlos da Silva Mariano, de 18 anos, que começou a insultá-la por causa da sua identidade de gênero e chegou a jogar uma bicicleta contra ela.

Ao ver a situação, Petherson Roberto dos Santos, de 24 anos, que estava em uma feira próxima ao local com o seu pai, começou a discutir com Mariano, entrando em luta corporal com o acusado, logo depois.

“Ele ameaçou jogar a bicicleta em cima de mim e o meu irmão foi cobrar. Falar para ele respeitar, né. Só que aí ele veio, já começaram a discutir e entraram em luta corporal”, explicou Lorena em entrevista à TV Globo.

A polícia investiga o crime pelo 92º Distrito com a discriminação como motivação do crime. “Ele é procurado como autor, tem testemunhas oculares, o amigo dele que estava junto com ele tentou evitar o crime, mas não conseguiu”, contou o delegado Luís Roberto Hellmeister.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...