Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

8 dicas que todo ativo deveria aprender para a hora H.



Quando o assunto é sexo gay, muitos acham que o ativo acaba levando vantagem na hora H. Afinal, não é preciso se preocupar em fazer a “chuca”... 




...em revolucionar o mundo do parceiro com posições inusitadas, nem mesmo gastar muita energia durante o sexo. 






No entanto, a história não é bem assim, e os ativos sabem bem a pressão que carregam nas costas! 



Seja para não broxar, seja para não dar nenhuma bola fora na hora de transar, que tal conferir nossas dicas? Se você se considera ativo, não pode deixar de ler estas 8 dicas:



1. Nojinho? Desaquenda dessa frescura!



Não é porque você é ativo que precisa exigir de seu parceiro uma “chuca” infalível. Por mais precavido que ele seja, acidentes acontecem e é preciso saber lidar com eles. 




Não seja insensível e procure deixar o parceiro à vontade. Basta um pulo no banho e está tudo resolvido! E não se esqueça que você também precisa estar com a higiene em dia!



2. Capriche nas preliminares, ainda que o sexo seja selvagem.





Não importa se a pegação está no maior clima de selvageria: é sempre preciso caprichar nas preliminares! 







A maioria dos ativos acha que sua função é só chegar lá e penetrar o ânus do parceiro, mas seu papel vai muito além disso. 




Para ser um sexo inesquecível, trabalhe nas preliminares até seu parceiro não aguentar mais de tesão e te implorar para que você o penetre.





3. Tenha paciência com o parceiro. Nada de queimar a largada! 



Da mesma forma, é preciso ter paciência. Nada de querer enfiar tudo de uma vez e achar que isso não vai machucar o parceiro. Comece aos poucos e, com a ajuda de lubrificante, certifique-se de que seu parceiro está completamente confortável. Se ele pedir para parar, apenas pare! Nada de insistir!



4. Sexo gay também exige ambientação.



Não são só os casais heterossexuais que aproveitam melhor o sexo em ambientes com clima romântico. Meia luz, velas e até mesmo uma boa música (segue aqui nossa sugestão de playlist) podem ajudar muito nessa hora!



5. Seja o diretor de toda ação: saiba como dominar o parceiro.




Até pela natureza da posição, normalmente o ativo exerce um desempenho de maior domínio sobre o parceiro na hora do sexo. 





Isso significa que você dita algumas das regras, propõe novas posições, e controla o parceiro.





6. Tamanho só é documento se você não souber o que fazer com o pênis.



Você é neurado com o tamanho do seu pênis? Preocupe-se mais em satisfazer o parceiro do que com sua grossura ou comprimento. 





Acredite: se você não souber muito bem o que fazer na hora a H, não vai adiantar muito ter um pau grande. Pode até impressionar, mas não vai tornar o sexo inesquecível.




7. Sabia que seu parceiro tem um ponto G? Encontre maneiras de estimulá-lo.



O ponto G de seu parceiro fica na próstata, e é possível estimulá-lo com os dedos e com o pênis. Para encontrar o ponto, imagine que seu parceiro está deitado de barriga para cima. 





Ao penetrá-lo com o dedo, o ponto G fica na parte interna superior, a cerca de 5 centímetros do ânus. A textura é um pouco diferente e a localização pode variar um pouco para cada pessoa, então “mãos à massa” e vá explorar o corpo de seu parceiro!




8. Atenção para estímulos sensoriais negligenciados.



Não seja frio na cama: procure estimular seu parceiro de todas as formas possíveis e imagináveis. 



Seu papel vai muito além da simples penetração! Para isso, explore os sentidos negligenciados de seu parceiro. Respire no pescoço dele, fale grosso em seu ouvido, assopre sua pele durante o beijo grego, etc. Todos esses detalhes fazem muita diferença na hora H!






Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...