Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

Ativos, passivos e versáteis.


Basta você entrar em uma sala de bate papo que você verá a quantidade de gays que as vezes antes de qualquer outra pergunta, vão logo querendo saber se o cara é ativo ou passivo.



Mas não pense que isso é pura superficialidade não, pois no nosso mundo gay é importantíssimo saber se aquele cara que pretendemos nos envolver é ativo, passivo ou versátil, visto que não é igual ao mundo hétero onde o homem e a mulher já sabem a função que devem desempenhar.




Ativos.



Os ativos geralmente são bem másculos e passam quase despercebidos como héteros.





Esperasse que os ativos não tenham pinta nenhuma de gay. Eles são quase héteros que transam com homens, se é que isso é possível.





Em um relacionamento o ativo se ver como o homem da relação, e preferem garotos mais meigos e com alguma caracteristica feminina, mostrando que ali o macho é ele!



Eles gostam de seduzir como um perfeito garanhão, pagando cinema, dando presentes, seduzindo sua "fêmea".




Passivos.



Os passivos são a maioria dos gays.






A maioria dos caras gays gostam mesmo é de se sentirem mulheres com seu macho que o penetra e o faz "fêmea".










É bem mais fácil perceber que um cara é passivo, ele geralmente é afeminado, tem trejeitos femininos e gosta de se sentir a mulher da relação.







Gostam de homens que paguem o cinema, abrem a porta do carro e mostrem a todo tempo que eles são "o sexo frágil" e que precisa de alguém que cuide deles e os proteja.



Versáteis.



Qual gay que quando olhou um casal gay sem trejeitos na boate nunca se perguntou: “Quem é o ativo e quem é o passivo da relação?”






Eu confesso que já manifestei essa curiosidade pela intimidade alheia. Já fui surpreendido algumas vezes com revelações de casais, obvio que eu não tive a cara de pau de ir lá e perguntar, essas revelações foram espontâneas.





Muitos gays também são versáteis, eles curtem tudo e por isso pra eles a coisa é ainda mais fácil, pois assim eles não precisam ficar perguntando se o cara é ativo ou passivo, o que vier é lucro!






Os versáteis quando são verdadeiramente versáteis vivem sem preocupação, esses se permitem conhecer pessoas sem as neuras da hora “H”, mas apesar de curtirem o sexo homo na sua plenitude evidentemente se reservam ao direito de terem o seu biótipo preferencial, aliás, como todos os outros. 







Bom mesmo é ser bem resolvido com a sua posição, mas acho válido que este tipo de informação seja passada no inicio do relacionamento até como forma de praticidade, afinal quem não é versátil não vai gostar nem um pouco de ter certas surpresas na hora de ir pros finalmente.







No mundo da sexo, os termos principais são ativo, passivo e versátil utilizados como uma espécie de identidade ou marca para a escolha do parceiro (claro que estou falando de sexo casual). 





Mas, o que sempre acontece são as colocações de termos intermediários como o versátil/ativo ou versátil/passivo. 






Na verdade essas colocações se fazem desnecessárias: ativo (o que pratica a ação), passivo (o que sofre a ação) e versátil (pratica e sofre a ação), se prestarmos bem atenção é igual á regra gramatical das vozes dos verbos: voz ativa quando o sujeito pratica a ação, voz passiva quando sofre e voz reflexiva – pratica e sofre. 








Até entendo, tem muitos caras que tem vergonha de dizer que gostam de dar e vem com esse papo de versátil/ativo. 









Melhor mesmo é pintar uma real e dizer o que gosta de fazer na lata galera... GOZAR É O QUE VALE.








Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (8) Comente aqui!

8 comentários:

  1. Que texto horrível! Quanto senso comum, quanta generalização estupida, que não condiz com a realidade. Que mundo que essa pessoa vive? Esse blog já foi melhor. Isso é um completo desserviço.


    ResponderExcluir
  2. Nossa Andy. Já li muito muita coisa interessante aqui no blog, mas esse texto é um desserviço geral. De onde você retirou isso? Apaga que está horrível, não condiz em nada com o perfil do blog e com o bom trabalho de vocês. É preconceituoso, esteriotipado, ultrapassado. Parece um professor dos anos 80 descrevendo homossexuais para uma turma de 8a serie.

    ResponderExcluir
  3. Amigos, nao vi nenhum mau no texto ( apesar de que foi retirado da net).
    Não vamos gerneralizar, okay? Ora, existem, sim preconceitos contra os passivos. Os termos ativo , passivo e versatil foram criadas para distinguir as preferencias sexuais. Se um ativo, não quer ser passivo/versatil, não são obrigados a serem. Convenhamos que temos os passivos masculos e os passivos ``femininos``, o que não podemos generalizar.O texto mesmo diz que são desnecessarias essas colocações, porque são ROTULOS, ou seja, que a diferenciação ocorre quando perguntamos se o pretendente e´ ativo , passivo ou versatil, nos chats da vida. Conclui o texto que importa termos prazer nessas relações.

    ResponderExcluir
  4. Recomendo, tambem, que leia a coluna HOOSSEXUALIDADE que e´ um complemento da complexidade desta questão, que podem ser mal interpretadas, que, não foi a nossa intenção.

    ResponderExcluir
  5. Nossa... Achei bem machista.
    Já vi muito cara super afeminado que era somente ativo. É também conheço muitos que nem parecem gays e são só passivos. Acho que esse texto ficou muito rotulado. Não é uma regra sabemos.. mas que está machista e rotulado demais o texto está!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo... Todos os caras com quem eu já saí dizem que eu nem pareço gay... E eu sou passivaço. Ninguém paga as minhas contas, ninguém abre a porta pra mim, ninguém vem com esse papinho de proteger uma criatura frágil e feminina.
      Achei esse texto um desserviço social, e até mesmo homofóbico em certos aspectos.
      Na moral... A turma com que eu transo, costuma até fidelizar por uns meses exatamente por curtir meu jeito de ser e é meu estilo natural, sou e gosto de ser menino, mas gosto de meninos. Por outro lado, tenho amigos passivos e ativos bem afeminados e tenho muito respeito por eles... Acho desnecessário estereotipar.

      Excluir
  6. Bom, eu não tive dificuldade alguma de interpretação, mesmo porque o texto é muito claro em que diz.Reforça padrões que não correspondem a realidade, além do reforço de algo nocivo como o machismo e o preconceito que gays afeminados enfrentam.

    "A maioria dos caras gays gostam mesmo é de se sentirem mulheres com seu macho que o penetra e o faz "fêmea". (Nem em um tom lúdico isso soa bem. E não é misoginia, algo mal resolvido é apenas a constatação da misoginia e do machismo contido nessa frase.)

    ResponderExcluir
  7. Ateh eu q sou ativo me senti ofendido com esse texto.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...