Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Morre Wolfgang Lauinger, que foi preso pelos Nazistas e no Pós-Guerra por Ser Gay, sem nunca ser indenizado.




Um dos campeões mais antigo e bravo da Alemanha contra a homofobia e o anti-semitismo morreu esta semana aos 99 anos.

Wolfgang Lauinger foi preso por ser gay primeiro pelos nazistas e depois pela polícia na Alemanha pós-guerra. Ele faleceu esta semana sem nunca ser compensado pelo governo pelos erros cometidos contra ele.

DW.com relata:

Lauinger foi um dos principais ativistas contra o parágrafo 175, segundo o qual a atividade sexual entre homens era uma infração criminal e que fazia parte do Código Penal alemão de 1871 até sua eventual abolição em 1994.

Os nazistas reforçaram a lei em 1935, aumentando a pena de prisão máxima até cinco anos e perseguindo-a de forma mais rigorosa – cerca de 50 mil homens foram condenados nos termos do § 175 entre 1933 e 1945, dos quais cerca de 5.000 foram enviados para campos de concentração.

Lauinger, cujo pai era judeu, passou oito meses de prisão de 1941 a 1942 por pertencer aos “Swingkids” – um movimento juvenil alemão que amava a música americana e se viu como uma comunidade alternativa para a Juventude Hitler. Ele sobreviveu à guerra ao se esconder após sua libertação.

Ele foi de novo preso em 1950, quando a polícia alemã começou a atacar bares gay durante um período conhecido como “Ensaios Homossexuais de Frankfurt”. Ele foi preso por seis meses antes de ser julgado em fevereiro de 1951, onde foi absolvido.

Ele passou o resto de sua vida como ativista dos direitos LGBTQ fazendo campanha para que o parágrafo 175 fosse retirado do Código Penal. O artigo foi abolido apenas em 1994, mas foi somente junho deste ano, mais de 20 anos depois, que o governo começou a compensar aqueles que foram injustamente penalizados sob a lei antigay.

Lauinger solicitou uma indemnização, mas foi recusado em outubro, depois que funcionários determinaram que ele não era elegível tendo sido absolvido em 1950.

“Eles fizeram da lei uma farsa”, disse ele ao Buzzfeed no início deste mês. “Qual a diferença para uma pessoa normal que esteve na prisão por cinco meses, se eles foram liberados ou absolvidos?”

O Caso dos Namorados que fizeram teste de DNA, descobriram que eram Irmãos Gêmeos, mas que…




É um conto meio louco que você pode ter visto no seu feed do Facebook: dois homens musculosos em um relacionamento amoroso que ficam chocados ao descobrir que são gêmeos.

Como a história diz, Jason Osbourne e Alex Brown estavam em um relacionamento comprometido até um teste de DNA revelou que os dois eram irmãos.




O artigo original obteve mais de 32.000 curtidas no Facebook.

Então, a questão ardente: Este artigo é verdade?

A resposta é…? Não, não mesmo!

Primeiro publicado pela World Daily News em 26 de setembro, o artigo cita Jason dizendo:

“Nós fizemos os testes em parte como uma brincadeira e nos fechamos com alguns de nossos amigos que constantemente nos provocavam por serem primos”.

“Nunca esperávamos saber que éramos de fato gêmeos perdidos há muito tempo”.

“O homem com quem eu esperava passar minha vida, minha alma gêmea, é de fato meu irmão gêmeo. Não sei se tenho que chorar ou rir de alegria “.

Mais tarde, Jason diz:

“Primeiro, eu aprendo que meu amante gay é meu irmão gêmeo, agora aprendo que fui adotado e que meus pais me mentiram toda a minha vida.

Que maneira de celebrar meu 25º aniversário.

Às vezes eu queria que nunca tivéssemos ido fazer esse teste de DNA “.

Embora a história tenha se tornado uma sensação viral instantânea, também é uma pilha virulenta de falsidades e mentiras.

World Daily News é uma publicação de notícias satíricas que fabrica histórias virais sem se preocupar em relatar ou até agregar suas peças.

Os editores, sem dúvida, consideram o artigo um sucesso ruim: centenas de milhares de pessoas cairam no fake news.

A página de isenção de responsabilidade do World Daily News  lê:

“Todos os personagens que aparecem nos artigos deste site – mesmo aqueles baseados em pessoas reais – são inteiramente ficcionais e qualquer semelhança entre eles e qualquer pessoa, vida, morte ou morte viva é meramente um milagre”.

Precisa de mais leitura? Conheça o infeliz homem que faleceu depois de comer 37 preservativos durante uma orgia .

Esse é 100% verdadeiro.

Ex-padre, de 79 anos, é expulso de casa própria por marido, de 24.




O ex-padre inglês Philip Clements, de 79 anos, recebeu um golpe do seu marido, o modelo Florim Marim, de 24 anos. Os dois se conheceram em um site de relacionamento e viveram bem durante quatro meses, mas após uma temporada fora o idoso foi proibido de entrar casa.

Tudo começou quando, apaixonado, Clements decidiu largar toda a sua vida em Sandwich, no Reino Unido, para viver com o amado na Romenia. Lá, comprou uma casa em Bucareste onde conviviam juntos até então.

A relação passou a entrar em crise depois que Marim proibiu o marido de acompanha-lo nos programas feitos com os seus amigos, sob a justificativa de que ele era muito velho e poderia correr “risco de morte”.

Mas o pior ainda estava por vir, pois Clements teve que voltar para o seu país de origem para se submeter a vários exames e  uma cirurgia que ja estava agendada. Com medo de morrer e deixar o marido desamparado, o idoso deu as chaves de casa a Florin e passou toda a documentação do imóvel para o cônjugue.

Porém ao retornar, o senhor teve uma surpresa. “Tive que visitar vários médicos e passei uma temporada na Inglaterra. Quando voltei, em setembro, tivemos uma discussão muito grande. Eu estava farto de estar sempre sozinho. Não sabia a língua e não conhecia ninguém. Florin passava dias fora de casa e saía sempre à noite, até muito tarde. E me proibia sempre de ir com ele. Eu não compreendia, mas confiava nele”, contou o ex-vigário.

Por causa do ocorrido, Clements teve que retornar ao Reino Unido com suas últimas economias e tem vivido com a ajuda dos amigos. Apesar de tudo, o idoso ainda acredita numa reconciliação.

“Eu perdi tudo o que tinha e fiquei no pior dos estados. No entanto perdoo-o. Continuamos a falar regularmente. Eu não quero o divórcio finalizado e ele diz-me o mesmo. E sei que ele não está a fazer isto por dinheiro, porque já não me resta nada. Disse-lhe para ele me contar quando voltar a encontrar o amor, porque eu vou perceber”, revelou.

Propaganda de Protetor Labial na Tailândia pisa no Marketing Brasileiro e tem final surpreendente!




Esqueça os modelos femininos que oferecem os lábios melado e sexy. Uma empresa de protetor labial, com base na Tailândia, descobriu uma maneira infalível de vender protetor labial que parece atrair garotos gays e as fangirls que os amam.

Um novo comercial da KA Lip Care começa com um aluno perguntando a outro se ele gritou sua irmã. Acontece que a irmã chorou, mas foi desprezada pelo rapaz que tem uma paixão pelo seu irmão.



8 SANTOS GAYS QUE A IGREJA NÃO QUER QUE VOCÊ DESCUBRA - Põe Na Roda.



Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...