Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

Precisamos falar sobre ejaculação precoce.




Daí você está lá no bem bom com o boy, louco para tirar o atraso e “liberar as tensões” da semana, eis que o que era para ser uma foda incrível vira uma rapidinha de 2 minutos…

É tanta emoção que o seu amigão não resiste, né não?

Tá certo! Justifique como quiser.

Pode chamar de emoção, euforia, afobação, tesão… Mas o nome disso é ejaculação precoce e o seu sobrenome, na maioria dos casos é um só: ansiedade.

Você, provavelmente, já escutou várias vezes que os homens gays são muito racionais, que gostam de sexo casual, que não se envolvem emocionalmente e etc.

Mas, quando o assunto é gozar antes da hora, fique sabendo que toda essa teoria cai por terra – é exatamente o lado emocional masculino o responsável pelo orgasmo antecipado.

Então, não pense você que o problema está na cabeça de baixo: é mais provável que ele esteja na de cima.

E temos aí uma bola de neve: quanto mais o episódio se repete, mais ansioso você fica na próxima transa, mais adrenalina o seu corpo produz — e mais rápido ainda você vai gozar.

Claro que sempre dá para tentar dar aquela contornada na situação e largar um “é que você é tão gostoso que eu não aguento…”.

Mas, convenhamos, cedo ou tarde o seu boy vai cansar de ficar na mão – literalmente, nesse caso.

E daí você verá a sua confiança indo embora pelo ralo. Como aconteceu com esses leitores do site:

Poderia encher esta página de depoimentos como esses se quisesse, mas acho que não é necessário, não é mesmo?

Recebo tantas histórias parecidas que decidi escrever este artigo para esclarecer algumas dúvidas.

Por isso, preste bem atenção:

Antes de mais nada, certifique-se de que você é um ejaculador precoce

Primeiro de tudo, identifique se você tem de fato ejaculação precoce.

Porém, já aviso: a sua definição e medição é um pouco discutível.

Alguns especialistas dizem que uma ejaculação normal acontece, em média, cinco minutos após o início da penetração. E, se você goza em menos de 2 minutos de “metida”, pode ser diagnosticado com o distúrbio.

Tem também quem defenda que não interessa a duração da transa, mas sim a satisfação do casal. Se os dois gozarem antes dos dois minutos, ótimo.

Seja como for, se acontecer com você uma, duas, três vezes é algo considerado natural, e pode ter como causa o estresse ou outro problema momentâneo.

Agora, se a coisa persistir, é bom buscar ajuda médica.

De todas as formas, se você está passando por essa situação, saiba que não está sozinho: segundo estudos, esse distúrbio atinge em torno de 30% da população masculina mundial.

Então, relaxe e confira aqui algumas técnicas e dicas bapho para atrasar essa gozada e dar ainda mais prazer ao seu parceiro:

#1. Não dê ouvidos às histórias dos outros

É sério!

Transas incríveis de uma noite inteira de duração. Boy maravilhoso que deixou o seu amigo com o “koooh” assado de um sexo tão longo. Cara com um fôlego impressionante que não gozava nunca…

Na boa, grande parte dessas histórias, muito provavelmente, são aumentadas.

Isso porque estudos indicam que uma relação sexual, de um modo geral, tem em média de 15 a 20 minutos (incluindo preliminares).

E tem pesquisa que diz que a média não chega nem a 6 minutos…

Viu só? Você nem tá tão mal assim!

Saber disso é um dos primeiros passos para diminuir as expectativas e a ansiedade sobre o próprio desempenho.

#2. Use camisinha

Olha, isso nem deveria ser uma dica, e sim uma ordem.

Mas vamos lá, além de proteger você de doenças sexualmente transmissíveis, o preservativo pode ser forte aliado para prolongar o sexo.

A explicação é óbvia: ele reduz a sensibilidade do pênis e, consequentemente, a sua excitação.

#3. Pratique exercícios físicos

A tensão muscular está diretamente associada à ejaculação precoce. Portanto, investir em atividades que aliviem esse quadro é BEM recomendado.

Yoga, alongamento, musculação e exercícios físicos em geral podem não só te ajudar a ser mais saudável, como também mais potente na cama.

#4. Fortaleça o Músculo Pubococcígeo (PC)

Exercitar o músculo do assoalho pélvico, conhecido como PC, é uma outra forma de tratar a ejaculação precoce.

O exercício deve ser feito quando for urinar. Você vai tentar interromper o xixi durante 5 segundos.

Moral da história: ao conseguir controlar a urina, é possível também controlar o orgasmo.

#5. Use a técnica do aperto

Para botar em prática essa técnica é muito simples.

Basta pressionar a cabeça do pênis quando sentir que vai ejacular.

Após controlar a vontade de gozar apertando a glande com os dedos, volte a fazer os movimentos que estava fazendo.

#6. Ou a técnica do “parar e começar”

O nome já diz tudo: interrompa a penetração ou os movimentos estimulantes quando você sentir que vai ejacular.

Pare por breves segundos até a vontade passar e comece novamente o que estava fazendo.

Essa técnica do “stop and start” pode ser praticada durante o sexo ou enquanto você se masturba.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...