Slide 1 Slide 2 Slide 3

CONTOS DO LEITOR



DEPOIS DA NATAÇÃO COM BROTHER


E ai pessoal, beleza? Espero que sim. Sou conhecido como Neto mesmo e o que vou relatar aconteceu na academia onde fazia natação e treinava. Moro em Goiânia, tenho 28 anos, sou branco, olhos verdes 1,86 de altura e 84 kg e bem apresentável.
Eu malhava sempre, depois dei uma parada de alguns meses. Antes de parar, eu conheci muitas pessoas, entre elas, o Raphael  que sempre foi muito educado e eu nunca tive nada com ele apesar de admira-lo como pessoa e por ser charmozão.
Depois de 7 meses, retornei e havia pessoas novas e muitos caras que já conhecia ainda estavam lá. Pra minha surpresa, enquanto estava alongando depois do aquecimento pra recomeçar os treinos, alguém chega por trás e me pega de gravata pelo pescoço e mandou eu adivinhar quem era, eu não lembrava mesmo, nem da voz. Fiquei indagando quem teria tal liberdade assim? Daí ele me soltou e me deu um abraço de boas vindas. Eu fiquei contente ao ver aquele cara tão magrinho e de repente vejo que era o Raphael. Vi ele todo definido, um puta tesão, braços, pernas, tórax... tudo mesmo.
Bom... depois de falar sobre família, namoro, trabalho e estudos, ele disse que tinha que ir descansar, porque ia sair mais tarde. Eu respondi que tudo bem, agente se toparia nos treinos muitas vezes. Após ter conversado sobre tudo, resolvi ir tomar uma ducha pra ir embora. Conversamos tanto que deu pra terminar meu treino leve de iniciante...hehehe.
Fui para o vestiário, abri o armário, peguei minha toalha, shampoo e fui pra uma daquelas divisórias que dividem as duchas. Mas as divisórias desse vestiário eram de vidro escuro e baixas e dava pra ver a outra pessoa do lado banhando e se aproximasse delas, dava pra ver a pessoa inteira e nua. De frente às duchas, tem uma sauna grande e toda de vidro. Tudo bem, nunca tive problema em estar nu em lugares próprios pra isso e lá só tinha homens, qual problema? Nenhum.
Bom, em quanto eu tirava tênis, camiseta e bermuda, passou o Renato todo malhadão se enxugando e de pau duro.


Fiquei meio sem jeito e ele me cumprimentou e perguntou como eu estava e porque havia sumido. Eu respondi que era por causa de estudos, trabalho e um pouco de preguiça, mas que eu tinha voltado com toda energia. Ele riu e disse que por mais que ele tenha preguiça algum dia, ele nunca deixa de vir. Eu ri e disse quedava pra perceber, pois ele estava num corpo ótimo. Ele agradeceu e continuou se vestindo. Nisso, quem resolveu aparecer? O Raphael. Chegou dizendo que não ia mais sair e ia me fazer companhia no treino de hoje. Eu agradeci e disse que ia tomar uma ducha pra poder ir embora. Na mesma hora ele diz que vai tomar uma ducha comigo, pois saiu rápido e nem deu tempo de conversaríamos mais.
Entrei pro banho e o Raphael também entrou num box do meu lado. Conversamos asneiras e ficamos um pouco calado quando o Raphael diz que resolveu ir para sauna que estava bem quente pelo jeito, pois os vidros davam pouca visão devido ao vapor. Eu disse que tudo bem, eu ficaria na ducha. Fiquei sozinho quando de repente o Renato aparece e resolve puxar assunto e eu prontamente pergunto o que ele estava fazendo lá até agora, pois ele havia banhado e estava indo embora. Ele respondeu que ia pegar uma sauna pois ele ainda tinha 1:20 de tempo ainda antes de ir pra casa.
Bom, terminei o banho e queria ir até a sauna um pouco, mas estava querendo chegar em casa logo. Saí do meu box e de relance consegui ver bem próximo ao vidro alguém se movimentando continuamente no banco da sauna e já desconfiei que seria o Renato que estava de pau duro quando cheguei. Pra minha surpresa era ele mesmo e estava se masturbando muito.


Fiquei excitado ao ver que Raphael estava excitado de frente pro Renato. Eu via que eles conversavam mas não dava pra entender nada direito. Dei uma olhada pra ver se não viria ninguém, fui até a porta e fechei sem trancar só por segurança. Fiquei excitado com a situação e quando resolvo dar uma espiada novamente, vejo os dois batendo um pro outro. Fui ao delírio e fique muito excitado. Bem que ao perceber o pau duro do Raphael, me impressionei com o tamanho e a grossura. Não resisti, coloquei a toalha pendurada e entrei, eles rapidamente guardaram seus paus e sentei próximo a eles e percebi que estavam sem graça.
Pra quebrar o gelo, eu comentei sobre o volume na cueca do Renato e ele disse que sempre fica de pau duro e imediatamente tirou pra fora. Nisso, o Raphael disse que era normal e que não via problemas, afinal, só tinha nós 3 de homens naquela sauna. Eu não tirava os olhos do pau do Renato e ele pegou minha mão e colocou pra segura-lo e disse que havia percebido a forma com que olhei o pau dele mais cedo. Meu coração ia sair pela boca de tão nervoso. Raphael logo começou a se masturbar e percebeu que eu estava excitado e logo tratou de tirar meu pau pra fora e rapidamente começo a chupa-lo.

Eu estava em transe, não sabia como lhe dar com tanto tesão. Renato logo se levantou e pediu pra mim dar uma chupadinha no seu caralho que pulsava na minha mão. Eu não aguentei e chupei, comecei devagar e logo estava esperto nas chupadas. Ele perguntou se estava gostoso o pau dele e eu disse que sim, nisso o Raphael para de me chupar e fica em pé na minha frente e ao lado do Renato e pede pra mim chupar o dele também. Caramba, duas picas de dois caras machos, discretos. Não imaginava que eles pudessem fazer isso.
Não hesitei e revezei as mamadas. Passou uns 5 minutos que estava nessa, os dois disseram que queria gozar e Rapidamente o Renato me vira e deixa eu chupando somente o pau do Raphael. Não entendi na hora, só entendi quando vi ele acariciando minha bunda e começou a enfiar a língua no meu cuzinho virgem. Caramba, era tudo estranho, tudo tenso e ao mesmo tempo muito gostoso.


Meu tesão aumenta e logo comecei a sentir o pau do Renato forçando a entrada. Falei pra ele ir devagar e não enfiar tudo, pois nunca havia feito isso. Ele falou que ia fazer de uma forma que eu nunca mais ia querer saber de mulher. Eu continuei mamando o Raphael quando de repente o Renato mira bem na entrada de meu cu e enfia de uma vez. Eu perdi as forças e ele mesmo me segurou e pressionou minha boca contra o pau do Raphael pra mim não gritar e o Rapha disse que ia gozar com aquilo tudo. Rapidamente tentei sair dos dois, mas foi inútil. Senti a pressão na boca e pressão no cu de dois machos me fudendo e gozando muito.
Terminaram a foda e foram pra ducha e fique na sauna me recompondo quando vi 2 caras sentados recém gozados. Não acreditei que eles viram os dois me fuderem e se masturbando. Fui para a ducha, tomei outro banho rápido e quando percebi, Raphael estava no box mamando o caralho do Renato que estava a ponto de bala novamente.
Depois, continuamos a nos falar e marcamos uma aventura diferente entre nós. Nos aventuramos numa trilha de Jeep semanas depois. Acampamos com outras pessoas e a noite fomos pra uma barraca e lá curtimos bastante.
Nos encontramos em todas as reuniões de amigos e sempre damos um jeito de brincar quando da certo. E isso ai, espero que tenham curtindo.
Abração ai p vcs!
Neto
Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (2) Comente aqui!

2 comentários:

  1. Nossa que academia é essa? Quero malhar lá kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É aqui em casa Rodrigo .
      Vem pra cá

      Severoni

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...