Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

GUIA GAY: 10 PASSOS PARA PEGAR UM CARA “HETEROSEXUAL”.




Truques de mestre, existem jeitos mais criativos e menos estuprativos de se chegar ali.

Guias, dicas, truques, existe uma infinidade de facilidades pra vida, e nós amamos tudo isso. Eis que fomos surpreendidos pela Vice, um projeto incrível que fala tudo que queremos saber sobre drogas, sexo, comportamento (e muito mais), sem a menor hipocrisia. Vale a pena seguir o trabalho deles.

Um post, sobre um tema polêmico, chamou a atenção do SOS. Muito útil, ou não, enfim, vamos replicar e você conclui. Se liga.

Não existe fruta mais doce que o bumbum intocado de um hétero. Você pode achar que isso é tipo um sonho gay impossível, mas esse cara que conhecemos tem se dado muito bem com os héteros. Pedimos que ele fizesse uma análise detalhada de como atraí-los para o lado colorido da força. Aparentemente isso envolve simpatias, o que foi uma surpresa.

Tenha em mente, entretanto, que nosso autor mora em São Francisco, onde há muito mais homens héteros que mulheres hétero. Sendo assim, podemos deduzir que o alto nível de desespero sexual na cidade pode fazer os homens de família serem um pouco mais mente aberta sobre quem vai manusear suas partes íntimas.

Toda vez que falo pro meu colega do salão sobre o último cara hétero de quem estou afim, ele sempre diz: “A única diferença entre um cara hétero e um cara gay é um engradado de cerveja”. E mesmo que embebedar um cara e molestá-lo quando ele estiver desmaiado seja uma maneira de entrar nas suas calças hétero, com certeza existem jeitos mais criativos e menos estuprativos de se chegar ali.

Antes mesmo de ter idade suficiente pra dizer “banheiro masculino”, eu já rolava pelado com caras da vizinhança, a gente se juntava pra roubar pornôs, e eu dava selinhos brincando de ser uma menina muito gata que tinha caído de um barco (o barco era o meu beliche e meu salvador era o garoto mais fofo da quinta série). Sempre fui atrás dos mais gostosinhos, mas não dos mais frutinhas. Queria ser aquele tipo de delinquente cabeludo campeão de BMX (assista Over the Edge e Vidas Sem Rumo pra ter uma referência). Fantasiava com os amigos do meu pai — um deles era bombeiro — e adorava todos os irmãos mais velhos dos meus amigos. No colegial, meu primeiro namorado de verdade era do time de futebol. Aí você entende porque nunca curti o tipo garoto-da-boate-que-faz-a-sobrancelha. Não estou dizendo que caras gays durões não existem, mas se skinheads e ursos não te atraem, você fica meio sem opções.

Sei que um dia vou encontrar o meu Romeu, mas até lá invisto naqueles tipos “será que ele é?”. E agora vou contar pra vocês como chegar neles. Vamos começar com o que NÃO fazer: implorar, prostituição e estupro não são boas ideias. Ficar de joelhos e implorar não é sexy (às vezes é sim), prostituição é uma coisa muito cara e estupro é crime, né gente! Aqui estão oito passos fáceis pra tirar as calças dele em uma semana.

NOITE DOS CARAS.

Faça um “Noite Só Dos Caras”. Convide o cara hétero que você curte, seus amigos héteros mais chegados (que não vão te entregar) e talvez um cara gay. Mas não um que vá fazer a louca e espantar o seu bofe — ou tentar roubá-lo de você. Na verdade, foda-se tudo, essa é a Noite dos Caras. Deixe os frutas na casa deles. A Noite dos Caras deve consistir das seguintes atividades: assistir clipes de rap e/ou metal, pedir pizza, falar sobre “gatas”, comer porcarias e assistir um filme como Chegaram os Bears. Beba muita cerveja tosca ou qualquer coisa com “ice” no nome. O sofá tem que estar cheio e você tem que estar perto do seu cara. Não comece a festa até umas 11 da noite, assim as chances dele ter que ficar na sua casa aumentam. Não importa o quanto suas amigas insistirem pra ir, NÃO CONVIDE ELAS.

MONTE UMA BANDA FALSA COM ELE

Não importa se você sabe tocar algum instrumento ou não. Os héteros adoram ter bandas. Faça muitas fotos antes dos ensaios. Convença o bofe de que a imagem é tudo hoje em dia. As sessões de foto têm que ficar progressivamente mais e mais cheias de nudez. Você precisa ver o cara sem camisa e de cueca. Tem que conferir a mercadoria pra ver se todo esse trabalho vai valer a pena, né?

SIMPATIA

Magia é nosso último recurso (vamos chegar nisso depois), mas se é uma coisa fácil de se fazer, por que não? Toda vez que você usar o mictório num banheiro público, escreva o nome dele com o seu mijo. Eu sei que parece bizarro, mas toda vez que você fizer isso ele vai pensar em você.

SOM NA CAIXA

Quando ele estiver por perto, ouça o tipo de som preferido dele. Pode ser punk, rap ou metal. Rock ‘n’ roll é legal também, mas se você meter uma Madonna ou alguma merda eletrônica, ele provavelmente vai dar o fora (e se ele curtir — olha que beleza! Ele já é gay).

JEITO DE VESTIR, JEITO DE FALAR

Empreste suas roupas pra ele. Deixar ele se vestir meio gay é legal. Poucas garotas vão chegar nele e nenhum gay pode competir com VOCÊ, então fica tudo certo. Agora que ele parece com você, ele precisa falar como você. Isso é supergay, mas mensagens de texto são ótimas. Deixe seu gênio cômico brilhar. Piadas internas, gírias e siglas que você inventar (ou que ele achar que você inventou) são as melhores. Não é pra dizer que você gosta dele, mas é surpreendente o que uma paquera leve pode fazer.

BRUTALIDADE

Não leve o cara a “eventos gays”. Você tem que se misturar no mundo dele. Partir pra brutalidade pode ser bem divertido. Usar arminhas de pressão ou frequentar corridas de carros pode ser bem legal.

CIUMINHO

Ciúmes é a emoção mais forte do planeta. Se você não está avançando muito com seu hétero, é hora de usar as armas pesadas. Comece com o passo um (Noite dos Caras), mas dessa vez com outro amigo como seu principal interesse. Ou quando vocês saírem juntos, paquere outro cara na frente dele. Ele vai sentir falta da sua paparicação e tomar medidas desesperadas pra ter ela de volta.

FESTA DO PIJAMA

Agora que a amizade está evoluindo é hora de dar uma festa do pijama. Assista a um filme, coma umas bobagens na cama. Mas não faça nada, espere pra ver se ele dará o próximo passo. Provavelmente ele vai — afinal ele é um cara. Depois de algumas festas do pijama, se nada acontecer, é hora de dar o primeiro passo. Comece abraçando. Logo vocês vão estar se beijando. Meu amigo hétero me disse uma vez: “Se você chupa pau você é gay, se o seu pau é chupado por um gay, aí tudo bem”. Assegure seu bofe de que isso é verdade. A maioria das pessoas gosta de tentar uma coisa nova pelo menos uma vez na vida, né?!

MAIS SIMPATIA

Quando trodo o resto falhar, é hora de um pouco de MAGIA. Fiz isso uma vez no colégio e só recomendo se você já tentou de tudo e não deu em nada. O que você tem que fazer: pegue uma mecha do cabelo da sua obsessão e coloque numa garrafa com água e duas colheres de açúcar.  Se você está pensando como vai conseguir uma mecha de cabelo é só pagar um corte pro bofe e depois pegar um pouquinho do chão quando ele não estiver olhando, ou corte um pedacinho secretamente quando ele estiver dormindo. E aqui vem meu toque especial: adiciono um macarrão de pênis que um tio gay deu pra minha mãe de brincadeira. Você arranja macarrão em formato de pênis em sex shops e tal. Depois que você misturar a poção, coloque em algum lugar seguro e espere duas semanas. Ele vai ficar tão absolutamente louco de amor por você que vai ser preciso desfazer o trabalho pra ele te deixar em paz.

PRA FECHAR

Um coração partido é provavelmente o que te espera no futuro. Pode ser que ele até desenvolva uma quedinha por você. Pode ser que ele até fique com você. Ele pode até se apaixonar. Mas, a menos que você faça uma operação de mudança de sexo, o rolo provavelmente não vai durar muito. Você pode ter um pau grande, um corpo legal, um peito peludo sexy, mas ele sempre vai preferir uma bocetinha e vai acabar indo atrás de uma dessas. Quando você sair da fossa, parta pro próximo cara hétero. Eles estão por todos os lados!

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...