Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

Procuro ele ou não? Como saber o quanto você deve investir em uma relação.




Ir atrás ou não ir atrás?

Mandar mensagem ou sumir do mapa por um tempo?

Convidar para sair ou nem tentar mais nada?

Dar uns likes no insta ou fazer a linha “blazê” e fingir que nem viu a foto?

Procurar ou não procurar? Eis a questão.

Quem nunca sofreu com esse dilema quando tava saindo com o crush que atire a primeira pedra.

Aliás, essa é uma pergunta que chega com bastante frequência na minha caixa de entrada.

Você não faz ideia da quantidade de e-mails que eu recebo todos os dias com relatos de gente que não sabe o que fazer.

Que tá a fim do cara, mas não sente ele correspondendo da mesma maneira. Que quer avançar as coisas, mas não quer parecer desesperado. Que quer conquistar o boy, mas tem medo de só queimar ainda mais o filme.

Enfim, que não sabe se caga ou desocupa logo a moita!

Pois é.

É tanto joguinho hoje em dia que às vezes fica difícil mesmo saber quando vale a pena insistir numa relação, e quando ela já é um caso perdido…

Mas afinal, como você descobre se deve investir naquele homem ou se é melhor tirar o seu time de campo?

Bom, eu tenho uma técnica que uso nesses casos. E é a mesma que eu ensino para os meus clientes e alunos.

É o seguinte:

Pense no relacionamento como se ele fosse um investimento financeiro.

Como assim, Verônica? Não entendo porra nenhuma de investimento financeiro.

Calma! Você não precisa ser nenhum expert em ações para botar isso em prática. Eu também não sou. Bem longe disso.

Tudo que você precisa saber é o valor do seu dinheiro.

Então, pense comigo: no momento que você investe a sua grana em uma aplicação, por exemplo, você espera que ela retorne algum dindin, não é mesmo?

Você quer lucro, claro. Ou espera que, pelo menos, fique no zero a zero.

Agora, se ao contrário, você perceber que está perdendo dinheiro colocando sua grana ali, o que você faria?

Acredito que pararia de investir nesse lugar, não é mesmo?

Em uma relação não é diferente.

Você sente que coloca muito mais energia no relacionamento do que o outro? É você quem sempre puxa conversa? É você quem sempre convida para sair?

E o que você ganha em troca são palavras secas e emojis preguiçosos?

Então, atenção: o seu investimento NÃO está retornando!

Por isso, fica o conselho:

Invista só se tiver retorno.

Observe as interações, os convites, a vontade de estar junto. Se você precisa insistir demais, talvez não valha a pena.

E sabe por que eu gosto dessa analogia?

Porque as pessoas geralmente conseguem mensurar a dor quando ela envolve abrir a carteira…

Todos sabem o valor do dinheiro. Mas é incrível como poucos sabem o seu próprio valor.

Se fosse com o seu dinheiro, tenho certeza de que você não faria isso.

Não arriscaria colocá-lo em uma roubada. Pensaria mil vezes antes de jogá-lo no lixo.

Então, por que com o seu tempo e com o seu precioso coração você vive fazendo?

Por que insiste em ir atrás dos caras que, visivelmente, não querem nada com você? Por que vive entrando em ciladas sentimentais, dedicando muito esforço em pessoas que não tão nem aí se você existe?

Deixa eu te falar uma coisa:

O seu tempo e a sua autoestima valem muito mais do que o seu dinheiro.

Dinheiro se recupera. Se pede emprestado. Se dá um jeito.

Mas o tempo….

O tempo não volta, meu amigo!

Já pensou tudo que você pode estar perdendo focando no cara errado?


Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...