Slide 1 Slide 2 Slide 3

CONTOS DO LEITOR



ACABEI CASANDO COM O VIZINHO PIROCUDO


 



Olá para todos os leitores do blog big dotados eu me chamo Lúcio (nome falso) moro em Goiânia GO essa é a 1 vez que estou escrevendo para o Blog. Eu quero que vocês fiquem sabendo que essa história é verdadeira e foi a mais gostosa da minha vida.

Bom, eu tenho 20 anos de idade sou cheinho, tenho 1.79 de altura e 97 kg, sou moreno, tenho cochas grossas, peitoral forte, cabelos negros, olhos pretos e boca carnuda. A história que vou contar a vocês aconteceu quando eu tinha 18 anos, com meu vizinho, ele era um deus grego sabem, forte bombado com a barriga toda definida, coxas grosas, alto e muito lindo. Eu não sabia quem era porque eu tinha viajado e ele tinha acabado de se mudar.

Fiquei surpreso com a beleza daquele homem, mas não pude expressar muitas reações porque eu não era assumido e ele tinha namorada. Ele mora em frente à minha casa e nós dois moramos em um sobrado. Isso ficava ótimo, porque eu podia vê-lo todos os dias pela janela do quarto. Um belo dia eu estava vendo o que ele estava fazendo quando eu percebi que ele estava lendo um livro (cama sutra) e de repente a namorada dele chegou.

 Notei que eles tiveram uma discussão muito demorada de cerca de 30 a 35 minutos. Ele ficou no quarto chorando, dava a impressão que ele amava muito ela. Então ele desceu e foi dar uma volta de carro. Nesse momento, eu fui tomar um banho, pois eu tinha recebido uma ligação de uns amigos e tínhamos marcado de ir a pizzaria que ficava em frente a uma praça pouco movimentada.

Quando chegamos lá eu avistei meu vizinho sentado em um banco. Fui até ele e perguntei:

- por que está triste vizinho (pois não sabia seu nome);

- uma pessoa educada se apresenta antes. Mas, me chamo jhonathan (nome falso);

- desculpe-me. Meu nome é Lúcio;

- minha namorada terminou comigo;

- mas não fica assim, vc é bonito logo vai arrumar outra namorada;

- mas eu não quero outra, quero ela!

- Bom, enquanto ela não vem vc vai comer uma pizza comigo e meus amigos;

- não, eu vou atrapalhar o clima de descontração entre vocês; 

- que nada, vai ser bom pra vc conhecer gente nova e conversar sobre outra coisa;
- ok, eu vou, mas eu quero sentar perto de vc, pois sou tímido e não conheço ninguém;

- ok, vamos?

- Vamos!

Quando chegamos lá, ele se sentou do meu lado nós ficamos conversando e ele calado sem dizer nada. Comeu apenas uma fatia de pizza e meio copo de coca-cola. Um amigo já assumido (gay) perguntou: vc tem namorada? Ele reponde: não mais!

-       ei meu amigo, já que vc está solteiro e eu também, vamos lá em casa (ele estava brincando, porque ele tem namorado);
-       não eu prefiro ficar em casa lendo ou navegando na net.

Minha amiga perguntou quantos anos ele tinha. Ele disse que tinha 18 e ia começar a faculdade de gastronomia. Ela disse que ela, eu e o meu amigo gay também íamos fazer gastronomia, só estávamos esperando 2 anos se passarem. Ele disse que ia ser legal, mas ele tinha que ir embora, pois seus pais tinham viajado e a casa não podia ficar sozinha. Ele trocou número de celulares com todos inclusive comigo. Ele perguntou se eu queria carona. Eu disse que sim, pois estava a pé.

No caminho pra casa ele perguntou:

-vc tem namorada?

-       não e não pretendo ter agora;

-       vc podia dormir lá em casa comigo, porque eu odeio dormir sozinho.


-       Eu disse que tudo bem, só tinha que avisar minha mãe. Então eu liguei pra ela de dentro do carro e avisei. Nós chegamos lá e ele disse que ia tomar um banho, pois estava suado.

-        Eu disse que blz. Perguntei se enquanto ele banhava se eu podia mexer na net. Ele disse que sim e que ficava em seu quarto. O pc já estava ligado eu estava mexendo, quando prestei atenção a água do chuveiro tinha parado.

Ele entrou no quarto sem nada, todo pelado. Eu assustei e disse que estava saindo. Ele disse que eu podia ficar, pois éramos dois homem dentro do quarto. Era como muitos homens num vestiário, todos pelados. Então eu sentei na cadeira e ficamos conversando enquanto ele vestia a roupa. Quando ele terminou, se sentou na cama e perguntou se eu queria ver um filme. Eu perguntei de que gênero. Ele disse, o tradicional quando só tem homens em casa: pornô. Eu disse que sim. 

 

Descemos pra a sala e ele colocou o filme. Estava ótimo até ele melhorar. Ele tirou toda a roupa ficando apenas de cueca e começou a alisar aquele mastro de exatos 22cm. Ele perguntou se eu queria sentir aquele cassete duro. Eu coloquei minhas mãos naquilo e comecei a alisar. Ele estava adorando. Eu de safado que sou, tirei o pau dele pra fora e comecei a bater punheta pro gostoso. Ele gemia de prazer. Eu alisava aquela barriga sarada, as coxas grossas, até que ele empurrou minha cabeça pra eu chupar. Eu comecei a chupar e ele dava urros de prazer. Isso durou uns 20 minutos, quando ele gozou na minha boca. Eu adorei sentir aquele gosto. Estava uma delícia! 

 

Ele me limpou e disse que se eu quisesse ir ao banheiro eu sabia onde era. Eu fui, quando voltei ele disse que estava me esperando lá em cima que era pra eu me preparar com amor. Eu não aguentava mais de ansiedade e de vontade de sentir aquele pirocão no meu cú. Quando eu chequei lá em cima, vi ele deitado na cama com a pica dura e com o corpo todo suado de tesão. Ele disse pra eu tirar minha roupa. Enquanto eu me despia, ele pediu para eu deitar ao lado dele, porque ele ia fazer o trabalho todo sozinho. Eu abri as pernas e ele foi enfiando devagar até que de repente ele soca tudo de uma vez. Eu dei um grito de dor muito alto! Ele tampou minha boca e disse que puta não grita quando leva no cú. Eu segurei-me ao máximo até ele gozar. Quando ele gozou, eu percebi que eu estava adorando ser a puta dele.

 

 Fizemos amor pelo menos umas 4 vezes naquela noite. Eu não aguentava mais até que ele se cansou e fomos dormir eu e ele na mesma cama. O dia já estava nascendo (era umas 6 da manhã). Quando a gente acordou, já era 10 horas. Ele acordou primeiro e fez um café da manha sensacional, uma delicia! Sem esperar, ele me revelou que era bissexual. Eu me espantei e me espantei mais ainda quando ele disse que era assumido. Ele me deu um beijo na boca - uma delicia! E me pergunta se eu queria namorar com ele. Eu perguntei, e sua ex? Ele disse que quem vive no passado é guia de museu; ele vive é no presente e pensa no futuro, e eu sou o futuro dele. Eu disse que não dava, pois eu nem era assumido. Ele disse que esperaria o tempo que fosse, mas enquanto não chegava, nós íamos ficando escondido...

Bom, hoje 5 anos depois disso acontecer eu sou assumido e eu e o jhonathan assumimos nosso namoro a 1 anos e já estamos pensando em CASAR e até em adotar filhos (3). 

Essa é minha história. Obrigado ao Blog por publicar e obrigado a vocês por lerem a história do amor da minha vida.

Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...