Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Campeão de wrestling Nir Rotenberg revela ser gay: “Era hora de sair do armário”.




O mundo da luta ficou mais colorido! Acontece que o campeão de wrestling israelense, Nir Rotenberg, primeiro campeão de Israel da modalidade, acaba de sair do armário. O atleta aproveitou o finalzinho do mês do Orgulho LGBT para fazer a revelação.

“Entendi a responsabilidade e influência que minhas ações tem agora que sou um campeão, e sabia que era hora de sair do armário em público. Se eu tivesse um modelo gay como um jovem lutador, os medos que tive no passado seriam evitados”, disse o lutador em uma carta aberta publicada em suas redes sociais.

“Meu objetivo é usar a luta livre para transmitir mensagens e criar visibilidade e representação da comunidade em um campo onde não existia até hoje. Além disso, é importante para mim deixar claro para todos que nossos sucessos e conquistas como comunidade não são auto-evidentes e que temos muito mais a alcançar”, concluiu.

Segundo Nir, colegas de esporte e treinadores receberam a notícia da melhor forma possível. A liga de wrestling de Israel, inclusive, alterou sua logo na página do Facebook para as cores do arco-íris em homenagem a atitude de Nir.

Veja aqui: https://instagram.com/p/BkrkB06hMGO/?utm_source=ig_embed

Jogador de futebol dos EUA sai do armário em rede social: “Sou um jogador gay”.




O meia norte-americano Collin Martin, do Minnesota United, tornou pública sua homossexualidade, nesta sexta-feira (29/06). Ele é o único jogador gay das cinco ligas profissionais dos EUA. Em uma publicação no Twitter, o atleta posou abraçado com uma bandeira LGBTQ e agradeceu aos companheiros de equipe pelo apoio.

“Esta noite, meu time, o Minnesota United, terá sua noite do Orgulho. É uma noite importante para mim – anunciarei pela primeira vez publicamente que sou um jogador gay na Major League Soccer”, diz a nota. Segundo Martin, sua sexualidade não era um segredo para família, amigos e parceiros de time, que sempre deram suporte ao atleta.

Atualmente, não há outro atleta publicamente homossexual em nenhuma das outras quatro ligas profissionais norte-americanas (NBA, NHL, NFL e MLB). A NBA, porém, já teve Jason Collins, ex-jogador do Boston Celtics, que se aposentou em 2014.

Jovem espanhola será a primeira modelo transgênero a participar do Miss Universo.


A modelo transgênero Angela Ponce, ganhou torcida até de outros países na disputa pela coroa de Miss Universo


A conquista de Angela Ponce, que levou a melhor no Miss Espanha, foi comemorada pelo público LGBTQ+ nas redes sociais; confira os detalhes

A modelo transgênero Angela Ponce, de 23 anos, ganhou o concurso de beleza Miss Espanha e entrou para a história. A vitória dela, na noite de sexta-feira (29), foi muito celebrada nas redes sociais, e encantou não apenas espanhóis, mas apoiadores da causa LGBTQ+ em geral.

Esta é a primeira vez que uma mulher transgênero participa do Miss Universo . Em 2012, a organização do concurso permitiu a candidatura de mulheres trans, e a modelo canadense Jenna Talackova tentou garantir a coroa pelo Miss Canadá, mas o título acabou ficando nas mãos de Sahar Biniaz, e ela nem teve a chance de disputar a coroa mais cobiçada.

Este ano, inclusive, quem enfrentará a modelo transgênero representando o Brasil será a modelo amazonense Mayra Dias, que levou o título de Miss Brasil no dia 26 de maio, no Rio de Janeiro, com direito a um discurso feminista. A "briga", pelo jeito, será boa! 

Estádio do Mineirão sedia casamento coletivo de casais homoafetivos.


Casamento homoafetivo Mineirão


Dois casais homoafetivos e um transafetivo celebraram o dia internacional do Orgulho LGBT com um casamento realizado no estádio do Mineirão, nesta quinta-feira (28), em Belo Horizonte. Todos já haviam registrado a união em cartório nesta terça-feira (26).

A cerimônia teve grande significado para os noivos. “Eu já tive muitos amigos héteros que se casaram aqui, e nunca imaginamos que a gente poderia chegar e acontecer uma coisa dessa. Foi incrível mesmo”, comemorou Wagner Macedo, um dos recém-casados.

Após a troca de alianças, o momento foi de festa e a estádio ainda se iluminou nas cores do arco-íris, símbolo da bandeira LGBT que representa a igualdade de direitos. A realização do casamento teve como iniciativa o próprio estádio em parceria da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania.

Casais homoafetivos se casam em cerimônia coletiva em Salvador.

Casamento coletivo homoafetivo em Salvador


A sede do Ministério Público da Bahia (MP-BA) realizou nesta quinta-feira (28), Dia Internacional do Orgulho LGBT, nove casamentos homoafetivos em cerimônia coletiva gratuita, em Salvador. O evento reuniu familiares e amigos dos noivos.

Este é o primeiro casamento coletivo realizado em Salvador pelo Projeto “Sim ao Amor”, do MP, em Salvador, e o segundo na Bahia. A outra cerimônia aconteceu em julho de 2016, na cidade de Santo Amaro, no Recôncavo da Bahia, quando três casais LGBTs trocaram alianças.

De acordo com o MP, o objetivo do “Sim ao Amor” é promover o reconhecimento social e judicial das uniões homoafetivas, com a realização de matrimônios civis de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, transgêneros e travestis.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...