Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

SOLICITAÇÃO DO VISITANTE


O que é Hemorroida?




Hemorroidas são veias inchadas, inflamadas e doloridas localizadas na parte inferior do reto ou do ânus. Elas podem ser tanto internas, quando ocorrem apenas dentro do ânus ou na parte inicial do reto, quanto externas, quando ocorrem na abertura anal, projetando-se para fora do ânus.

Hemorroida Interna: quando o inchaço das veias ficam apenas dentro do ânus

Hemorroida Externa: quando esse inchaço se projeta para fora.

No entanto, existe uma classificação mais completa dos graus de hemorroida. Veja a seguir:

Grau I: Sem prolapso, ou seja, não se exteriorizam

Grau II: Há exteriorização, mas há o retorno espontâneo da hemorroida

Grau III: Há exteriorização e é necessário o auxílio manual para retorno ao normal

Grau IV: Há exteriorização e a hemorroida não retorna ao normal nem com auxílio manual.

Os sintomas mais comuns da hemorroida incluem:

-Prurido anal

-Dor anal, principalmente enquanto se está sentado

-Sangue vermelho vivo no papel higiênico, nas fezes ou no vaso sanitário

-Dor ao evacuar

-Um ou mais nódulos endurecidos sensíveis próximos ao ânus

-Inchaço ao redor do ânus.

Os sintomas, contudo, variam de acordo com a localização da hemorroida. Se ela for interna, você pode nem mesmo senti-la, pois ela não causa desconforto. Mas pode acontecer de as veias inchadas serem projetadas para fora do ânus. Neste caso, especificamente, elas podem ser bastante dolorosas.




Na consulta médica

Procure um especialista se notar sangramento durante ou após a evacuação. Este é o principal sintoma da hemorroida.

Diagnóstico de Hemorroida

Geralmente, o médico faz o diagnóstico a partir da análise da região anal do paciente. Ele procurará por anormalidades no canal anal e no reto.

Se necessário, o especialista poderá realizar um exame de sangue oculto nas fezes. Além disso, para ter uma visão mais clara do problema, ele poderá realizar os seguintes exames:

-Sigmoidoscopia
-Anoscopia
-Proctoscopia.

Neles, o médico conseguirá analisar minuciosamente a região do reto e do cólon.

Ele, ainda, poderá optar também por uma colonoscopia, principalmente se o paciente apresentar alguma doença do trato digestório, tiver risco aumentado para câncer colorretal e estar acima dos 50 anos de idade.

Perguntas frequentes

Sangue nas fezes pode ser sinal de hemorroida?

R: De acordo com coloproctologista Marcelo Giusti, um dos sinais de hemorroidas é exatamente o sangramento, porém outras doenças do ânus (fissuras e fístulas) e do intestino (diverticulose, pólipos e câncer) também podem causar sangramento. Sangramento nunca é normal, procure atendimento médico.

Como reduzir a coceira das hemorroidas?

R: A coceira (prurido) é causada por irritação da pele, normalmente por umidade, secreção (produzida pela mucosa das hemorroidas) ou por restos de fezes (devido a escape ou dificuldade de higiene pelas hemorroidas). A solução é tentar manter a região limpa e seca. Não usar papel higiênico (que causa pequenas fissuras na pele que podem causar ou piorar a coceira), somente lavar a região com água ou sabonete neutro e depois secar. Aplicar alguma solução para proteger a pele ou mantê-la seca: pasta d'água, talco, pastas para assadura (suspender o uso em caso de alergia ou piora de sintomas, e procurar atendimento). Fazer banhos de assento ou ducha de água morna durante o dia.

Tratamento de Hemorroida

A maior parte das situações os cuidados com a hemorroida são caseiros. Mas. em alguns casos mais graves de hemorroida, principalmente a partir do grau II, pode ser que seja necessária uma intervenção cirúrgica ou tratamentos alternativos. Os procedimentos que podem ser feitos são:

Coagulação infravermelha

Esse tratamento não-cirúrgico é rápido e não costuma causar complicações ao paciente. Uma pequena sonda é colocada acima da hemorroida e a luz infravermelha é aplicada, que rapidamente coagula os vasos que levam sangue à região, fazendo com que elas encolham e retrocedam. A diminuição dos tecidos pode levar algumas semanas.

Injeção.

Além dele, existe também a opção de tomar uma injeção nas veias inflamadas para diminui-las. Esse método costuma não causar dor ao paciente, mas também não é tão eficiente quanto os outros.

Remédios caseiros para hemorroida.

De acordo com o coloproctologista Henrique Perobelli Schleinstein, os tratamentos caseiros podem ser muito benéficos, desde que sejam indicados por um médico. No entanto, é preciso seguir o tratamento com o coloproctologista da prescrição até o desfecho final, isso porque muitas ervas e plantas podem desencadear eczemas e reações alérgicas cutâneas graves.

Além disso, as práticas caseiras para o tratamento das hemorroidas não possuem comprovação científica dentro da medicina, portanto embora contribuam para o alívio dos sintomas, é necessário aprovação do médico antes de usar.

Cirurgias

Se nenhum desses tipos de tratamentos não derem certo, a cirurgia será necessária. Entre os procedimentos que podem ser realizados está ligadura elástica ou hemorroidectomia. Estes geralmente são usados em pacientes com dor ou hemorragia grave que não responderam a outros tratamentos para curar a hemorroida.

No caso do primeiro, o médico amarra alguns elásticos na base das veias inflamadas para cortar a circulação. Depois de alguns dias, as hemorroidas caem sozinhas durante a evacuação. Esse tratamento costuma ser eficiente para muitas pessoas.

Entre os remédios caseiros mais populares para aliviar os sintomas da hemorroida estão o banho de assento com castanha da índia, babosa, pomada de hamamélis ou mirtilo e compressas de chá de alecrim ou camomila. Para mais detalhes, leia Remédios caseiros para hemorroidas: veja o que funciona.

Na hemorroidectomia, o cirurgião retira as veias inflamadas que causam sangramento e dor. Este procedimento é indicado principalmente para pessoas com quadro recorrente.

Medicamentos para Hemorroida

Os medicamentos mais usados para o tratamento de hemorroida são:

Proctan

Clordox

Hemovirtus.

Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

O internauta questiona se quem tem hemorroida pode fazer sexo anal sem problemas ou se é necessário algum cuidado específico para evitar complicações. O doutor Jairo Bouer, especialista em sexualidade, explica que depende do caso.


Se a pessoa está em um momento de crise, com dor ou se a situação for grave, não é recomendado praticar o sexo anal. Além disso, é importante procurar um proctologista para ver se é preciso tomar remédios, ficar de repouso ou até recorrer a cirurgia. "Agora, se for algo mais estável, nada agudo, não provoca grandes problemas e desconfortos, não é proibido que se faça sexo anal", afirma Bouer. Mas lembre-se sempre do uso da camisinha e lubrificante para evitar desconforto.


Quem tem hemorroida é proibido de fazer sexo anal?


Mentira: desde que você use lubrificante, não há problema. O que pode acontecer é que, sem lubrificação, o pênis machuque ainda mais o ferimento. Se um vaso hemorroidário já estiver inflamado, com a fricção ele pode dilatar, mas é raro que o sexo sozinho cause uma hemorroida. O mais comum é que o sexo anal cause fissuras. Para não correr o risco de nenhum machucado, basta lubrificar bem a região.


Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...