Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Deputado usa fotos da Ex-Namorada pra conversar e pegar Fotos Sexuais de Homens Machos Heteros!




Achamos que é seguro dizer que 1 de agosto de 2018 ficará na história como o pior dia da vida do deputado Nick Sauer.




O  Politico  publicou um relatório bombardeando e acusando o legislador republicano de Illinois de usar fotos de nudez de sua ex-namorada para criar uma conta no Instagram falsa para “catfish” outros caras para ter “conversas de natureza sexual”.

De acordo com a queixa apresentada pela ex-namorada Kate Kelly no Escritório do Inspetor Geral Legislativo e obtida pela POLITICO, Sauer usou a conta do Instagram “para fazer catfish com outros homens, usou minhas fotos nuas compartilhando em particular. Nick usaria essa conta para direcionar mensagens com minhas fotos para conversas de natureza sexual. Os homens acreditavam que estavam se comunicando comigo e Nick compartilhou detalhes particulares da minha vida.

Depois que a história foi divulgada, o líder do GOP da Illinois House, Jim Durkin, divulgou uma declaração chamando as alegações contra Sauer de “perturbadoras” e afirmando: “Ele estará renunciando ao cargo hoje”.

Bem, esse tempo chegou.

Em sua carta de demissão, submetida aos seus colegas na última hora, Sauer, de 29 anos, não admite qualquer delito. Em vez disso, ele escreve que ele está deixando de “como resultado das alegações” por “uma ex-namorada”, que ele acredita que será uma “distração” de seu trabalho.

“Depois de falar com minha família, sinto que é melhor me afastar de minhas responsabilidades públicas”, diz a carta.

A renúncia de Sauer é efetiva imediatamente, marcando o fim oficial de sua curta carreira política. Desde que enviou a carta, ele também desativou todas as suas páginas de mídia social.

Nenhuma acusação foi feita contra ele até o momento, embora o Departamento de Polícia de Chicago esteja investigando o assunto.

Candidato americano conservador afirma que “sexo gay mata mais que cigarro”.




Hardy Billington, político republicano de 65 anos que está concorrendo para representar a câmara de Butler County, em Ohio, fez uma declaração polêmica ao afirmar que sexo gay é altamente prejudicial à saúde e costuma matar mais do que o uso de cigarros.

De acordo com o site GayStarNews, Billington afirmou que “estudos revelaram que a homossexualidade, seja feminina ou masculina, pode te tirar 10, 20 ou até 30 anos de vida”. “Se nos preocupamos com cigarro que pode dar câncer, por que não com a homossexualidade? É um comportamento que mata pessoas e ninguém se importa. Pior do que isso, estamos encorajando as pessoas a se tornarem gays”, continuou.

Como se não bastasse, o apoiador de Donald Trump ainda sugeriu uma espécie de campanha para salvar homossexuais. “Se você ama alguém que tem esses comportamentos destrutivos, ame-os de verdade e não cegamente. Ofereça ajuda e diga que você quer salvar a vida dessa pessoa. Vamos trabalhar juntos!”, disse.

Motorista expulsa amigos gays de táxi: “Não quero isso no meu carro”.




Dois amigos gays da Filadélfia foram expulsos de um táxi quando o motorista disse que “não queria essa merda de gays no carro”. Segundo o portal PinkNews, Joel Bautista e Michael Rios estavam em um bar quando decidiram voltar pra casa juntos, já que são vizinhos.

Durante à corrida, os amigos passaram a conversar sobre a vida amorosa e seus respectivos namorados quando o taxista parou o carro e expulsou os dois. Rios tirou uma foto do certificado de motorista do homem antes de partir, e na manhã seguinte Bautista apresentou uma queixa à Philadelphia Parking Authority, responsável por regularizar o transporte na região.

A agência agiu rapidamente. Receberam a queixa às 10h da manhã e, às 14h30, mandaram o motorista para uma entrevista, que acabou sendo condenado a pagar uma multa 175 dólares, além de ter a licença para dirigir suspensa durante um mês. “É péssimo que ele tenha que ser penalizado, mas alguém tinha que mostrar a ele que isso é errado”, afirmou Joel a reportagem.

Afirmação de Jair Bolsonaro de que nunca foi homofóbico é Fake News.


O presidenciável Jair Bolsonaro em entrevista à GloboNews (Foto: Reprodução)


O pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, foi o quinto entrevistado da Central das Eleições, do canal a cabo GloboNews, nesta sexta-feira.

A equipe do Gay1 checou a declarações de Jair Bolsonaro em que ele afirma não ser homofóbico. O Gay1 lançou uma campanha contra Fake News com objetivo de alertar a população LGBT sobre conteúdos duvidosos disseminados nos meios de comunicação, na internet ou pelo celular, esclarecendo o que é notícia e o que é falso. Leia:

“Eu nunca fui homofóbico”.

FALSO: A Justiça do Rio condenou, em segunda instância, Jair Bolsonaro por dano moral coletivo, com pagamento de multa de R$ 150 mil, por declarações homofóbicas no programa CQC, da “TV Bandeirantes”. Em setembro do ano passado, os desembargadores da 6ª Câmara Cível confirmaram a decisão da primeira instância por três votos a dois. A defesa de Bolsonaro apresentou novo recurso em fevereiro deste ano. Ele ainda será julgado.

A ação civil pública foi ajuizada pelo Grupo Diversidade Niterói, Grupo Cabo Free de Conscientização Homossexual e Combate à Homofobia e Grupo Arco-Íris de Conscientização.

A entrevista foi concedida por Bolsonaro no dia 28 de março de 2011. Em resposta à pergunta “o que você faria se tivesse um filho gay?”, ele respondeu: “Isso nem passa pela minha cabeça porque tiveram uma boa educação, eu fui um pai presente, então não corro esse risco”.

Bolsonaro também foi questionado se iria a uma Parada do Orgulho LGBT, caso fosse convidado, e respondeu: “Eu não iria porque eu não participo de promover os maus costumes, né, até porque acredito em Deus, tenho uma família, e a família tem que ser preservada a qualquer custo, senão a nação simplesmente ruinará”. Ele também declarou: “Eu tenho o direito de falar né, tenho imunidade para isso, não é para defender o que eu bem entender, me chama de maluco, é outra história, mas não me chama de homossexual, de racista, nem de ladrão”.

No programa, o deputado também afirmou: “Eu não tenho qualquer informação que um filho meu tenha um comportamento homossexual com quem quer que seja, até porque tudo o que esses bichas têm para oferecer, as mulheres têm e é melhor”. Questionado se aceitaria o voto de um dos gays que vão à Parada LGBT, Bolsonaro respondeu: “Aí não tem problema nenhum, voto é muito bem-vindo, e tão votando num macho, eles não querem votar em boiola, é que boiola não atende os sonhos deles, tão votando num macho”.

Em sua decisão, a juíza Luciana Santos Teixeira, da 6ª Vara Cível do Fórum de Madureira, disse que Bolsonaro “expressou publicamente suas ideias de que a orientação homossexual é resultado de falta de educação, caracterizando maus costumes, incompatíveis com crença em Deus e com a preservação da entidade familiar, podendo conduzir à ruína da nação. Sugeriu, ainda, que homossexuais poderiam votar em um heterossexual por reconhecimento à sua superioridade. Afirmou que filhos homossexuais não podem ser motivo de orgulho, comparando ter um filho homossexual à morte”.

Para a magistrada, as declarações de Bolsonaro “implicam em retrocesso na luta contra o preconceito e pelo reconhecimento da igualdade e isonomia entre cidadãos”.



Bolsonaro nega ser homofóbico em entrevista à GloboNews: “Alguém sabe se sou gay?”




O candidato à presidência do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL-RJ) negou as acusações de ter uma postura homofóbica em entrevista polêmica concedida ao Central das Eleições, da GloboNews, na sexta-feira (03).

“Essa história começou nos corredores da Câmara quando eu descobri o kit gay”, afirmou o parlamentar de maneira controversa. “O pai não quer chegar em casa e ver o filho brincando de boneca, por influência da escola. O patrimônio de um pai e uma mãe são seus filhos”, completou.

Bolsonaro ainda continuou questionando aos jornalistas que o sabatinaram se ele não poderia ser homossexual. “Nunca tive problema com homossexual. Alguém sabe se eu sou gay aqui?”, perguntou repetindo a postura que vem tomando nas últimas entrevistas que participa.  

O político encerrou o seu discurso ao afirmar que recebe apoio a comunidade LGBT, que se depender deles nas urnas, já vencerá o pleito de outubro. 

Foto de Casal Gay se beijando no Pão de Açúcar causa polêmica entre os Turistas no Rio.




Uma foto de um casal do mesmo sexo se beijando provocou polêmica no Brasil.

A cada ano, quase dois milhões de pessoas visitam o Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro, tornando-o o segundo local mais visitado da cidade depois do Cristo Redentor.

No entanto, os turistas agora vêem uma foto estrategicamente posicionada de dois homens se beijando, e apesar de apenas te sido colocada por três meses, a foto gerou uma série de reclamações.

Os turistas podem ter fotos tiradas em frente a uma tela verde pela Fotografica – uma empresa de fotografia – e o balcão exibe várias amostras de fotos tiradas anteriormente.

No topo da fila está a imagem de dois brasileiros se beijando romanticamente em frente a uma cena do Rio de Janeiro, com o Cristo Redentor ao fundo, relata o The Intercept .

O gerente Pedro Lotti defendeu a decisão de manter a foto em posição de destaque, já que muitos de seus clientes são gays.

O jovem de 29 anos disse: “Fiz isso especificamente porque aproximadamente 70% de nossos funcionários são homossexuais e têm problemas sérios por causa disso.

“Na verdade, demorou um pouco para poder ter uma foto de um casal gay se beijando, porque a maioria tem medo de fazer isso.

“Sempre, na entrada, percebi que os casais do mesmo sexo eram cautelosos ou com medo de tocar, dar as mãos ou beijar em suas fotos.

“E eles caminhavam até a área das fotos, e depois iam embora, e voltavam várias vezes, obviamente com medo de como as pessoas reagiriam.”

Lotti – que não é gay – queria mostrar aos casais do mesmo sexo que a comunidade LGBT + poderia se sentir segura e ser capaz de demonstrar afeição.

Ele continuou: “Sempre que eu via um casal que achava que poderia ser gay, eu perguntava: ‘Você é um casal?’

“Se eles dissessem sim, eu lhes dizia: ‘Se você quer dar as mãos ou beijar na foto, você deveria’”.

Desde que ele postou a foto no balcão, Lotti recebeu inúmeras queixas e reclamações da imagem.

“Infelizmente, a grande maioria das pessoas que reagem à foto o faz muito mal”, acrescentou.

“Recebemos reclamações todos os dias. Eles costumam reclamar, especificamente, que a foto está na linha de visão para as crianças e estão com raiva porque seus filhos vão ver a foto.

“O problema é sempre com os pais, não as crianças. Dependendo de como os pais respondem, isso determina se as crianças reagem positivamente ou negativamente. ”

Potiguar vence processo por homofobia e doa indenização para instituições.




Esteticista potiguar Igor Henrique doou parte da indenização de processo por homofobia conta casa de shows a instituições

O esteticista Igor Henrique, de 31 anos doou parte da indenização no valor de R$ 10 mil, que recebeu de uma casa de shows, localizada em Natal, onde sofreu homofobia, para quatro instituições filantrópicas. O caso aconteceu há 11 anos, quando um segurança o convidou para se retirar do estabelecimento sob o argumento de estar utilizando roupas inadequadas.

“Eu sabia que não desrespeitava nenhuma regra, mas para evitar ainda mais constrangimento, fui embora. Na época, tinha apenas 20 anos. Fiquei abalado, procurei o problema em mim. Depois percebi que não havia problema e sim que me mandaram sair por outro motivo. Sofri crime de preconceito, homofobia”, relatou ele ao G1.

Com a ajuda de uma amiga advogada, Igor decidiu entrar com o processo que tramitou durante todo este tempo, que foi até a última instância e o potiguar resolveu pegar a primeira parte do dinheiro para ajudar a quem precisa como pagamento de uma promessa que fez a si mesmo no início da ação judicial.

O esteticista ajudou a Sociedade Amigos do Deficiente Físico do estado (Sadef-RN), o Lar da Vovozinha, a Amor sem Raça Definida – ONG que resgata, trata e busca donos para animais abandonados; e a Amico – Associação Amigos do Coração da Criança.

“A justiça tarda mas não falha. Espero que meu caso inspire outras pessoas a ajudar quem necessita, não olhar apenas para o próprio umbigo. É surreal a sensação de saber que estamos melhorando vidas”, afirmou.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...