Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

Manual Prático de Como Comer um Cú


CÚ! Uma palavra tão pequena, um lugar tão pequeno, e uma polêmica tão grande sobre o assunto. Por que os homens gostam tanto de sexo anal? Porque é mais apertadinho ou por que existe uma resitência feminina sobre o caso? Todos gostam, todos querem! Mas poucos fazem por merecer! E a pergunta que não quer calar: Você, homem, sabe comer um cu?

Daí vocês me perguntam: “Como assim, quem não sabe comer um cu?”





MUITOS!



Se você acha que comer um cu, é só botar o pau pra dentro, tenho más notícias…VOCÊ ESTÁ FAZENDO ISSO MUITO ERRADO! Mas como a vida é muito linda, maravilhosa…o universo vos mandou eu, para contar pra vocês, o que se passa na cabeça dos passivos, em relação a isso e ensinar como se deve comer um cu e como os passivos esperam que ele seja comido…



Partimos do princípio que: “Não existe gay que não goste de sexo anal, o que existe são: passivos, que não encontraram homens bons o suficiente para fazer. Tanto é verdade que, particularmente, “um amigo", falou que, não foi com todos os caras que ele transou, que ele fez sexo anal. Porque não são maioria os que fazem por merecer! Dar o cu é uma questão de confiança! Daí, você pensa: Caralho! Pára de enrolar e fala logo o que eu preciso fazer pra conseguir comer dignamente um cu, fazer o passivo gostar e querer mais?!




CALMA, muita calma! Comer um cu, pede paciência e muita calma!



Dê ao cu, toda importância e carinho que ele merece! Você está ali, diante da “terra prometida”, não vá desperdiçar essa chance por afobação e idiotice. Vamos lá, lápis e papel na mão que eu vou ditar:



Termômetro: Suponhamos que você está lá, com o boy, e você está super afim daquele cuzinho lindo, rosadinho, bunitinho, e como você deve fazer para ver se o gato está afim?






Delicadamente, colocar ~EU FALEI COLOCAR, não é enfiar~, o dedo “lá”, de leve, como quem não quer nada…daí, se ele der uma travada, você já vai perceber que existe uma resistência, e você precisa usar essa resistência a seu favor. E você fará isso com muito sexo oral.







Sexo oral: Na hora do sexo oral, o garoto está bem relaxado, tranquilo, despreocupado, quando de repente, a sua língua desce, molhada e delicadamente pelo cu do gato, beijo grego, o segredo para todo bom anal que se preze. Abuse do beijo grego! E em pouco tempo você terá um gatinho derretendo de tesão nos seus braços.





Observação muito importante: sexo falado! Vai, sempre quando possível, falando com o ele, perguntando se tá bom, se pode continuar, se “assim” pode, como ele prefere, isso dá uma segurança e mostra que você está preocupado com o prazer e bem estar.




Dedos: Depois de algum tempo de beijo grego, com os sinais corporais positivos, é hora de avançar o sinal, língua e dedos, devagar, com muita delicadeza, coloca um pouquinho, e depois mais um pouquinho e por aí vai, e lembre-se: pra ser bom pra você, tem que ser bom pra ele! Acho que homem nenhum ia gostar de comer de cara feia e reclamando. E é você, cara, que tem que causar esse bem estar.





Relaxar: Pergunte qual é a posição que ele prefere. Normalmente, passivos que gostam de sexo anal, tem algumas preferências nessa hora, posições que os deixam mais confortáveis. Se o cara nunca fez, eu aconselho o ativo “deitado de costas”, ele vai conseguir relaxar mais facilmente do que se estivesse “de quatro”. Isso são técnicas que só com o tempo a gente consegue desenvolver, porque nessa hora, o cara não tem o que fazer, só relaxar, e a princípio, não são com todas as posições que conseguimos isso.






Penetração anal: Depois do beijo grego, dedos e delícias, é chegada a hora tão esperada…a “terra prometida” a vista. E mais uma vez eu digo: CALMA! Nunca, em hipótese alguma, coloque tudo de uma vez, nem se for em um que goste e esteja habituado a dar cu, sempre com calma, a princípio. ~Nunca se esqueçam do gel lubrificante e da camisinha.~ Sabe aquele “tira e coloca”, só da cabeça? A principio devagar, depois você vai entrando aos poucos e aos poucos…e assim se come um cu!







Agora me fala: difícil?



Sabe qual é o maior problema? O ativo é muito prático e as vezes preguiçoso, e isso impede dele ter esse raciocínio lógico que acabei de falar. Quando um homem pensa em comer um cu, ele se imagina comendo o cu e mais nada. Não pensa nesse “antes” que é o fundamental.




Eu acho que não podemos falar que não gostamos de algo que não experimentamos. Esse tabu todo existe, por falta de informação. É possível sim, ter prazer anal e sem dor. Então, esqueça tudo o que você ouviu da sua vó sobre sexo anal, que cê vai perder as pregas, que seu cu não vai mais voltar ao normal, que isso causa hemorroida ~essa é a melhor haaahaaaaahaaaahaaaa~ e todos os outros mitos sobre sexo anal, e se abra pra esse prazer.





Encerro esse artigo cantando a vocês:



"…esse seu buraquinho, foi feito pra mim…então me deixa entrar até o fim…"


Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (3) Comente aqui!

3 comentários:

  1. Olha pro Andy, safadinho.
    Querendo meu cuzinho.
    Vem comer, vem.

    Severoni

    ResponderExcluir
  2. Difícil achar um boy que tenha esse cuidado de dar prazer para o passivo e comer um cu como se deve

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...