Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Igreja Católica de Cuba desaprova mudanças na Constituição que permitiriam o casamento gay.


Importante líder católico de Cuba criticou o casamento gay 


O governo cubano propôs recentemente uma mudança na Constituição de seu país que, entre outros, asseguraria direitos à comunidade LGBT, como a permissão da união entre pessoas do mesmo sexo.

Tais propostas, no entanto, correm o risco de não serem aprovadas, após a Igreja Católica de Cuba se manifesta contrária à determinação.

Em carta divulgada no site da Conferência Episcopal de Cuba, o arcebispo de Santiago de Cuba, Dionisio García, disse que a mudança, presente no artigo 68 da minuta da nova Carta Magna, “preocupa a muito” por seu “alcance posterior”, diante da possibilidade de aprovar as uniões e adoções entre casais homoafetivos.

“Ignorar o que, por natureza, nos foi dado ou ir contra as leis e processos inscritos, inclusive geneticamente, em nosso ser, traz sempre consequências lamentáveis, seja imediatamente ou com o decorrer dos anos”, afirma o arcebispo.

Dionisio prossegue alegando que “a instituição do casamento é tão antiga como a humanidade, está na própria origem do homem e das formas primitivas de organização social (…), mas, em todas, estão presentes e relacionados entre si os doissexos, homem e mulher”.

Por fim, o arcebispo justifica sua postura contrário à mudança ao fato de, se aprovada, acarreta em uma série de modificações dos conteúdos educativos nas escolas, nos âmbitos culturais e nos veículos de imprensa, “para adaptá-los a essa nova proposta”, o que geraria, para ele, uma “mudança cultural desnecessária”.

“E falso alegar que é próprio de uma revolução fazer mudanças como essa, romper com as tradições. A maneira de celebrar um casamento pode sim ser considerada uma tradição, mas não o casamento em si”, escreveu o religioso.

Caso a proposta da nova Constituição seja aprovada, haverá uma modificação nas leis cubanas quanto ao que se entende por casamento, deixando de ser “a união voluntária entre um homem e uma mulher” para a “união voluntariamente arranjada entre duas pessoas com aptidão legal para isso”.

Com informações da Agência EFE

Igreja distribui "abraços de mães” a LGBTs expulsos de casa e rejeitados pelos pais.




Ser LGBT ainda é lidar com rejeição familiar e exclusão de alguns setores da sociedade. Visando dar amparo a essas pessoas, uma igreja está distribuindo “abraços de mães” a lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros que se encontram nesta situação de vulnerabilidade social e emocional.

O momento aconteceu por iniciativa de mães membros da congregação Austin New Church e a escritora Jen Hatmaker durante a semana da Parada LGBT de Austin, no Texas.

A iniciativa existe desde 2015, quando a autora de Oklahoma, Sara Cunnigham, que precisou lidar com a homossexualidade do próprio filho, fez uma publicação no Facebook naquele ano se voluntariando para dar abraços grátis a LGBTs que sentissem falta de seus familiares.

A partir de então, foi criada a Free Mon Hugs, organização não-governamental que atua em prol dos direitos LGBTs.

Ministro suspende proibição do ensino sobre sexualidade em Palmas.


Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal 


O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu os efeitos do artigo 1º de uma lei municipal de Palmas (TO) que vetava o ensino sobre gênero e sexualidade nas escolas públicas municipais. A medida é liminar (provisória) e deve ser ainda discutida pelo plenário do STF.

O ministro lembrou que a lei local conflita com a Lei 9.394/1996 (Lei de Diretrizes e Bases de Educação), editada pela União, “que prevê o respeito à liberdade, o apreço à tolerância e a vinculação entre educação e práticas sociais”.

A ação foi proposta pela Procuradoria-Geral da República que alegou que a decisão contrariava a Constituição Federal e colaborava com a cultura de violência contra a parcela da população LGBT- Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgêneros.

Para Barroso, há uma relação de causa e efeito entre a exposição dos alunos aos mais diversos conteúdos e a aptidão da educação para promover o seu pleno desenvolvimento.

“Quanto maior é o contato do aluno com visões de mundo diferentes, mais amplo tende a ser o universo de ideias a partir do qual pode desenvolver uma visão crítica, e mais confortável tende a ser o trânsito em ambientes diferentes dos seus”, observou o ministro.

Em 2016, a prefeitura de Palmas vetou o uso de material didático, no ensino municipal, que mencionava diversidade sexual. Na época, o Ministério da Educação havia disponibilizado livros didáticos que incentivavam o uso de preservativos, debates sobre diversidade de gênero e união entre pessoas do mesmo sexo.

Com informações do site da “Agência Brasil”.

Cabeleireiro de MS foi torturado e assassinado porque era gay, diz polícia.


Heberson, encontrado morto em Dourados (Foto: Facebook/Arquivo Pessoal)
Três presos por latrocínio e homofobia contra cabeleireiro


Três estão presos. Um confessou que agrediu até a morte o jovem porque não aceita pessoas LGBT.

O cabeleireiro de Dourados Heberson Júnior Cavalcante de Almeida, de 23 anos, foi morto porque era gay. Ele também teve o carro roubado e levado para o Paraguai. É o que aponta a investigação da Polícia Civil, que prendeu três suspeitos do crime. A faca usada foi apreendida.

De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira (27) pelo Serviço de Investigações Gerais (SIG), da Polícia Civil, um dos presos, o mais velho dele, de 30 anos, confessou que esfaqueou Heberson “porque tem aversão a homossexuais”, fala o delegado Rodolfo Daltro.


Três presos por latrocínio e homofobia contra cabeleireiro


Morte

Heberson foi encontrado morto em uma construção abandonada no dia 13 de agosto. Ele foi levado para o local por volta das 23h (de MS) do dia 10, ao ser rendido pelo suspeito mais novo, de 23 anos, quando saía de uma conveniência onde tinha ido comprar um refrigerante.

Segundo a polícia, o bandido deixou o cabeleireiro no cativeiro para o comparsa ajudar a cuidá-lo enquanto o carro dele era levado para Capitán Bado, no Paraguai.

Cerca de uma hora depois, conforme relato do próprio homem que confessou o crime, ele agrediu Heberson até a morte com golpes de faca por causa da orientação sexual da vítima. Na versão dele à polícia, ele não gosta de pessoas LGBT porque se desentendeu com colega de cela que era gay, ao ficar preso por nove anos.


Faca utilizada para matar o cabeleireiro foi apreendida 


Roubo

A polícia chegou até o trio após descobrir que o carro da vítima havia sido vendido no Paraguai. O veículo havia sido levado de Dourados para lá por outro suspeito preso, de 29 anos.

De acordo com o SIG, o suspeito que rendeu Heberson e o que levou o carro dele para o país vizinho disseram que tinham interesse somente no roubo do veículo e que não sabiam que ele seria morto, apesar de ter deixado o outro envolvido no crime no cativeiro com uma faca.

Heberson era de Dourados, morava em Campo Grande e tinha à cidade natal para atender antigas clientes.

Os três foram autuados por latrocínio, que é o roubo seguido de morte, e também por associação criminosa.

A investigação da polícia revelou ainda que os três participaram de um assalto a um taxista dois dias antes. O trabalhador reagiu e conseguiu escapar.

Corpo de travesti em decomposição é encontrado boiando em rio de Manaus.


Corpo da travesti Paola foi encontrado no rio Igarapé, em Manaus


O Corpo de uma travesti foi encontrado boiando nas margens do Igarapé do Franco, na avenida Kako Caminha, no bairro São Jorge, localizado na Zona Oeste de Manaus, nesta quinta-feira (30).

O cadáver, achado por moradores na região após sentirem um forte odor vindo do lago, estava em estado de decomposição avançado e possuía marcas de sangue e escoriações provavelmente causadas por facadas. As informações são do site A Crítica.

De acordo com a Polícia Militar a vítima usava uma calça legging, uma blusa curta e um anel tipo aliança no dedo anelar da mão direita. Nenhum dos residentes próximos ao local conseguiram identificar de quem se tratava. Informações também dão conta que aquela área é conhecida por ponto de prostituição e usuários de drogas.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para resgatar o corpo, que estava em meio ao lixo represado nas águas sujas do rio. Equipes do Instituto Médico Local (IML) estiveram presentes para a remoção do corpo. A Perícia Criminal não compareceu por causa do estado de decomposição do corpo. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Sobrinho mata tio a facadas após ser chamado de gay em festa da própria família.


Jackson John Abel, sobrinho da vítima, foi preso e levado para a delegacia onde foi autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil. 


Um homem de 28 anos foi preso neste sábado (1º) suspeito de assassinar a facadas o próprio de tio, de 38, no município de Bonfim, Norte de Roraima. O crime, conforme o delegado da região, Alberto Alencar, ocorreu durante uma festa da família após a vítima chamar o suspeito de gay.

Ainda segundo o delegado, o suspeito identificado como Jackson John Abel, bebia junto com o tio, Levoy Marare. Ambos são guianenses e moravam em Bonfim. A cidade faz fronteira com a Guiana.

O suspeito atingiu o tio com duas facadas e foi preso em flagrante pela Polícia Militar. No momento da prisão, ele estava com a faca do crime nas mãos, informou o delegado. O crime ocorreu na madrugada.

“Foram duas facadas, uma na perna e outra no coração. Tio e sobrinho discutiram porque o sobrinho foi chamado de gay. Por motivo banal ocorreram agressões mútuas. Conforme afirmaram os populares, eles estavam consumido cachaça”, relata Alencar.

Tio e sobrinho, segundo testemunhas disseram à polícia, já tinham desavenças familiares e histórico de agressões anteriores.

“Testemunhas disseram que após desferir a facada mortal no coração de seu tio, o homicida ficou segurando a faca na mão direita e olhando para a vítima dizendo que queria morrer, fatos antes presenciado pelas testemunhas e policiais militares que atenderam a ocorrência e o detiveram ainda com a faca na mão”, conta o delegado.

Alencar autuou o suspeito em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil. Ele deve ser conduzido á audiência de custódia.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...