Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel declara apoio ao casamento homoafetivo.


Presidente de Cuba Miguel Díaz Canel 


O novo presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, revelou ser a favor da legalização do casamento igualitário entre pessoas do mesmo sexo que está em discussão no Parlamento como proposta pela nova Constituição do país.

A declaração foi feita pelo chefe de estado nesta segunda-feira (17) em entrevista à emissora “Telesur”, quando afirmou que o governo quer “eliminar qualquer tipo de discriminação na sociedade”.

Principal reivindicação da comunidade LGBT cubana, a união civil homoafetiva é um dos pleitos mais defendidos para a nova Constituição da ilha, que está sendo discutida desde julho, e o texto final deve ser submetido a um referendo em fevereiro de 2019.

A atual Carta Magna do país estabelece como casamento apenas para a “união voluntária de um homem e uma mulher”, posição defendida pela Igreja Católica.

Vale lembrar que há anos, a deputada Mariela Castro, filha do ex-presidente Raúl Castro, vem sendo uma das principais aliadas dos direitos da comunidade LGBT no país caribenho. Em 2010, Fidel Castro reconheceu as “injustiças cometidas contra os homossexuais” no passado, que forçaram ao exílio de diversos intelectuais e artistas entre as décadas de 1960 e 1980.

Ator francês Arnaud Gagnoud sofre agressão homofóbica ao abraçar namorado em público.


O ator francês Arnaud Gagnoud mostra ferimentos após agressão homofóbica 


O ator francês Arnaud Gagnoud usou as suas redes sociais para denunciar uma agressão homofóbica que sofreu ao abraçar o seu namorado em frente a um teatro de Paris, na noite desta terça-feira (18).

O episódio aconteceu enquanto o casal esperava uma amiga que também é atriz em frente a um teatro no 20° distrito de Paris, no nordeste da capital. “Cometemos a infelicidade de nos abraçar enquanto conversávamos. Uma carícia. Apenas uma carícia”, relatou o artista.

“Um grupo de três jovens que estava por perto começou a lançar uma série de insultos homofóbicos. Eles exigiam que nós deixássemos o bairro e gritavam: aqui não tem lugar para bicha!”, continuou.

Os namorados não tiveram nem tempo de reagir às agressões e foram logo sendo atacados pelo grupo. Outros três jovens se juntaram aos agressores empurrando as vítimas. Um deles chegou a utilizar um capacete de motocicleta no ataque.

“Gavião não vota em Bolsonaro”, diz presidente da maior torcida do Corinthians.


Digão, presidente da Gaviões da Fiel


O cenário político nacional tem movimentado diferentes vertentes do país: da cultura à indústria, ao futebol. Entre apoiadores e críticos de candidatos “X”,  o presidente da maior torcida do Corinthians, a “Gaviões da Fiel”, se manifestou contrário a Jair Bolsonaro do PSL.

De acordo com informações do jornalista Juca Kfouri, Rodrigo Gonzalez Tapia, o Digão, divulgou uma nota com o título “Gavião não vota em Bolsonaro”.

Nela, Digão relembra a importância da democracia no país e o quão árduo foi para reconquistá-la após a ditadura militar de 1964-1985.

“É o seguinte rapaziada, vocês que apoiam um cara que vai contra todas as nossas ideias e joga no lixo o nosso passado de muitas lutas, por favor, se forem seguir apoiando esse cara, repense sobre sua caminha dentro da torcida”, diz ele.

O presidente da Gaviões da Fiel, que conta com 112 mil sócios, diz ainda que quem for votar e Bolsonaro “pode passar lá no vip e assinar a carta de saída”.

“Somos uma torcida que defende os direitos do nosso povo e não podemos deixar que o nosso maior representante seja contra nós e contra aquilo que lutamos”.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...