Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

O Comportamento Sexual Compulsivo.


Vício Em Sexo?  Se você acha que você ou seu parceiro provavelmente tem um vício em sexo, este artigo vai lhe interessar. Descubra o que é exatamente o comportamento sexual compulsivo e como se identifica. Esse é o primeiro passo, e o mais importante, para encontrar uma solução para este problema que pode colocar em risco o seu trabalho, seus relacionamentos e até mesmo sua saúde.


Blog Destinado ao Publico Gay

man gay GIF



Ter desejos sexuais várias vezes ao dia não é um problema. É totalmente normal senti-los, e é comum que em algumas épocas esse desejo aumente mais do que o habitual. Muitos fatores podem desencadear o desejo sexual por temporadas, desde físicos (como as alterações hormonais) até emocionais (alegria, ansiedade, estresse).




Mas se você ou seu ente querido perdem o controle quando não conseguem satisfazer esse desejo, ou se pensa em sexo afeta sua vida diária, trabalho, relacionamentos e até mesmo a sua saúde, então estamos falando de um problema. Isso que muitos chamam de "vício em sexo", hipersexualidade ou ninfomania, no ambiente médico é conhecido como comportamento sexual compulsivo.




Como o próprio nome diz, é uma compulsão por sexo. Ou seja, quando uma pessoa tem um desejo que não é o comum (incomum, exagerado) ou uma obsessão com o sexo; desejo sexual ao extremo.



Uma maneira fácil de entender é quando o comparamos com outras situações mais comuns, ou, digamos, mais socialmente aceitáveis. Muitos adultos gostam de tomar uma bebida ou jogar em um cassino, sem que seja necessariamente um vício. 




Mas quando o desejo de tomar uma bebida ou jogar Black Jack está fora de controle, não os deixa pensar em outra coisa e fazem o que for preciso para conseguir isso, então podemos chamar de um comportamento compulsivo ou vício.



Algo semelhante pode acontecer com o sexo. O comportamento sexual compulsivo geralmente pode se apresentar das seguintes maneiras:

Sexo sem proteção.


Masturbar-se frequentemente.


Preferir a masturbação ao sexo com um parceiro.


Infidelidade constante.


Ver pornografia frequentemente.


Sexo virtual (cyber sexo) ou sexo por telefone.


Voyeurismo ou exibicionismo.


Relações sexuais sadomasoquistas.




Se você ou seu parceiro tem algum destes comportamentos frequentemente e sentem que é a única maneira de satisfazer seu desejo sexual, é provável que tenham um comportamento sexual compulsivo.



É normal que no início negue o problema, não possa se dar conta das suas próprias atitudes ou as justifique. Mas, mais cedo ou mais tarde, esses comportamentos deixam de satisfazer o desejo sexual, e ai é quando você percebe que tudo o que resta é a insatisfação, acompanhada por sentimentos de culpa, tristeza e impotência diante de um problema que você sente que não pode controlar.




Se você está passando por algo semelhante, não se envergonhe. O comportamento sexual compulsivo é mais comum do que se imagina, pois em muitos casos surge como consequência de problemas bastante comuns em nossa sociedade, como a solidão, a depressão, a ansiedade ou o estresse. Ou, às vezes tem que lidar com experiências sexuais traumáticas do passado.




Por isso, é importante procurar ajuda. Atualmente, existem terapeutas especializados em distúrbios da sexualidade e terapia de grupo em centros especializados. E até existem algumas opções para te ajudar com medicamentos, se você precisar. Deixe para trás a sua vergonha e pense nos benefícios que você pode obter mais tarde, entre as quais está retomar sua vida sexual de forma saudável e (é claro) satisfatória.




Qualquer coisa que atrapalhe a sua vida profissional, estudos, relacionamentos com pessoas, e atividades normais, são algumas dos sintomas que podem ser considerados anormais.





Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (2) Comente aqui!

2 comentários:

  1. Com esses gifs recheando o texto, me pergunto que é que vai conseguir ter condição de terminar de ler esse post sem, no mínimo, bater uma.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo- Rsrsrs...usando o útil ao agradável. Assim o texto não fica cansativo e muito educativo. Quem não gosta de aprender assim?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...