Slide 1 Slide 2 Slide 3

DICAS DE SAÚDE


GONORÉIA - Você sabe o que é e como se prevenir?

Vamos publicar aqui uma série de recomendações que vão lhe esclarecer sobre o tema, como prevenir e como se tratar. Vamos então à primeira dessas publicações:



GONORREIA | SINTOMAS E TRATAMENTO
Por Pedro Pinheiro

 

A Gonorreia é uma DST (doença sexualmente transmissível) que acomete homens e mulheres, causada por uma bactéria chamadaNeisseria gonorrhoeae, também conhecida como gonococo.
Neste texto vamos abordar os seguintes pontos sobre a gonorreia:
·       O que é gonorreia.
·       Transmissão da gonorreia.
·       Sintomas da gonorreia.
·       Complicações da gonorreia.
·       Diferenças entre gonorreia e clamídia.
·       Tratamento da gonorreia.

O QUE É A GONORREIA?
A gonorreia é uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns em todo mundo, havendo cerca de 200 milhões de novos casos anualmente. A bactéria Neisseria gonorrhoeae infecta homens e mulheres de modo semelhante, apesar dos sintomas serem menos óbvios no sexo feminino (explico adiante).
A incidência da doença é maior entre os 15 e 24 anos, idade onde é comum haver intensa atividade sexual sem a devida proteção. Apesar da maior incidência na juventude, esta DST pode ocorrer em qualquer idade se o paciente apresentar estilo de vida promiscuo ou não costumar usar preservativos com novos parceiros(as) sexuais. A ocorrência de gonorreia em crianças costuma ser um sinal de abuso sexual.
A gonorreia é a principal causa de uretrite, isto é, inflamação da uretra, canal que drena a urina da bexiga. O gonococo pode crescer facilmente em áreas quentes e úmidas do nosso trato reprodutivo, incluindo o colo do útero, o útero, as trompas de Falópio e a uretra. A bactéria também pode crescer na boca, garganta, olhos e ânus.

TRANSMISSÃO DA GONORREIA

 
A transmissão do gonococo só é feita de duas maneiras: pela via sexual (oral, vaginal e anal) ou entre mãe e filho durante o parto. Não há descrições de transmissão da gonorreia através banheiros públicos ou piscinas. Partilhar objetos sexuais, como vibradores, também pode ser uma via de transmissão. A transmissão através de toalhas ou roupas íntimas é pouco comum.
A gonorreia pode ser transmitida mesmo quando o paciente infectado não apresenta sintomas. Também não é necessário haver ejaculação para ocorrer a transmissão. Basta o ato sexual.
Estima-se que a chance de transmissão após uma única relação sexual desprotegida com parceiro(a) infectado(a) esteja entre 50 e 70%. Quando a relação ocorre mais de uma vez, o risco de contaminação sobe para mais de 90%. A camisinha é o melhor método para diminuir a possibilidade de transmissão.
O período de incubação da gonorreia, ou seja, o espaço de tempo entre o contágio e o surgimento dos primeiros sintomas, varia de 2 a 8 dias.
 
 (CONTINUA NA PRÓXIMA SEMANA)


Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...