Slide 1 Slide 2 Slide 3

LITERATURA GAY




Fugir nunca foi solução para um relacionamento. Enfrentar e olhando nos olhos discutir o que está errado é a melhor atitude. As vezes, até as circunstâncias conspiram para essa aproximação. Foi o caso de Laurie e Win, presos num elevador quando fugiam de uma conversa franca. Vamos ver o que rolou naquele espaço tão minúsculo. 2- Um cliente inesperado ao final do expediente, pode fazer valer o dia. Parece que Cory vai descobrir isso quando Kyle chega de repente quando esse fechava a padaria. O que será que acontecerá de tão especial para fazer valer o dia de Cory? 3- Quem disse que histórias de dragão eram contos para criança? Se você pensava assim, espero que reveja seus conceitos após ler “Alma de Dragão”. Tem muito fogo saindo não só pela boca…4- 4- Relação entre patrão e empregado nem sempre pode ser classificada como assédio, principalmente quando conta com o consentimento mútuo. Isso parece que é o que vai acontecer num determinada ilha…



 

Descendo

O tatuador Laurie Watson sentiu a distância entre ele e seu noivo Win, por um longo tempo, mas ele finalmente teve o suficiente. Ele estar determinado a descobrir como resolver o que está errado entre eles. Infelizmente, quando ele chega em casa, ele encontra Win falando com seu ex. Descobrindo que ele perdeu a chance de consertar as coisas entre eles, Laurie foge. O elevador temperamental tem outras ideias, no entanto, e Laurie e Win ficam presos entre dois andares. Não sendo capazes de esconder seus problemas, Laurie e Win vão ter quer conversar, ou terminar para o bem…




 

Depois de Horas

Cory não está muito feliz por ter que fechar a padaria de seu irmão, até que um determinado cliente apareceu. Cory gostaria de animar o médico Kyle com um serviço extra muito especial, mas ele não tem certeza de que o homem está interessado. Quando Cory faz o seu movimento, vai ser um desastre ou será que a sua noite na padaria vai ser melhor do que ele poderia esperar?




 

Alma de Dragão

Um casal, um dragâo e uma aventura na frente…. Katsu puxou os cadarços sobre á calça de Ashe, puxando-as e suas botas juntas, deixando-o nu, exceto por meias e túnica. Ele lutou para sair de tudo, jogar tudo de lado para passar suas mãos sobre os ombros de Katsu e costas. A túnica impedia de sentir a pele e os músculos, e ele rasgou até que Katsu finalmente começou a tirar suas roupas.




 

Dakota Rebel - Clandestino

…Jasper é, entre outras coisas, o meu patrão. Ele dirige o programa de patrocínio para Wyspa em nome dos militares. É o seu trabalho levar os recém-chegados à ilha para os civis como eu, que viveram aqui por um tempo para ajudar os novatos se acostumar com a vida na Wyspa. "Então, eu estou aqui para o negócio e não o prazer?" Eu perguntei com um suspiro exagerado…



BOA LEITURA!!!


Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...