Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

Por que sentimos prazer anal? Especialista explica.


Os passivos podem dizer com toda a certeza, o prazer anal é incrível. A região está entre as zonas erógenas mais importantes do corpo.



Mas como explicar todo esse prazer? De onde ele vem?



Bom, existem estímulos sensitivos que implicam em prazer na margem anal (região externa do ânus), no canal anal (parte interna) e no reto (região acima do canal, onde está a próstata).




“Há mais sensibilidade na região da margem anal e nos dois terços distais do canal anal, enquanto no terço proximal e no reto há mais receptores nervosos de pressão”, revelou o coloproctologista João Ricardo Duda ao site Minha Vida.




A região da próstata é considerada o ponto “G” dos homem, isso porque o seu estímulo pode implicar, em alguns casos, em orgasmos mais intensos e prolongados do que aqueles que ocorrem pela estimulação peniana.



“A próstata pode ser acessada através do reto, sendo localizada em sua parede anterior, em média a 10 centímetros da margem anal”, indica o especialista.




De acordo com João, estas regiões geram prazer sexual, pois recebem terminações de um nervo chamado “pudendo”, o mesmo que inerva o pênis e a pele da bolsa escrotal.





Além disso, existe um fator de prazer psicológico: a mente também gera estímulos decorrentes dos conceitos comportamentais de dominação e submissão.





No entanto, é preciso ter em mente que há riscos, como os de lesões e traumatismos na região anorretal, incluindo o mecanismo esfincteriano anal. Além disso, as chances de contrair doenças sexualmente transmissíveis são maiores.




Como tornar o sexo anal mais prazeroso?



Uma das principais dicas para tornar essa experiência ainda mais prazerosa é relaxar e curtir o momento. Então, dedicar-se a uma boa preliminar ajudará ambos a tirarem a tensão do corpo, tornando assim a penetração do pênis, dos dedos ou de algum brinquedo sexual muito mais tranquila.






Além disso, o uso de lubrificantes é fundamental, pois a região anal não possui lubrificação natural. Os produtos à base de água são os mais recomendados, pois não têm risco de gerar reações alérgicas.





“Deve-se ter cuidado e delicadeza na penetração e movimentos iniciais, a fim de não causar dor e ferimentos. A limpeza prévia do reto, seja com duchas higiênicas ou enemas, é bem-vinda para muitos”, aconselha o coloproctologista.





Já sabe, né?! Não se esqueça da chuca e vai ser feliz!!!





Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...