Slide 1 Slide 2 Slide 3

FOFOCAS DE CELEBRIDADES - GOSSIP

Escute "Vámonos", parceria de Ally Brooke com Kris Kross Amsterdam e Messiah.



Mais uma integrante do Fifth Harmony está de single novo, em sua carreira solo. Desta vez é Ally Brooke que lançou "Vámonos", uma faixa conjunta com o produtor de música eletrônica Kris Kross Amsterdam e o cantor Messiah.



Ouça a nova música do UM44K, "Grupo Bom"




O duo UM44K lançou, hoje (23), o seu novo single, "Grupo Bom". Luan Otten e Saulo Poncio apostam em uma sonoridade R&B e romântica na música inédita.



Escute a nova música de Kelly Rowland, "Kelly".




A ex-Destiny's Child, Kelly Rowland, compartilhou, nesta sexta-feira (23), um novo single, que traz como título seu próprio nome "Kelly".



Filme “Sócrates” é o grande vencedor do Festival Mix Brasil.




O drama com temática LGBT “Sócrates”, de Alex Moratto, foi o grande vencedor da 26ª edição do festival Mix Brasil de Cultura e Diversidade. A premiação aconteceu nesta quarta-feira (21), em São Paulo.

O filme foi condecorado com o Coelho de Ouro de melhor longa brasileiro. A produção também levou os Coelhos de Prata de melhor direção e interpretação (Christian Malheiros) na votação do júri.

O longa-metragem relata a trajetória de um jovem negro, homossexual de 15 anos, morador da periferia da Baixada Santista, litoral paulista, que precisa sobreviver por conta após a morte de sua mãe. “Sócrates” foi produzido pelo Instituto Querô e Querô Filmes, e dirigido por Alex Moratto.

Outras produções com temas da diversidade também foram consagradas. O curta-metragem Reforma, recebeu o troféu de melhor curta, direção e roteiro. “MC Jess” e “Kibe Lanches” ganharam, respectivamente, os Coelhos de Prata de melhor interpretação (Carol Dall Farra) e menção honrosa.

O longa “Ilha” levou como melhor roteiro (Ary Rosa) e “Mais dos Corvos”, de Gustavo Vinagre ficou com a menção honrosa. Já para o público, o melhor longa nacional foi “Bixa Travesty”, documentário sobre a cantora Linn da Quebrada.

O francês “Conquistar, Amar e Viver Intensamente”, de Christophe Honoré, foi eleito melhor longa internacional. Os curtas escolhidos pelo público foram: Do Lado Dillah, de Washington Calegari, como o melhor nacional e o canadense Marguerite, de Marianne Farley, como o melhor internacional.

Drake Bell...








AI, QUE INTERESSANTE...





NÃO AGUENTO...QUE DELÍCIA!!



Até mais amigos!!



Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...