Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

Como dar a bunda em cinco passos.


Isso mesmo, "dar a bunda", "escorregar no quiabo", "queimar a rosca", "dar a ré no quibe". Ou ainda o popularíssimo "tomar no cú". Como sou um baita de um sem-vergonha, disse pra todo mundo que dar a bunda é uma delícia! Mas que precisam de alguns cuidados. E acabei me comprometendo a dar dicas de como comer ou dar um cú. Só que é o seguinte: se eu sair por aí dizendo, vai ter mais gente querendo saber como é. Portanto, resolvi escrever um breve texto sobre o assunto.


Blog Destinado ao Publico Gay

SAIBA MAIS ABAIXO:



PASSO1: Lembre-se que o cuzinho não se "abre" quando penetrado. Muito menos se lubrifica naturalmente. Pelo contrário, ele se fecha! Experimente colocar um dedinho no seu cú. Isso mesmo, só um dedinho, e ele vai se fechar imediatamente!



Por isso, nada de ir botando ou deixando botar a pica assim, se primeira! Vá colocando um dedinho, bem devagarinho. Se o cuzinho piscar, deixe-o voltar ao normal , aos poucos ainda com o dedinho lá dentro. Sem mexer, tá?



Depois de acostumar com o primeiro dedinho, vá para o segundo. Sem pressa, sem afobação. Só depois do segundo dedinho ficar de boa, você entra com o terceiro. Caso o terceiro se adapte bem e seja bem recebido pelo cú, aí sim você pode começar a fazer o vai-e-vem no tobinha, como já simulando uma transa, pra acostumá-lo à penetração do pênis propriamente dita. Afinal, você não serve só pra dar prazer, mas pra sentir também!


 




Parte2: Lubrificação. 



Primeiro, é óbvio, você deve escolher o lubrificante. Qualquer foda anal a seco, vai machucar o seu tobinha. Tem gente que usa cuspe. Pois é, tem vezes que um beijo grego bem gostoso , o cunete, já basta.





Passo3: Higiene.



Seu cuzinho na verdade é a parte final de seu sistema digestivo. O que têm no final da sua digestão? Isso mesmo. Merda. Bosta. Portanto, é necessário limpeza na área, antes que você faça "cagada" no foda com seu parceiro. Alguns fazem a chuca e outros uma boa cagada e lavadinha no chuveiro. Creio que é o suficiente.





Passo4: Paciência.




Ouça o que esto dizendo: sexo é muito mais mental do que físico. É tão mais mental, que estuprados usualmente não gozam. Tá, eu nunca fui estuprado pra saber, mas imagino que a última coisa na qual uma pessoa violetada vá pensar é em sentir prazer...




Por isso, sem pressa! Sem afobação! Façam devagarzinho e sempre, e tudo sai bem feito!




Bom, com tudo isso o guia já poderia estar completo. Mas vou acrescentar um último "toque" meu mesmo. Para mim, junto com tudo isso que falei, uma coisa muito importante na hora de dar o toba é...




Passo5: Amor e carinho.



Para mim ela é essencial. Enfim, você e seu parceiro que decidam!






Mas então. Quando se come um cú por "esporte", ou ainda por distração, muita coisa pode ser deixada de lado. Se uma pessoa está comendo o seu cú e essa pessoa meio que "se lixa" pra você, ou é meio indiferente, pra que ela vai te comer direito? Pra que ela vai se preocupar com algo além do próprio prazer? Por que ela vai querer te preparar com paciência, com vários dedinhos, com horas e às vezes dias de espera, pra não te fazer doer?




Sabe, a pica é um negócio super fácil de lidar. Qualquer estímulo, já fica dura e pronta. Depois, é só meter, tirar e pôr até gozar. Mas quem dá o cú sabe que NÃO é só enfiar pra sentir prazer. 





E´ necessário cuidado, masturbação gostosinha, lubrificação. Todo esse aparato de que a pica simplesmente não precisa. A pica é meio "auto-suficiente". O cú, não!




Em suma, sem amor a pessoa usa você pra chegar no gozo. Com amor, a pessoa usa o gozo pra chegar em você.




Enfim, chegamos ao final de meu guia de como comer um cú. 






~*~

**Vou dar a voz aos leitores. Se vc quizer mandar um texto sobre sexo (dicas, histórias, conselhos, curiosidades, casos engraçados) mande para: andersoncelsius@yahoo.com.br , que iremos ilustrar o texto. Participem!!


Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...