domingo, dezembro 23, 2018

Desabafo




Texto retirado do Facebook 


Olá a todos!

E mais uma vez outro “sincero relato” que faço numa rede social 

A quem interessar: Sou  Roberto. 43 anos, solteiro.residente em Niteroi (RJ). Curto pessoas do mesmo sexo. MAS... Não vou a baladas ou boates gays. Por “comodismo”, procuro a internet.

E o que EU consigo? Nada. Absolutamente NADA!...



NUNCA tive um “namorado”. Talvez um ‘affair’. Mas NADA sério. Assumo que sou gordo.  e me atraio por homens diferentes de mim. Mas são poucos os que se sentem atraídos por sujeitos como eu. Para muitos, a máscara de alguém que precisa disfarçar “o que não o é” em todos os momentos, parece ser ‘regra’. E EU REJEITO ESTA REGRA! Nada - e nem ninguém - justifica toda esta série de MENTIRAS e HIPOCRISIA. Mas para alguns... Sim, pois “o fim justifica os meios”.

Nas poucas vezes que “abro o coração”... Infelizmente ocorrem “repercussões”. Alguns comentaram acerca da minha ‘coragem’. Já outros, invadiram a minha intimidade para mandar recados “malcriados”. Vida que segue, a opção bloqueio existe para isso. Mas... Gostaria de expressar alguns pontos de vista: Atracão física é algo que motiva o contato entre duas pessoas (assim como os interesses e gostos em comum). Não vou negar (da mesma forma como as pessoas que são diferentes de mim, me atraem). Mas o que me incomoda, é que mostrar uma foto ‘normal’ - ou “careta” - não é garantia de ‘sucesso’. 

Qual seria o motivo? A ausência de uma ‘mala’? Uma p*** grande e suculenta para deixar qualquer um doido? 

Será que a cabeça de baixo é a que realmente funciona (e não a de cima)?

E outra: Resido em Niteroi(RJ). Por uma questão prática, NÃO quero contato com pessoas de fora do RJ. E não, NÃO acredito em ‘historinhas’’ do tipo “isso não me importa, vou me esforçar para estar com você”... NÃO! Quero carinho e atenção AGORA! Porque devo ‘esperar’?

E para finalizar: Não sou esquerdista, direitista, nada! Curto cultura pop! Não curto baladas, sertanejos, garotos de programa, álcool ou drogas! Não adiciono quem eu não conheço (e nem curto desconhecidos no Instagram). Sou uma pessoa que busca carinho e atenção.

 Mas porque o mundo gay – que prega tanto a dita “diversidade” – é o primeiro a não respeitar os pontos de vista daqueles ditos... “Um ponto fora da curva”? É algo a se pensar!...




Nenhum comentário:

Postar um comentário