domingo, abril 07, 2019

Desabafo de um solitário.



Viver está ficando insuportável. A ansiedade que invade meu peito não dá conta de identificar o que almejo na verdade. É um misto de tudo e nada. É um querer repentino que não respeita o processo dos acontecimentos, onde tudo deve respeitar uma cronologia. 

Eu estou rodeado de pessoas, Mas me sinto só. Eu não tenho com quem compartilhar meus planos, meus desejos, nem mesmo minhas angústias. As redes sociais são uma mentira. Ninguém é de fato aquilo que se apresenta. 



Mesmo sabendo disso a gente se ilude com as pessoas, e quando percebe, já se entregou. As relações que surgem desses contatos são verdadeiras construções em pântano, quase nunca tem sustentabilidade. 

Embora eu já tenha vivido histórias boas que ali surgiram. Entretanto na maioria dos casos o ambiente virtual é falso. Isso é fato, pois as pessoas não se apresentam de forma concreta. Eu estou decepcionado com isso. Preciso me desvencilhar dessas armadilhas: Facebook/Instagram… é como disse Zygmunt Barman, é tudo muito líquido...volátil.





Ah! Como eu gostaria de encontrar uma pessoa com alma, com sentimentos verdadeiros, que curtisse as coisas palpáveis, que não vivesse do glamour cibernético, que apreciasse a natureza, que gostasse de plantar e colher de tudo: alimentos e sonhos. Alguém de carne e osso, que me desse as mãos e saísse pra passear. Alguém pra construir um lar…

2 comentários:

  1. Estou assim também, triste...

    ResponderExcluir
  2. Entendo perfeitamente, moro sozinho desde meus 14 anos, acabei de completar 18, estou sem amigos...
    Tenho exatos 12 contatos no WhatsApp, onde 8 são familiares que não falo (Mãe inclusa).
    Não tenho ninguém para conversar, ninguém para ouvir meus planos, ninguém que saiba o que desejo, o que preciso, o que imagino... Essa depressão não tem fim, e daqui a alguns meses concluo o ensino médio, não sei se vou suportar até o fim do ano... Mas se aguentei 4 anos, pq não mais 4? E mais 4? E mais 4... E mais 4....

    ResponderExcluir