terça-feira, abril 16, 2019

FOFOCAS DE CELEBRIDADES - GOSSIP

Zayn lança clipe para a música "Stand Still".



Neste domingo (12), Zayn pegou seus fãs de surpresa e divulgou um clipe para a faixa "Stand Still", do seu álbum "Icarus Fall", lançado ainda em dezembro do ano passado.



Mark Ronson lança "Late Night Feelings" com participação de Lykke Li. 



Mark Ronson está de volta com sua mais nova faixa. "Late Night Feelings" tem a participação de Lykke Li é uma canção que mesmo com sonoridade contemporânea não esconde a sua dívida para com a soul music e a disco dos anos 70.



Raconteurs de Jack White e Brendan Benson lançam "Hey Gyp (Dig the Slowness)".



Os Raconteurs lançaram mais uma novidade. "Hey Gyp (Dig The Slowness)" é uma cover de uma canção lançada por Donovan - que era conhecido como o "Bob Dylan da Inglaterra" - em 1965.



Destaque em Malhação – Viva A Diferença, Ana Flávia Cavalcanti revela ser bissexual e engajada na luta contra o feminicidio.




Ter a oportunidade de interpretar papéis fortes na TV é para poucos. No ar em Sob Pressão, Globo, Ana Flávia Cavalcanti sabe bem como é dar vida a mulheres fortes. Na série médica ela faz uma dependente química. Já pelo SBT, segue em cartaz em A Garota da Moto como a vilã Naomi, presa por corrupção e que atormenta a vida da protagonista, Joana, interpretada por Christiana Ubach.

Em entrevista exclusiva ao Observatório da Televisão, a atriz, que coleciona destaques em Além do Tempo e Malhação – Viva A Diferença, falou sobre os desafios que um artista precisa enfrentar para levar ao público emoção, diversão e reflexão. No bate-papo, Ana Flávia falou sobre sua sexualidade e da forma como escolhe seus personagens.

Na luta contra o racismo, femincidio e por consequência o machismo, a atriz revelou: “Sou bissexual, numa relação homoafetiva, e tomo muito cuidado na escolha das minhas personagens e na relação que tenho com as mulheres em minha vida”. Ana ressaltou ainda que há poucos roteiristas negros na TV, no cinema e no teatro e com a participação deles as histórias teriam outros contextos.

Além de se destacar na TV, a artista segue trabalhando como roteirista e se prepara para lançar seu primeiro curta, Rã. Ana ressaltou na entrevista que a literatura, o teatro e a busca por informações aprofundadas nos jornais e em séries lhe ajudam a compreender mais o universo das histórias que interpreta na televisão.

“Transei com homens e mulheres, mas jamais tive algo com Gianecchini”, esclarece Theodoro Cochrane.




Theodoro Cochrane decidiu pôr fim de uma vez por todas nos rumores de que teria se relacionado amorosamente com Reynaldo Gianecchini enquanto ele namorava sua mãe, a jornalista Marília Gabriela.

Dizem até hoje que o casamento deles era para acobertar uma relação minha com ele”, disparou Theodoro em entrevista à Veja. “Namorei mulheres e homens. Transei com mulher, com homem. Já me relacionei com homem feio, com bonito, com gente burra, inteligente”, continuou finalizando: “Mas jamais tive algo com o Giane”.

No ar com a novela O Sétimo Guardião, Theodoro ainda contou que até hoje há quem o pergunte sobre o caso. “Já bati muita boca, agora eu viro a cara e saio andando. Essa história ofende a mim, ao Giane e à minha mãe”, declarou colocando os pingos nos is.

“Já namorei meninas e meninos”, revela Pedro Alves, novo protagonista de Malhação.




Prestes a estrear em “Malhação: Toda Forma de Amar”, Pedro Alves contou um pouco a respeito do seu personagem durante coletiva de imprensa sobre a nova temporada da trama. Vivendo um jovem que descobre aos poucos sua sexualidade, o ator ainda revelou sua bissexualidade.

Pedro será Guga, um jovem que começa desde muito novo a namorar Meg (Giulia Bertolli), mas acaba se apaixonando por Serginho, um garoto que mora em Caxias, após eles se conhecerem na internet. Pela trama, Guga não terá problemas em aceitar sua sexualidade, mas terá que lidar com os dramas familiares e seu atual namoro.

“É uma grande responsabilidade. É delicado tocar nesse tema porque o Brasil é muito vasto e nem todo mundo entende, nem todo mundo tem informação para lidar bem com isso. Mas é um desafio bom e necessário”, disse o ator em entrevista a Quem. Questionado se conhece pessoas que já passaram por situações parecidas com a de Guga, Pedro disparou: “Eu já namorei menina, já namorei menino, não é um problema pra mim falar sobre isso”.

O ator afirmou ainda não ter tido dificuldades no processo de descoberta de sua sexualidade, contando ter sido “muito natural”. “As pessoas estão querendo ser felizes e não estão se importando tanto com o que as pessoas vão dizer. Teve uma evolução nesse sentido”, continuou. “O Brasil ainda é o país que mais mata LGBTs no mundo”, lembrou. “Mas teve um avanço muito grande nos últimos anos, acho que as pessoas estão aceitando mais se não a televisão não estaria mostrando”.

Sobre as críticas, ele ainda aponta: “Sei que podem me olhar torto, podem até me ameaçar, nas ruas e nas redes sociais, mas não tenho medo. Um personagem gay é necessário. Venho num momento totalmente necessário.”

Jogador de rugby é banido de seleção por causa de post homofóbico.




Israel Folau, 30 anos, jogador da seleção de rúgbi da Austrália, teve o contrato rescindido com a Rugby Australia e não poderá mais defender seu país por causa de um post de conteúdo discriminatório feito em uma rede social. “Atenção bêbados, homossexuais, adúlteros, mentirosos, fornicadores, ladrões, ateus e idólatras. O inferno espera por vocês. Arrependam-se! Só Jesus salva”, diz o texto postado pelo atleta.

Em nota, o chefe-executivo do Rugby Australia, Raelene Castle, e o chefe da New South Wales Rugby Union (entidade a qual o Waratahs, clube que Folau defende, é filiado), Andrew Hore, explicaram a decisão tomada. “Enquanto Israel tem direito a suas crenças religiosas, a maneira pela qual ele as expressa é inconsistente com os valores do esporte. Queremos deixar claro que ele não fala em nome do esporte com suas recentes postagens nas redes sociais. Israel não conseguiu entender que a expectativa dele como funcionário da Rugby Australia e da NSW é que ele não pode compartilhar material na mídia social que condena, difama ou discrimina as pessoas com base em sua sexualidade”, informa um trecho do comunicado.

Com isso, Folau está completamente fora dos planos para a disputa da Copa do Mundo de rúgbi, que será disputada este ano no Japão. O técnico da Austrália, Michael Cheika, não se manifestou sobre o caso. Essa não foi a primeira vez que Folau manifestou seu discurso homofóbico. No ano passado, ele escreveu uma mensagem utilizando o mesmo conteúdo para atacar o parlamento do estado da Tasmânia, que tornou legalmente opcional a lista de gênero em certidões de nascimento. Na ocasião, o Rugby Australia emitiu um comunicado no qual respeitava a opinião de Folau, mas que não compactuava com a ideia.

Faiz isso nãaaaaao...




Vai devagar que sou virgem e apertadinho, viu?



Vamos moldar o tanquinho...isso, assim...



Jogador de futebol argentino Lucho Gonzales







Até mais!!




Nenhum comentário:

Postar um comentário