Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

Tamanho é documento, sim!




Aqui estou eu naquele momento psico-genicológico do blog. Aquele papo calcinha descontraído e com muito bom humor que você, leitor deste humilde blog, adora. Mais uma vez a gente vai falar daquela coisa tão preciosa e necessária nas nossas vidas. Aquele bem que todo boymagia carrega consigo: a neca! Se você for do tipo conservadora e pudica não leia os próximos parágrafos, porque dessa vez, eu resolvi arregaçar o verbo!

Este é um assunto muito frequente nas colunas voltadas ao público feminino com vagina. Mas eu nunca li nada a respeito voltado pra realidade gay em que vivemos. Convenhamos, esse é um assunto que muito nos interessa. Então resolvi fazer uma linha vanguarda e pioneira, sem hipocrisia, e muito menos sem fazer apologia ao pintão de cada dia. O único motivo desse artigo existir, é minha vontade de deixar claro aqui que no mundo gay, muitas vezes tamanho é documento SIM!

Vivemos numa sociedade presa a padrões de beleza e o seu pênis, assim como o seu rostinho lindo, também está incluso nesses moldes. A grande geradora dessa fábrica de padrões penianos é a indústria de pornografia, que vira e mexe sempre nos deslumbra/assusta com aquele show de necas odaras em suas produções, que você minha amiga dona de casa sem vagina, conhece muito bem!

Baseado nessa experiência com filmes adultos, geramos um modelo de pênis referência no nosso imaginário, que tanto desejamos. Daí, sempre que nos deparamos com um bofe com baixa estima de neca, ele acaba virando motivo de piada nos papos calcinhas com as nossas amigas. É o que chamamos de Bullying da Neca.

No sexo entre homens não existe varinha de cordão que faça mágica, meu bem. Há quem diga que, se a neca for pequena não existe fantasia nem adrenalina. Bee que é bee, gosta mesmo de preencher a mão com instrumentos pesados e de grosso calibre, seja ela atchivinha ou passiva sindicalizada. Tenho um amigo que sempre diz: no coito sexual é fundamental que existam 4 elementos básicos: você, o boy magia e 2 pintos (o seu e o dele)! Mas caso aconteça a falta de um quarto elemento, vocês terão que substituí-lo de forma que esta ausência torne-se apenas um mero detalhe. Daí vai com a criatividade de cada um.

Levando para o lado físico da coisa, existem vantagens e desvantagens em se ter uma neca odara. Bees que são mais apertadas, analmente falando, até gostam de uma nequina, afinal, o sofrimento é menor. Mas quem não tem problema com isso, sente sim um vazio interior. O tamanho do pênis além de mexer com o desejo dos homens, é fundamental para a conquista do prazer no sexo anal. Esse fator é diretamente proporcional a distância da próstata do passivo. Ela funciona como se fosse o clitóris do ânus fazendo o passivo chegar ao orgasmo mais rápido.

Agora você me pergunta: “eu sou ativo e tenho um pinto pequeno, o que eu faço? 
Aqui vão minhas dicas:

Sexo sempre com a luz apagada;
Sexo no primeiro encontro/rapidinhas só com pessoas bêbadas;
Compre aquelas sintas que as lébicas usam ehehe
Torne-se um passivo ou versátil/passivo;
Utilize os seus dedos e a sua língua para satisfazer o parceiro;
Procure conquistar ao máximo a pessoa amada, nada de sexo no primeiro encontro assim você vai conseguir compensar esse seu pequeno detalhe;
Procure um psicólogo.

E por último, não se mate, pois um dia você ainda vai encontrar a tampa pra sua panela, afinal de contas ninguém fica sozinho, não é mesmo! Nessa vida o que vale é ser feliz, ficar rica, estudar pra ficar inteligente e esperta. Diante dessas coisas básicas uma neca não é NADA! Um beijo!

Poder� gostar tamb�m de:
Postado por Andy | (2) Comente aqui!

2 comentários:

  1. "Sexo sempre com a luz apagada. Sexo no primeiro encontro/rapidinhas só com pessoas bêbadas"? Sério isso? Que conselhos são esses? Se a intenção era, realmente, ajudar alguém... falhou feio! Achei desnecessário e preconceituoso. Sexo não se resume a pênis. O pior preconceito que existe é aquele praticado entre 4 paredes. Decepcionado com esse post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, a matéria até falou algumas coisas bem pensadas. Mas pecou com comentários totalmente desnecessários, com conselhos absurdos. Decepcionante.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...