sexta-feira, agosto 02, 2019

HOMOSSEXUALIDADE

Fui convidado pra uma tal de suruba!!!!




Você tá naquela balada bombando!!! Tá com o seu melhor figurino, alto estima elevadíssima, já tomou umas e outras, paquerou e foi paquerado. Mas eis que você sente que um casal não para de te olhar. Na hora você fica meio confuso/a, mas tudo bem, acaba retribuindo a investida. 

Um integrante do casal se aproxima, se apresenta e rola aquela conversa pretensiosa, no final rola um beijo. A outra peça da história aparece no meio disso tudo, como se fosse amigo/a, só que no meio da conversa eles confirmam que são, de fato, um casal. Papo vai, papo vem... acaba surgindo a proposta de uma coisinha mais quente: SEXO. 

Mas calma, não parou por aqui. Eu sei que vocês topariam, seria muito fácil se fosse assim !!!! O problema acontece quando um dos integrantes do casal, na hora H, quer diz que vai ficar de voyer a noite inteira nesse babado, vendo tudo friamente sem ao menos se tocar, pois o prazer dele é esse, meu bem !!!! E agora minha JENTA?????????? 

~*~

Opinião dos leitores:


carolburgo: Carolzinha ainda não conseguiu mandar sua resposta... estamos aguardando ansiosamente. Assim que ela mandar a gente sobe!!! "CAROLLLL sai da praia, volta pra agência" Na real, eu acho que peguei pesado dessa vez =P.

pedromainardes- "Olá, dears. Bom, isso não é tão raro de acontecer quanto parece (já aconteceu comigo). Depende do lugar que você vai e da sua postura. Mas eu, sinceramente, acho que sou um pouco conservador demais para esse tipo de coisa. Provavelmente nem toparia a "suruba". Principalmente se tiver um cara olhando. Acho que sou super reservado para essas coisas. Iria voltar pra balada, tomar mais várias cervejas e continuar o que eu estava fazendo. Com certeza, se eu chamei atenção de um casal inteiro, chamaria atenção de uma gata qualquer. Se bem que, na hora do vamovê, pode acontecer coisas que até Deus duvida, e eu possa ter acabado de falar a maior mentira da minha vida. Mas, no final das contas: não me sentiria nem um pouco a vontade, e teria certeza que um dia / mais cedo ou mais tarde, alguma coisa ia acabar sobrando pro meu lado - a mina se apaixonar, o cara ficar com ressaca moral e vir atrás de mim pra falar bobagens, alguém ficar sabendo, fotos rolarem na internet, qualquer coisa do tipo. Daí, minha gente, fudeu. Tenho problemas demais para curar fetiches de casal na balada. Se eu estiver algum dia afim disso, sei onde encontrar… Beijos a todos e até semana que vem!" 

deefreitag: "Gente, tem os dois lados da moeda: ou o cara tá a fim de ver o namorado transar com um desconhecido na maior das safadezas possíveis ou ele é um psicopata em potencial ao ponto de agir friamente com a coisa toda. Acho que não curtiria ver o cara fazer a estátua da liberdade oprimida pra cima de mim, muito menos pegando o boy dele! Curioso que sou, tentaria umas insinuações para provocá-lo e fazer com que participasse da brincadeira toda, afinal, não foi pra isso que viemos!? Se o cara continuar de esguelha, continuo o featuring nessa relação e deixo o babaca de lado. Tem louco pra tudo, néam?!"

gonçalvesfilipe: "Se o boy que eu tivesse que acuendar valesse a pena eu iria l.i.n.d.a.m.e.n.t.e, por que não? Agora, que o outro se contentasse em ver, apenas ver. Se fosse pra tá lá dirigindo a cena, teria de me pagar cachê, afinal, não sou OBREGADO a estar fofando e coreografando ao mesmo tempo sem levar nenhum acué no bolso, não é mesmo, minha gente?"

mayramarcelino: "Já que eu já aceitei, já esta tudo acontecendo tranquilamente com o consentimento de todos até então, e principalmente se existe respeito mútuo entre todas, ...o ato já está acontecendo no bem bom e uhhlálá... não há o que pedir pra parar. Só, se em algum momento me sentisse desconfortável, é 'Morgou a brincadeira, galera. Juízo, e tchau.' (ps.: Sou careta quanto a alguns 'fetiches mais pesados' e que sei que rejeitaria fazer. Mas, sexo é uma interação muito forte entre pessoas, e deve preservar responsabilidade e respeito, se não, nem comece.)"

Nenhum comentário:

Postar um comentário