Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

YouTuber de 18 anos choca a internet ao assumir relacionamento com rapaz de 47 anos.




Nos últimos dias, a história de amor do influenciador digital Gabriel Mallet com Flávio Chevis vem chocando a internet. O motivo?! A diferença de idade entre os dois. Gabriel, de 18 anos, e Flávio, de 47 anos, se conheceram no Tinder e desde então vivem uma relação amorosa.

Através do canal do influenciador no YouTube, o casal publicou um vídeo contando detalhes da relação dos dois. “As pessoas têm muito de ficar julgando. As mesmas pessoas que falam ‘o amor não tem gênero’, são as mesmas pessoas que julgam por causa da diferença de idade”, disse Gabriel, que chegou a fugir de casa por conta da homofobia que sofria dentro de casa. Hoje, o estudante de 18 anos mora no mesmo apartamento que Flávio.

Ainda durante o vídeo, o casal revelou algumas curiosidades. Apesar de ser maior de idade, Gabriel aparenta ter muito menos. Segundo Flávio, quando eles saem, algumas pessoas costumam barrar eles em boates ou impedir o jovem de consumir bebida alcoólica.




Esta thread expôs um pouco do significa a solidão do homem gay negro.



"SEMPRE acham que você é ativo e tem meio metro de pau."


O @Iexandre criou uma thread no Twitter falando sobre sua experiência como homem gay e negro. Reunimos algumas das reflexões aqui.


Em primeiro lugar, há a fetichização do corpo negro.


Alexandre@Iexandre

1. SEMPRE acham que você é ativo e tem meio metro de pau

(Desculpa decepcionar vcs)


Porque afetividade é diferente de atração.


Alexandre@Iexandre

2. Solidão do gay negro não necessariamente tem relação com não pegar ninguém, e sim com afetividade... Eu pego muita gente.

E um efeito comum desse racismo é a solidão.


Alexandre@Iexandre

4. Pelo menos uma vez na vida tu vai ser trocado por um branco

Sendo que o padrão estético pode influenciar até a própria vítima.


Alexandre@Iexandre

5. Demorei horrores pra ficar com meninos negros

Mas nunca é tarde para quebrar esses padrões.


Alexandre@Iexandre

6. Uma vez que você se enxerga e enxerga os pretinhos tu só quer saber deles

Principalmente como uma forma de se encontrar e pertencer.


Alexandre@Iexandre

8. Tu não se enxerga completamente nem nas pautas do movimento gay nem nas do movimento negro

A solidão do homem gay negro começa muito cedo.


Alexandre@Iexandre

9. Eu não peguei ninguém no ensino médio.

E isso pode ser uma questão de racismo e homofobia juntos.


Alexandre@Iexandre

10. Eu sou gay de engenharia. Chego nos lugares e os héteros sempre acham que sou pegador de mulher.

Então todo dia vira uma luta pelos seu direito de existir.


Alexandre@Iexandre

11. "Se assumir" é uma ilusão quando não se é completamente afeminado... Em TODOS os espaços que você chegar vão pressupor sua heterossexualidade ao menos que tenha outra gay vivida no recinto.

Até mesmo no espaço virtual.


Alexandre@Iexandre

14. Todo dia nos aplicativos eu leio coisas como: "que moreno lindo"

Algumas violências sequer são percebidas.


Alexandre@Iexandre

17. Quanto mais a vontade eu estou num ambiente mais afeminado eu fico... Não é intencional, acredito que foi uma barreira que criei pra me blindar da discriminação

Porque algumas pressões acontecem de forma muito íntima.


Alexandre@Iexandre

18. Se tu não é ativo tem que ser power bottom. TEM que ser bom de cama.

E a invisibilidade é real.

Alexandre@Iexandre

19. Não acreditem em biscoito de internet, esses milhares de likes em foto de preto não refletem na vida real... Rola preterimento e rejeição sim

Sempre há um papel designado ao negro, mesmo ele sendo homossexual.


Alexandre@Iexandre

20. Eu me considero bonito (e convencido) muitos brancos e pretos se interessam por mim. Mas se eu não chegar (no caso dos brancos) eu não pego. A iniciativa tem sempre que ser minha.

Seja uma frase racista velada...


Alexandre@Iexandre

21. Tu sempre ouve um "adoro a cor da sua pele" como se fosse um favor né

... ou um racismo completamente explícito.


Alexandre@Iexandre

22. Se tua autoestima ta fudida eu não recomendo nenhum aplicativo de pegação, ela vai ficar mais fudida ainda


Principalmente na internet.


Alexandre@Iexandre

25. Não se apegue a aplicativos, saia e conheça gente. Contato real é muito mais efetivo e tu vai ser bem menos preterido, acredite.

Onde o racismo e a homofobia rolam anonimamente.


Alexandre@Iexandre

29. Tu vai sofrer horrores com o primeiro block num aplicativo. Depois tu desencana e segue o barco.


E a carga mental em decorrência disso é real.


Alexandre@Iexandre

32. Não adianta pedir pra ninguém se amar, já que esse é um processo particular... Principalmente quando esse alguém tá sempre sendo vítima do desamor da sociedade. Ame (inclusive e principalmente) quem não se ama

Mas existem formas de se blindar.


Alexandre@Iexandre

33. Ambientes de pegação são extremamente mais democráticos que aplicativos de pegação. Engraçado que quem usa o segundo geralmente julga quem faz o primeiro.

E aprender com certas situações.


Alexandre@Iexandre

35. Tem sempre aquele padraozinho que fode teu emocional...

É, sempre tem

Porque o racismo e a homofobia estão em todos os lugares.


Alexandre@Iexandre

55. Pornô de gay branco é muito melhor porque geralmente tem historinha. Pornô de gay negro é quase sempre exaltando o tamanho do pau. Inclusive "gay negro" é uma ÚNICA categoria do porno gay, não deveria ser.

O que acaba sendo levado pra vida real.


Alexandre@Iexandre

57. Sempre tem a bicha que te quer pra amante (sério kkk). Sempre tem aquele que fica primeiro pra depois dizer que é casado também.

Até mesmo numa relação amorosa.


Alexandre@Iexandre

59. Em TODOS os meus relacionamentos meus namorados brancos eram cantados explicitamente NA MINHA FRENTE, e eu ficava muito mal com isso. Acho que se um dia isso voltar a acontecer vou ficar muito mal também...

Obrigado pela aula, Alexandre!


Alexandre@Iexandre

60. Seu namorado branco não é um troféu, bicha preta.

Poder� gostar tamb�m de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...