sexta-feira, dezembro 20, 2019

HOMOSSEXUALIDADE

Me apaixonei por um afeminado.



"Tenho 24 anos, sempre fui cafajeste, bi, ativo, discreto, nunca levei ninguém a serio, tanto mulheres quanto homens, não curto afeminados mas me apaixonei por um, é a primeira vez que me apaixono por alguém, curto muito ficar com ele, fazer carinho, conversar...mas ele não me da tesão...o que eu faço?"

~*~
 
OPINIÃO DOS LEITORERES:

André´- "24 anos, cafajeste, bi, ativo e discreto? Sei. Bom, não vejo problema em se apaixonar, nem do cara ser afeminado, afinal os "brutos" também amam. Mas a questão é mais prática e rápida do que parece, ao menos para mim. Não consigo me apaixonar por alguém que não me dá tesão e nem sou adepto ao relacionamento aberto. Respondido, certo? Pulo fora! Mas pode tentar ter uma conversinha tranquila com ele, não vá jogar na cara que o pau não sobe, mas proponha algumas aventuras. Só que meu amigo, se não tem açucar em casa, a gente acaba pedindo para o vizinho né?"

Fernando- "eu conversaria com o BM, ja que o negocio é serio, rola um papo serio, mais vale uma conversa franca onde você expõe seu ponto de vista do que uma situação forçada onde você tenta manipular o boy, quem ama, nao muda, aceita. mas nesse caso é apenas uma paixao, eu abriria o jogo, a verdade pode doer, mas a mentira doi mais. uma conversa franca e sincera pode resolver esse problema, até porque, nem toda bee sindicalizada PAM (passeeeva até a morte) precisa ser necessariamente afemeenada. sorry, escrevi um evangelho"

Otávio- "Cara, para você ver como é o destino...O amor sempre pregando peças engraçadíssimas na gente, rs. Olha, eu tenho tendências passivas, então vou me colocar no lugar dessa bee. E é horrível quando a gente acha a ~ativa dos sonhos~ e ele só vê a gente como uma vaga onde ele possa estacionar a calabresa. Não é bem por aí, ne. Eu iria parar um pouco e definir bem as minhas intenções com a bee, porque paixão está intimamente ligada ao desejo sexual e se você não sente vontade de estacionar sua calabresa, não é paixão. Conversaria com ele depois dessa auto-analise, partiria para o tudo (amor & sexo) ou nada (carinho de amigo), risos. E pode ser que ele se revele na cama, o sexo seja bom e você pare de pensar que toda bee é uma passiva submissa!”

Édipo- "Se apaixonar, por si só, é SEMPRE complicado. Parece que vai ser tudo lindo, tudo perfeito, tudo ~Neil Patrick Harris & David Burtka~... mas não é. O amor te deixa susceptível... Susceptível a situações complicadas feito a sua, beibe. A gente pode negar, mas sejamos sinceros: sexo é parte E.S.S.E.N.C.I.A.L (/MDNA) da relação. E sem ele, ela está fadada a desmoronar (a não ser que seja tudo liberal e você procure o amor com a bee, e o sexo com o vizinho, rs). Meu conselho é: Vai curtir sua solteirice/cajestisse/ativisse, que uma hora você encontra alguém (homem ou mulher, no seu caso) com o combo “amor + tesão”. Afinal, o lado bom do seu perrengue é que ele abra precedentes ao cupido em sua vida."

Um comentário:

  1. Me desculpe, mas achei estranho o seu relato.
    Como pode se apaixonar por um afeminado e não sentir tesão por ele??
    Amor e sexo andam sempre juntos
    Um complementa o outro.
    Amor no meu entender é uma porta
    entre aberta para o sexo.
    Sexo sem tesão é pornografia
    Mas isso é uma outra história.
    Se eu fosse voce, refletia mais,
    e revia o seu conceito.
    Um abraço.

    ResponderExcluir