quinta-feira, outubro 22, 2020

NOTÍCIAS DO MUNDO GAY

 Homem é processado por ter escondido homossexualidade da ex-mulher.



Um homem foi processado na Valência, Espanha, após, supostamente, ocultar a homossexualidade da ex-mulher. O Tribunal espanhol reconheceu que Javier Vilalta não agiu de má-fé, contudo, a magistrada entendeu que “houve ocultação àquela que seria sua esposa, de relação e prática homossexual antes do casamento”.

Segundo o advogado Javier, sua ex-esposa sabia que ele já havia se relacionado com homens, contudo, a situação ganhou uma nova roupagem quando a mulher descobriu, por intermédio de amigos, que seu marido mantinha as práticas, também, durante o matrimônio.

Além do mais, a juíza decidiu que “pelo fato de a decepção pessoal não ser financeiramente compensável, a compensação […] deve ser reduzida para € 1.000 por cada um dos três anos que durou o casamento”.

Ainda, a bissexualidade do rapaz, visto que ele se relacionava com homens e mulheres, não foi citada nos autos. O advogado de Javier enfatizou que irá recorrer da sentença proferida pela juíza, que considerou que a autora da ação demonstrou respeito pela homossexualidade do ex-marido, mas apenas quer seus direitos.

Bumbum de ouro! Homem é preso em aeroporto com barras de ouro enfiadas no próprio ânus.



Um homem foi preso na última terça-feira (13/10) no aeroporto de Kannur, no sul do país, com quatro barras de ouro em sua cueca e no próprio ânus. De acordo com o jornal NY Post, autoridades indianas desconfiaram da forma como o homem caminhava e resolveram revistá-lo.

Após revista íntima, foram encontrados o equivalente a US$ 60 mil dólares (cerca de R$ 338 mil) na cueca e no ânus do rapaz, que não teve a identidade revelada. A polícia, ele afirmou que sua intenção era passar despercebido pela alfândega para não pagar os 18% de impostos obrigatórios.

Outro passageiro no mesmo voo também foi pego carregando quase 1kg de ouro contrabandeado, embora as autoridades não tenham revelado onde o viajante ocultou o material.

Kassio Marques, indicado por Bolsonaro para o STF, não responde sobre criminalização da homofobia.



Em sabatina na CCJ do Senado, desembargador foi perguntado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES) sobre os direitos já garantidos à população LGBTQIA+.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado iniciou às 8h13 desta quarta-feira (21) a sessão destinada à sabatina do desembargador Kassio Nunes Marques, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

A sabatina é uma das etapas obrigatórias para que Marques, desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), possa assumir a vaga no STF aberta com a aposentadoria do ministro Celso de Mello na semana passada.

Perguntado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES) sobre os direitos já garantidos à população LGBTQIA+ e a criminalização da homofobia e transfobia, Kassio Marques disse não pode comentar o julgamento específico sobre a homofobia e transfobia porque a Advocacia Geral da União (AGU) recorreu da decisão do STF e poderá ter que participar do julgamento.

Sobre os direitos já garantidos, como o uso de nome social, doação de sangue, entre outros, afirmou:

“Compete ao Congresso Nacional, e eu reconheço as dificuldades, fazer a transformação dessa jurisprudência em norma, possibilidade em que ela pode ser alterada, pode ser aperfeiçoada, pode ser adequada às circunstâncias do momento. Mas pelo que eu percebi de todos os temas mencionados, já são temas julgados pelo STF e que estão em plena eficácia na sociedade brasileira.”

Além de passar pela sabatina, Kassio Marques precisa ter o nome aprovado pelo plenário do Senado, com o apoio da maioria absoluta (metade mais um) dos senadores.

Deputado quer direito de negar batismo a filhos de LGBT.



Apresentado pelo deputado Léo Motta (PSL-MG), na última terça-feira (13), o projeto de lei 4.892/2020 é direto em seu artigo 1º: “A recusa por parte de líderes religiosos devidamente credenciados por suas ordens religiosas, em virtude de suas convicções e à luz dos preceitos que esposam, a realizar batismos, casamentos ou outras cerimônias religiosas envolvendo pessoas assumidamente homossexuais não caracteriza homofobia ou transfobia e não está sujeita a qualquer pena.”

Na justificativa do PL, o parlamentar afirma que embora o Supremo Tribunal Federal (STF) tenha decidido, em 2019, enquadrar condutas homofóbicas e transfóbicas na Lei do Racismo, “não existe norma legal que defina aqueles tipos penais e muito menos que estabeleça, para eles, os critérios de individualização das penas”.

"Em outras palavras, faz-se necessário, e até urgente, criar uma exceção para uma norma que não existe na legislação em vigor", diz o deputado.

Na decisão do STF foi determinado que "a repressão penal à prática da homotransfobia não alcança nem restringe ou limita o exercício da liberdade religiosa", mas Motta quer que haja legislação mais clara a respeito. E justifica: "Isso para que iniciativas de criminalizar atitudes absolutamente legítimas sejam rapidamente descartadas".

Mulher trans de SC é atacada com mais de 30 facadas.



Em entrevista ao G1, a mulher trans atacada a facadas em Içara, no Sul catarinense, diz que pretende pleitear uma medida protetiva e revelou ainda que está com muito receio dos agressores, visto que, segundo ela, um deles sabe o seu endereço entre outras informações.

Ela contou à equipe da NSC TV que levou 30 facadas. A Polícia Civil investiga pormenores do caso. Na ocasião, na manhã de sábado (17), Rebeka Curtts, de 28 anos, estava dirigindo quando foi surpreendida por diversas agressões. A mulher conseguiu pedir ajuda após saltar do carro em movimento.

“Eu estou com medo. Uma amiga disse que ele era muito perigoso. Os dois estão foragidos, e um deles me conhece bem”, contou a vítima ao portal.

“Eles não estragaram a minha vida porque eu tenho Deus e não era a minha hora. […] Ali no carro eu achei que seria morta dessa vez. Era muita facada. O que me deu forças foi Deus. Eu pedi pra Deus pra me dar força, e pensei na minha mãe, que sofre de depressão”, relembra.

Casal de lésbicas sofre homofobia em shopping de Sergipe.



De acordo com as vítimas, funcionário riu da situação e alegou que as duas estavam “incomodando clientes com família”.

O Shopping São Braz, localizado em Nossa Senhora do Socorro, em Sergipe, está sendo acusado de homofobia após um de seus seguranças expulsar um casal de mulheres sob a justificativa de que elas estavam “incomodando clientes com família”. O caso aconteceu no sábado (17), por volta das 19h.

Segundo relatos de uma das vítimas, que não quis ser identificada, ela e a namorada estavam sentadas juntas em um banco do shopping quando o segurança as chamou para conversar.

“Na hora eu me assustei, perguntei sobre o que era umas cinco vezes e ele só repetia a mesma coisa. Minha namorada perguntou se eu o conhecia e neguei”, contou a jovem. Por conta da insistência, ambas foram ao encontro do funcionário.

“Ele já veio com o papinho de que não tinha nada contra, rindo da situação, com um ar de ‘é assim mesmo’. Nesse ponto, até meu tornozelo tava tremendo. Ele voltava a justificar a situação pondo a culpa em ‘clientes reclamando’ como se justificasse”, continuou.

As duas chegaram a lembrar o segurança de que poderiam processar o shopping pelo crime de homofobia. O segurança, no entanto, insistiu que as duas deveriam ir embora. “Tínhamos acabado de ser expulsas de um shopping por existir. Sentamos na calçada e eu só sabia chorar. Tava com muita raiva”, desabafou.

O caso repercutiu nas redes e dezenas de pessoas prestaram apoio ao casal com a hashtag #ShoppingSaoBrazLGBTfóbico. Com a repercussão, o Shopping São Braz se pronunciou em nota afirmando não compactuar com “nenhum tipo de preconceito, seja racial, sexual, religioso ou qualquer outro”. O shopping, no entanto, não cita quaisquer atitudes em relação ao ocorrido.

Em Rondônia, tio espanca sobrinho após jovem assumir homossexualidade.



Um homem de 35 anos, que não teve a identidade revelada, encontra-se foragido em Porto Velho, capital de Rondônia, por espancar o próprio sobrinho depois que o jovem contou à família que é gay.

Segundo informações da Revista Fórum, o tio teria ficado revoltado com a revelação do sobrinho e por isso passou a xingar e agredir a vítima. Uma foto divulgada pela polícia mostra as costas do rapaz com diversas marcas causadas pela agressão. Ao perceber que a polícia havia sido chamada, o homem teria fugido e encontra-se foragido.

É importante ressaltar que desde junho de 2019, é previsto por lei que LGBTfobia é considerado crime no Brasil. O ato criminoso é punido através da Lei de Racismo (7716/89), que hoje prevê crimes de discriminação ou preconceito por “raça, cor, etnia, religião e procedência nacional”. Denunciem!

quarta-feira, outubro 21, 2020

FILMES TEMÁTICOS LGBT

 


FILMES DA QUARTA-FEIRA (WEDNESDAY´S MOVIES)

FILME(INÉDITO): THE BOYS IN THE BAND (USA-2020- LONGA RMVB- LEGENDADO EM PORTUGUÊS)

VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST

SINOPSE: Nova York, 1968. Um grupo de amigos gays se reúnem para comemorar um de seus aniversários, mas tem a noite interrompida quando o antigo colega de quarto, potencialmente enrustido, do anfitrião aparece sem ser convidado, desenterrando verdades secretas e feridas antigas.

SYNOPSIS: At a birthday party in 1968 New York, a surprise guest and a drunken game leave seven gay friends reckoning with unspoken feelings and buried truths.

OPÇÃO1: http://www.mediafire.com/file/idt8m3ln93l4h8e/The.Boys.In.The.Band.2020.mp4/file


OPÇÃO2: https://drive.google.com/file/d/1Jo_lBP-I2WK_0yZo0N1DhW-dG7a_F7uI/view

FILME(INÉDITO): LOST AND DELIRIOUS (CANADA-2001- LONGA RMVB- LEGENDADO EM PORTUGUÊS)

VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST

SINOPSE: Ainda abalada pela perda da mãe, que morreu há 3 anos de câncer, a bela e sensível Mary Bradford (Mischa Barton) não consegue se comunicar com o pai e a madrasta. Alheios aos problemas emocionais dela, eles a enviam para um internato feminino. A recepção das novas colegas é ótima e ela é instalada no quarto das lindas Paulie Oster (Piper Perabo) e Tory Moller (Jessica Paré), a primeira rebelde e idealista e a outra insegura e rica. Aos olhos dos outros Paulie e Tory boas amigas, mas em seus corações elas são amantes ardentes. Apesar do espanto inicial, Mary, com seu jeito tímido, conquista a confiança das duas e se torna a única confidente do casal. Enquanto tenta se adaptar ao novo ambiente, Mary vê a dificuldade das amigas em lidar com alguns dos impasses do relacionamento, causados pelo preconceito de suas famílias e por suas profundas crises de identidade, principalmente quando Paulie e Tory são pegas na cama.

SYNOPSIS: Lost and Delirious is the story of three adolescent girls' first love, their discovery of sexual passion, and their search for identities. Set in a posh, private boarding school surrounded by luxuriant, green forest, Lost and Delirious moves swiftly from academic routine, homesickness, and girlish silliness to the darker region of lover's intrigue.

OPÇÃO1: http://www.mediafire.com/file/2ualqwrvoywozrw/Lost.and.Delirious.2001.zip/file


OPÇÃO2: https://mega.nz/file/fvg1iSAI#X2srT_CS9iMstaB6rKstzwhblHD8Rqw9ltLmMCnCftA

FILME(INÉDITO): DRÁCULA VESTE DIOR (2020- MÉDIA METRAGEM RMVB- ÁUDIO PORTUGUÊS)

VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST

SINOPSE: Primeiro média-metragem de Gabriel Green Fusari, "Drácula Veste Dior" conta a história de Narciso, um vampiro de 121 anos que viaja para Guiana Francesa para declarar seu amor ao seu vampiro criador. O filme gira em torno de seu olhar poético sobre o amor, criticas à religiosidade e uma boa pitada de moda e arte.

OPÇÃO1: http://www.mediafire.com/file/n3xmor3f0itsliq/Dr%25C3%25A1cula_Veste_Dior__A_paix%25C3%25A3o_do_Anticristo_%25282020%2529.rmvb/file


OPÇÃO2: https://drive.google.com/file/d/1do5YZtqtIGOpwvPtHiaqlIEXA7U_F2Z8/view


FILME(INÉDITO):  CREAM OF THE COCK VOL8 (USA-2017- LONGA MP4- SEM LEGENDA) 

NO TRAILER

*CONTÉM CENAS DE SEXO EXPLÍCITO

SINOPSE: Mais CockyBoys clássicos em Cream Of The Cock 8! Os melhores estão todos aqui!

SYNOPSIS: More classic CockyBoys in Cream Of The Cock 8! The best are all here!


OPÇÃO1: http://www.mediafire.com/file/tgm54jljvvj67jv/cream-of-the-c%2Ack-8.mp4/file


OPÇÃO2: https://mega.nz/#!OUUx2SqL!WVcGxxva7UI-6SQJrAizEd-uxSRmnSKjE1hNUYXznoM

terça-feira, outubro 20, 2020

MINHA VIDA GAY

 10 mil pessoas acompanharam nosso casamento no meio da pandemia, e foi mágico.


A autora (à esquerda) com sua esposa, Jodyann Morgan, no dia do casamento delas.

“Não preciso de um casamento como o de Kim Kardashian para declarar meu amor por minha mulher. Nosso casamento reuniu pessoas de todo o planeta para acompanhar um momento de alegria e paz.”

Não me surpreendi quando Morgan me pediu em casamento. Ela e eu já estávamos juntas havia 3 anos e meio. Nós nos mudamos de um lado do país para o outro, do Brooklyn para Milwaukee, e tínhamos escolhido as alianças de noivado no mês anterior.

Em agosto de 2019, Morgan me levou ao lago Michigan. Paramos no meio da comprida escadaria de madeira que levava a uma praia semiparticular, sob uma cobertura espessa de árvores à beira d’água. Morgan me estendeu a aliança e me perguntou suavemente se eu “faria aquela coisa” – se me casaria com ela.

“Claro que sim”, respondi, com lágrimas escorrendo pelo rosto. Parecia muito certo, muito natural.

Nossa pequena família não poderia ser mais diferente da minha família tradicional hassídica de origem, com suas mangas longas e golas altas, isolada do mundo, sem televisão e sem música ou livros que não fossem judaicos – logo, meus pais não assistiriam ao casamento. Os pais de Morgan, jamaicanos, nunca deram apoio ao nosso relacionamento ou à sexualidade gay de Morgan. Quando ela telefonou para lhes contar nossa boa nova, eles disseram: “Quer dizer que você encontrou um homem?”.

Morgan desligou o telefone. Eles então mandaram mensagens de texto dizendo: “não acreditamos nisso tudo”. Como a felicidade conjugal para “pessoas como nós” só poderia ser conseguida “com um homem”, não passaria pela cabeça deles assistir ao nosso casamento – isso nem sequer poderia ser discutido. Morgan me disse que nunca sonhara em ter um casamento bonito e que queria se casar em Vegas.

Sendo eu a mais velha dos 15 filhos de um rabino hassídico, eu já havia tido e descartado vários sonhos de casamento. Eu já sabia exatamente que tipo de casamento teria praticamente desde que deixei de usar fraldas, porque assisti incontáveis vezes ao vídeo de casamento de meus pais. Quando fui ficando mais velha, fui a casamentos de amigos da família e de minhas professoras.

SEXO

 "DEIXA VAI, EU SINTO MUITO TESÃO!" Bukkake: a prática japonesa que ganhou a indústria pornô 


Talvez o termo não te soe estranho, visto que ele nomeia explosões de gozo em diversos vídeos pornôs por aí. Mais um fetiche que surgiu e em algumas capas de vídeo vem estampada a expressão "BUKKAKE", que significa espargir, atirar, como exemplo: jogar um balde de água em alguém ou alguma coisa.


ARTE HOMOERÓTICA E QUADRINHOS ERÓTICOS


QUADRINHO ERÓTICO - EROTIC COMICS

PRISION FUCK - WANTED 
PRISION FUCK - QUERIDO
PRISION FUCK - PROCURADO

(PORTUGUES- ENGLISH VERSION- ESPAÑOL)

VEJA ABAIXO - VEA ABAJO- SEE BELOW

 ZANE BALDWIN (AKA ZANE WILLIAMS)

DIREITOS

 'Incapaz de aprender': Os desafios de pessoas trans nas escolas da América Latina.



Discriminação limita tanto o acesso de pessoas trans à educação básica, quanto sua permanência nesses ambientes.

Como uma garota transgênero crescendo em Buenos Aires, Viviana Gonzalez sonhava em ser escritora, compondo poemas para consolar sua mãe que fugiu do relacionamento abusivo que vivia com seu pai. 

Mas quando Gonzalez tentou se matricular no ensino médio, aos 12 anos, ela disse que foi rejeitada. A justificativa foi porque seu nome e identidade de gênero não correspondiam aos documentos legais.

“O sistema alcançou o que realmente buscava - me impedir de sonhar, aspirar e exigir minha educação necessária”, disse ela à Thomson Reuters Foundation. “Incapaz de aprender, parei de escrever.”

A história de Gonzalez é comum em toda a América Latina, onde pessoas trans são regularmente confrontadas por normas sociais conservadoras, discriminação e abuso que muitas vezes limitam seu acesso à educação formal.

HOMOSSEXUALIDADE

 Psicólogos podem sim ajudar homossexuais!


Não existe cura gay! Existe tratamento de conflitos interiores e orientação sexual! E todos têm direito a isso!

A Justiça expediu liminar positiva determinando que psicólogos atendam homossexuais insatisfeitos com a conduta sexual ou que necessitem de apoio emocional frente a conflitos interiores ou familiares. Após isso, houve muita distorção de informações relacionadas a essa determinação judicial, especialmente por parte de militantes e apoiadores do movimento LGBT no Brasil. Muitos passaram a afirmar que tal decisão abre espaço para a chamada “cura gay”, aplicação de terapias de reversão ou que a homossexualidade poderá, de agora em diante, ser tratada como doença.

A verdade sobre os fatos é que a decisão não foi absolutamente contra a  declaração de que a homossexualidade não é uma doença, mas que busca respeitar a necessidade de homossexuais que procurem mudanças em sua orientação sexual, ou necessitem de apoio emocional para as suas escolhas e consequentes dramas familiares.

“Não existe cura gay, existe uma ciência que trata dos conflitos da alma e comportamento humano. Não posso escolher conflitos a serem tratados, tirados todos em igualdade, sem induzir qualquer convicção. Meu paciente é livre”, destaca a psicóloga Marisa Lobo, especializada em Direitos Humanos. “Não existe terapia de reversão, existem técnicas da psicologia que visam o encontro de si mesmo, visam restabelecer a sanidade procurada do paciente, é ele quem escolhe, não o psicólogo.”.

Marisa Lobo informa, ainda, que todas as técnicas usadas no atendimento a um homossexual egodistônico são aprovadas e não configuram “um novo tipo de tratamento”. “Nós usamos as técnicas aprovadas pela psicologia e não uma suposta terapia inexistente. E se estas linhas da psicologia são insuficientes para gerar bem-estar à pessoa humana que nos procura, então que fechem a psicologia. No meu consultório quem manda é meu paciente”, assegurou. Egodistônico quer dizer, por exemplo, a pessoa é homossexual, porém, discorda desse jeito dela própria ser.

“Eu ajudo no que o meu paciente desejar. Em meu consultório quem manda é o paciente não o Conselho de Psicologia. Porém jamais afirmo que tem como reorientar ou não. Apenas explico sobre a teoria da diversidade sexual, que afirma que a sexualidade é fluida, não dinâmica ou estática como definem as ciências biológicas. Baseado neste ensinamento da pós-modernidade, se a sexualidade é plural e fluida, entende-se que ela vai para onde quiser e volta para onde desejar”, acrescenta.

A psicóloga destaca que, cientificamente, não há nenhuma pesquisa que demonstre que um homossexual não possa mudar de orientação sexual, caso sinta este desejo ou esteja em dúvida quanto a isso.

“Não há um único estudo que afirma categoricamente sobre como se forma o desejo sexual e se é por este ou por aquele objeto. É isso que a contemporaneidade quer que defendamos. Logo, se meu paciente busca ajuda por não querer esta ou aquela orientação sexual, ele tem direito de tentar buscar a sua verdade e ninguém pode ir contra isso. Defender essa liberdade no setting terapêutico é ético. Não se pode induzir convicções de orientação sexual.”, completa.

A decisão, segundo o juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho, determina que o Conselho Federal de Psicologia não pode impedir que psicólogos pesquisem, se informem e até mesmo atendam pessoas que busquem uma reorientação sexual ou ajuda quanto à própria escolha e consequências na vida familiar, social e profissional, se o paciente assim desejar.

Em 1973, a Associação Americana de Psiquiatria retirou a homossexualidade da sua lista de transtornos. Em 1980, o Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM) seguiu também essa recomendação. Em 1990, a OMS, Organização Mundial de Saúde aboliu a homossexualidade da lista de doenças. A partir daí, a Classificação Internacional de Doenças (CID) fez pé firme, contra “qualquer tratamento psiquiátrico de ‘reparação’ ou ‘conversão'” de gays.

A polêmica instalou-se quando, em 2017, um grupo de psicólogos no Brasil recebeu permissão judicial para praticar “atendimentos profissionais, de forma reservada, pertinentes à (re) orientação sexual” (trecho da decisão do juiz Waldemar Cláudio de Carvalho). E a tal “cura gay”, foi duramente criticada, e bem mal interpretada.

Será que os intitulados defensores da “cura gay” acreditam que os psicólogos, se fossem autorizados, teriam a capacidade de mudar a orientação sexual de alguém? A resposta é lógica e veio pronta: mesmo querendo, os psicólogos não teriam como mudar a orientação sexual de ninguém. A orientação sexual, mistura de fatores biológicos, psicológicos e sociais, uma vez definida, não é passível de reversões.

Portanto, a liberação para o atendimento gay não é direcionada a reverter a escolha sexual que já foi definida e sim em orientação sexual: porque desejar alguém, seja ou não do sexo oposto, não é uma escolha do indivíduo. É uma intrincada determinação biopsicossocial que ocorre nos primeiros anos de vida.

A única coisa que, os profissionais da saúde mental, conseguem obter é que as pessoas consigam conviver melhor com seus próprios desejos, sejam eles quais forem, diminuindo, assim, o sofrimento dessa escolha, seja em caráter individual ou familiar.

Ninguém pode ser proibido de buscar ajuda profissional para questões emocionais, e nenhum profissional pode ser impedido de ajudar! E viva a liberdade de escolha!

POLÍTICA

 Por que a PEC Emergencial se tornou prioridade da Câmara e do governo?



A recuperação social e econômica do Brasil pós-pandemia necessita da aprovação de pautas emergências.

Se existe um consenso entre o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, é o de aprovar a chamada PEC Emergencial antes do fim de 2020. Em meio às divergências de ambos no que diz respeito à agenda de reformas estruturantes no País, a proposta é a que tem mais chances de ser votada pelo parlamento neste ano.

A PEC Emergencial não tem esse nome por acaso. Sem ela, o governo não vai cumprir duas regras que limitam o uso do dinheiro público: o Teto de Gastos e a Regra de Ouro. Ela foi apresentada ao Senado Federal por Paulo Guedes há quase um ano, no dia cinco de novembro de 2019, em um amplo pacote de reformas e medidas econômicas enviadas ao Congresso, que contempla a distribuição de recursos da União a Estados e municípios (a PEC do Pacto Federativo) e o resgate de recursos de fundos da União para pagar despesas da dívida pública (a PEC dos Fundos).

Pelo texto, sempre que a despesa corrente superar 95% da receita corrente, em um sinal de que o espaço de receitas mais regulares para financiamento da máquina está reduzido, algumas medidas ficarão disponíveis para o gestor.

TÔ AGRADECIDO...EM RETRIBUIÇÃO O QUE EU POSSO FAZER POR VOCÊ?

FOFOCAS DE CELEBRIDADES - GOSSIPS

 Maroon 5 lança remix de "Nobody's Love" com participação de Popcaan. 



O Maroon 5 lançou uma nova versão de "Nobody's Love", seu mais recente single. A música, lançada no final de julho, foi remixada e conta agora com a presença de Popcaan.


Escute "Happiness", a nova música do Little Mix!



Como prometido, o Little Mix liberou mais uma música que estará em seu esperado novo álbum. A dançante, e pop, "Happiness" ganhou um lyric video e já é a terceira música do trabalho que o quarteto lança para aguçar o apetite de seu fã-clube antes da chegada do sexto disco do grupo - "Break Up Song" e "Holiday", as duas hits no top 15 britânico, foram as anteriores.


Veja "Alive (It Feels Like)", o novo clipe de Alok!


Em seu novo clipe, Alok mostrou aos fãs um pouco de sua vida dentro e fora dos palcos. A dançante e melodiosa "Alive (It Feels Like)" ganhou um vídeo feito a partir de colagens de diversos momentos da vida do DJ e produtor superstar.


Web chama música de Léo Santana e Luisa Sonza de “Hino dos bissexuais”.


Na noite de quinta-feira (15) Léo Santana e Luísa Sonza surpreenderam os fãs e admiradores com o single Século 21, feat dos dois. O som mescla muito funk com pagode e traz um toque de sensualidade.

“Demais poder participar deste clipe com o Léo, a gente se divertiu e trabalhou bastante para entregar um trabalho lindo pro nosso público! Esperamos que curtam bastante o resultado, fizemos com muito carinho”, declarou Luísa.

Os internautas, no entanto, não deixaram de reparar na letra da música que traz um ode à diversidade. “Gosta de cara, mas também gosta de mina”, diz um trecho da letra. Os fãs partiram para os comentários.

“ATENÇÃO BISSEXUAIS! esse hit e pra tocar no almoço de família, para sair do armário”, falou o internauta. “O hino dos bissexuais bora colocar pra tocar no churrasco da família hahaha se inscreva no meu canal aí nunca te pedi nada haha”, brincou mais uma.

Corpo de influencer fitness de 27 anos é encontrado em estado de decomposição em hotel de São Paulo.



O modelo fitness Michel Santos, de 27 anos, foi encontrado morto, na tarde da última sexta-feira (09/10), em um hotel no bairro Consolação, no centro de São Paulo. De acordo com informações do UOL, a polícia encontrou o corpo já em decomposição avançado, inchado e com um forte odor.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que os policiais foram acionados pela equipe de gerência do hotel para a ocorrência. Quando os agentes chegaram, o corpo da vítima já estava em estado de decomposição avançado. Nenhuma testemunha foi encontrada pela polícia para depor sobre o caso. Foram solicitados exames necroscópico, datiloscópico e toxicológico para descobrir a causa da morte.

O modelo fitness acumulava mais de 270 mil seguidores no Instagram, onde exibia seu corpo e seu estilo de vida. Michel Santos também havia sido capa da revista gay “Mais JR” em 2019. O caso foi registrado no 4º Distrito Policial (Consolação) como morte suspeita e segue em investigação.

Ator surta durante gravação de filme pornô em São Paulo e ameaça matar parceiro de cena com faca.



O que era para ser a gravação de mais um filme pornô da produtora Irmãos Dotados, quase terminou em tragédia, em São Paulo. Segundo o produtor Edu Albuquerque, o ator Felipe Dias “teve um surto sem motivos claros e puxou a faca para o ator Leicy“.

“Tudo começou por um desentendimento pois Leicy chegou um pouco atrasado“, disse Edu em comunicado divulgado em seu Instagram neste domingo (18/10). Incomodado com o atraso, Felipe teria desferido dois tapas na cara Leicy e puxado a faca logo em seguida. “Leicy pediu para que ele não fizesse mais isso, então Felipe começa a xingar e ficar cada vez mais exaltado. O mesmo fez ameaças ao ator e equipe que estava no local.“

“Após todo o ocorrido eu solicitei que a Gravação fosse cancelada de imediato, apesar do produtor tentar conciliar a situação, a partir do momento que se puxa faca para alguém, não tem conversa“, continua Edu. “Eu não queria expor essa situação, mais fiquei abismado com tamanha audácia do ator que veio me ameaçar também, mesmo eu tentando resolver a questão para que não acontecesse algo pior“. Ainda na publicação, Edu afirma que todas as medidas legais serão tomadas.

Ex-repórter da Record aguarda Biel na porta de “A Fazenda” para entregar cueca do cantor.


Ex-repórter da RecordTV, Gabriel Leão divulgou em seu Instagram que está na porta da sede de “A Fazenda” esperando pela saída de Biel. Na publicação, Gabriel, que garante ter ficado com o cantor durante três vezes, aparece segurando uma cueca que supostamente pertenceria a Biel.

“Já tô aqui na porta da A FAZENDA aguardando a saída do Biel pra ser o primeiro a encontrar com ele e entregar sua cueca. #FORABIEL“, escreveu Gabriel na legenda da foto em que aparece com a cueca na mão. “Todo meu ranço se deu quando o Biel foi para uma rede social falar mal de gays e de nordestinos. Eu sou gay e nordestino, ou seja, sou a prova de que ele come acarajé de joelhos“, afirma.

Desde 2018 que o jornalista afirma ter ficado com Biel. Segundo ele, a pegação aconteceu três vezes. “Por duas vezes ficamos a três, uma vez com uma garota e outra com um DJ que tocava com ele nos shows“, afirma Gabriel. “Uma vez ficamos dentro de uma van voltando de um show, todos comentavam do nosso affair, jamais iria trazer isso a tona, mas não posso aceitar um ataque homofóbico da parte dele”.

Tyler Posey posa ostentando a ‘mala recheada’ no OnlyFans.



Nesta sexta-feira (16), Tyler Posey causou novamente na web ao compartilhar mais conteúdos picantes em seu perfil no OnlyFans. Desta vez, o ator ostentou sua cueca recheada e deixou os fãs babando.

Contudo, o ator ainda não publicou fotos totalmente nu na rede erótica. Na imagem, o ator aparece usando uma cueca que deixa o seu ‘volume’ em evidência, mexendo com a imaginação dos fãs.

“Se eu sento não saio nunca mais” brincou um fã, “delicioso, mas tô esperando ver a anaconda nua e crua”, comentou outro, “lindo, bonito e gostoso”, elogiou um outro internauta.

Conhecido por suas tatuagens, o ator já teve um vídeo íntimo vazado, onde aparecia se masturbando em uma webcam.

Rapper Tyga publica vídeo ‘gozando’ no OnlyFans e deixa fãs chocados: “Anaconda”.



Nesta quinta-feira (15), o rapper americano Tyga voltou a causar em seu perfil no OnlyFans ao publicar um vídeo pra lá de quente. O artista vem conquistando inúmeros fãs com seus conteúdos explícitos no site adulto.

Desta vez, Tyga compartilhou um vídeo onde aparece sendo masturbado por uma mulher. No entanto, o que mais deixou os fãs chocados, foi o fato do músico aparecer tendo uma ejaculação nas mãos da companheira. Clique aqui para ver:

https://twitter.com/homensgaysbr/status/1316884536689594368

Vem cantar Anaconda pra ele, Nicki Minaj”, “se eu sento nunca mais levanto”, “O sucessor natural do Kid Bengala” “que macho delicioso, quero”, foram algumas das reações no Twitter.

Vale ressaltar, que Tyga está sendo um dos assuntos mais discutidos no Twitter nos últimos dias, por conta de seus conteúdos eróticos. O americano, recentemente, participou da canção “Desce Pro Play (Pa Pa Pa)” com Anitta.

FAIZ ISSO NÃÃÃÃÃOOO...



I WANNA DO BAD THINGS


EU QUERO BUNDA...CADÊ??


QUE QUÉ ISSO MULEKE!!


NAMORADO DE RICK MARTIN, JWAN YOSEF


ANÔNIMOS TAMBÉM TEM VEZ...


TENHA UM BOM DIA!


ATÉ MAIS!!