sábado, fevereiro 29, 2020

Super Lovers




Descobrir esse anime recentemente e curtir bastante a história. 

No início fiquei preocupado pois imaginei que a história abordaria uma relação entre um adulto e uma criança. Mas pela autora do texto abaixo a relação começa com 17 anos.

Como já disse antes a história é muito boa e recomendo a todos. 


 Por BY GINGZ



Primeiramente, para quem não sabe, yaoi é um gênero de histórias românticas entre homens. Existem, também, shounen-ai que é mais algo sutil e o lemon que é +18 (u hu hu hu). 

O yaoi é o meio termo entre o fofo e o pervertido? Acho que dá pra classificar assim, haha. Só que é mais voltado para mulheres (pelo drama e romance fofo), mas nada impede de homens assistirem.




Apesar do título, Super Lovers é classificado como shounen-ai, eu não sabia dessa diferença na época (não faz tanto tempo). O importante é que foi o primeiro anime de relacionamento homoafetivo que eu vi. Aulinha básica dada, vamos ao anime.


A história começa quando Haru vai visitar sua mãe no Canadá e descobre que ela havia adotado uma criança selvagem, e que ele, deveria tentar civilizar o menino. Ren, seu irmão adotado, não é muito fácil de lidar, mas aos poucos, Haru vai ganhando um espaço no coração do pequeno selvagem e é quando surge a promessa de viverem juntos no Japão. No entanto, Haru se envolve num acidente e perde a memória, esquecendo-se da promessa que fizera ao garoto, e cinco anos depois, Ren aparece para cumprir a promessa.




A parte polêmica de Super Lovers está no relacionamento do Ren e o Haru, na diferença de idades entre os personagens. Mas é o seguinte, pelo meu ponto de vista, o relacionamento deles só começa a se desenvolver depois do Ren ir para o Japão, aos 17 anos de idade. 

Ainda é menor de idade? Ééé... mas assim, não me incomodou muito por isso. O problema é que eu vi muita gente insinuando que eles já se relacionavam "romanticamente" desde que o garoto era pequeno.

 Mas se for reparar na personalidade do Haru




você vê que ele é amoroso demais com os seus irmãos, é um adulto muito carente carinhoso, e nem por isso ele está se relacionando com seus irmãos de sangue. Acredito que, inicialmente, era esse mesmo carinho que ele passou a sentir pelo seu irmão adotivo (pseudo incesto) e depois evoluiu para um amor de casal. 

O que incomoda, de verdade, é que Ren não é tão novo assim, mas seus traços são bastante infantis comparado ao Haru e essa diferença visual incomoda.




A primeira razão de eu escolher este anime foi pelos traços, o Haru é muito, muito lindo e o Ren é muito fofo. A segunda razão, não existe, foi só pelo visual mesmo, sou dessas - HAHAHA. Eu gostei bastante da história e da animação, é muito divertida, você ri e se apaixona pelo jeito fofo do Ren. Vejo muito amor e ódio sobre este anime, e a verdade é que ele é muito fofinho. Se não fosse toda essa problematização de ser irmão adotivo e ser mais novo, seria perfeitinho. O fato de serem dois homens não é problema, ok? ok!


Eu nem ia falar nada sobre Super Lovers, mas decidi me arriscar, pois vai ter segunda temporada e já tem muito amor & ódio rolando na internet por causa disso. Mas opinião é isso, você não é obrigado a gostar, mas não precisa ofender só porque não é do seu agrado.


E o que vocês acham? Muito tenso ou dá para ver de boa? 
Se já assistiu, o que achou? Comentem! 




2 comentários:

  1. Eu não iria dizer nada mas já que pediu para opinar vou opinar
    Eu nunca vi problema entre relação de irmão adotivos, desde não fossem criados juntos desde de sempre, então essa parte dos dois serem irmão não me incomoda, quando a idade já li algo sobre isso e isso varia de pais em e pais não se você já ouviu fala idade de consentimento isso e define a idade com que uma pessoa pode legalmente manter relações sexuais com pessoa acima ou da mesma idade. no brasil idade minima e 14 e acredito que no Japão também seja tem um mapa disso em algum lugar na internet, enfim o personagem mas novo tem 17 e a relação e consensual então isso não deveria ser visto como um problema exceto que essa lei só aplicar a relações heterossexuais então tecnicamente se você um homem e uma mulher não teria problema, mas eu pessoalmente não acho que a idade quando seja um problema principalmente por que só começou depois do 17.
    Então talvez um dia eu veria essa anime sem problemas

    ResponderExcluir
  2. Eu não iria dizer nada mas já que pediu para opinar vou opinar [2]

    Adoro o anime e já li até mesmo o mangá. Nunca vi problema na relação deles, como apontado no texto o HARU é de extremo carinho com todos os membros da família (exceto, talvez sua mãe que é mais reclusa).

    A idade: o relacionamento amoroso como dito tbm só engata no japão (17 anos) e o Haru tbm é novo ainda (nem é um personagem quarentão) então pra mim tá de boas

    O pseudo incesto: nunca viveram juntos, não são irmãos de sangue...me explica aonde está a relação de irmãos??

    O amor homoafetivo: Está lindo.

    ResponderExcluir