sexta-feira, abril 24, 2020

HOMOSSEXUALIDADE

Sou gay e estou apaixonado por um hétero que não me dá bola. E agora?



“Bom dia, Dr. Douglas Amorim. Moro em São Paulo e, não acreditava que, em plenos 25 anos de idade, iria me apaixonar de novo. Isso aconteceu em 2009 e nunca mais se repetiu.

 Escrevo com muita dor no peito; já chorei hoje  porque sofro por um amor não correspondido. Sou apaixonado pelo meu supervisor. Ele é lindo por fora e por dentro, tem 23 anos e me trata bem, com carinho e respeito. Eu o amo e não consigo parar de pensar nisso. Durmo e acordo pensando nele, fico mega preocupado com sua vida e o coloco em primeiro lugar em tudo que eu faço. Até coloquei sua foto no bloqueio de tela do meu celular pra que visse. Ele mexeu no meu telefone, viu e achou engraçado. 

Estou começando a sentir ciúme quando ele se relaciona com as outras pessoas da empresa.

 Ele é heterossexual, não tem preconceito e eu acredito que o amor pode ser maior do que qualquer orientação imposta pela sociedade. Eu queria que tivesse uma maneira dele gostar de mim não como um funcionário, mas sim, como uma pessoa pra amar. 

Não estou mais suportando isso e já falei pra ele que não estou dando de cima, sabe. Disse que gosto dele como um irmão, pra despistar… Ele sempre faz questão de falar que gosta de menina e isso me deixa frustrado. 

A gente não manda no coração. Nunca me declarei porque tenho medo dele se afastar.  Ajude-me, por favor. Não suporto mais essa dor de amar e não ser correspondido. Obrigado”.




ME APAIXONEI POR UM HÉTERO - Lorelay Fox




Nenhum comentário:

Postar um comentário