terça-feira, abril 07, 2020

HOMOSSEXUALIDADE

Gay depois dos 40: como e onde encontrar um amor de verdade.



Depois dos 40 anos, você meio que liga o botão do cansei para muitas coisas. Não é que a vida esteja um saco, mas a sua percepção de mundo está diferente.

É uma idade em que você até curte um agito de vez em quando, mas já não tem o mesmo pique e disposição para balada, bebedeira e encontros sem conteúdo.

Conversas que começam com “ativo ou passivo?”

Não, muito obrigado!

Você prefere mesmo saídas mais produtivas, com pessoas que REALMENTE tenham algo a acrescentar.

Os aplicativos, então… Dão preguiça só de pensar!

Parecem pura perda de tempo e energia para quem está procurando algo sério.

Afinal de contas, a maioria dos homens que estão lá só querem sexo, abdômen trincado e piroca grande. Não necessariamente nessa merda ordem.

Pelo menos é o que dizem…

E você não quer isso. Esqueça isso.

Você quer alguém que te assuma, que esteja com você na boa e na ruim, e não apenas alguém que te “empreste” o corpo por uma noite.

Para completar o desastre, o meio gay impõe padrões de beleza altíssimos. Ou se é rico, sarado e jovem, ou as coisas vão ficando cada vez mais complicadas.

Encontrar um namorado?

Difícil!

Compromisso vira quase uma loteria.

E aos 40 você já não quer viver a vida como se não houvesse amanhã. 

Você vê os seus pais envelhecendo, passando a precisar de cuidados, e se dá conta de que eles não estarão aqui para sempre. Nem você.

As ressacas são piores, o sedentarismo cobra um preço mais alto e as visitas ao médico ficam mais frequentes. Ou deveriam ficar.

Uma noite mal dormida causa estragos, uma comida pesada continua marcando presença no outro dia e seu corpo te lembra a todo momento que já não tem o mesmo vigor de antigamente…

Faz parte.

Envelhecer é a única forma de ter uma vida longa.

Só que, depois de tantos anos dedicados aos estudos e à carreira profissional, um belo dia você percebe que tudo vai muito bem, obrigado. Exceto a vida amorosa.

Você tem um bom emprego, tem estabilidade, está mais vivo e mais produtivo do que nunca…

Mas te falta algo muito importante:

Um companheiro para compartilhar tudo isso.

Bem, se esse é o seu caso mesmo, eu não sei. O que eu sei é que é, sim, o de muitos e muitos homens gays que me procuram.

Homens completamente desiludidos com a ideia de ter um relacionamento, que acabam focando todos os seus esforços no trabalho. Como o Mário:

“Agora eu quero trabalhar e viver a minha vida. Chega de ficar se decepcionando com pessoas amargas e sem sequer um pingo de sentimento.”

E esse está longe de ser um exemplo isolado. 

A verdade é que muita gente chega aos quarenta e se recolhe. Acha que deve se excluir por não se sentir mais “adequado” para viver na comunidade LGBT.

Mas o que poucos são dão conta é que essa, na realidade, tem tudo para ser a melhor idade para se encontrar um companheiro de verdade.

E eu tô falando muito sério.

Por que o homem gay aos 40 anos tem mais chances de se dar bem no amor

Sim, é verdade que aos 40 anos o seu metabolismo está mais devagar, a pele mais flácida e paciência mais curta.

Agora, você terá que concordar comigo que nessa idade você dispõe de algo que desbanca a concorrência de qualquer garotinho de 20: a maturidade.

Maturidade para saber quais são os seus objetivos a longo prazo e que tipo de relacionamento você quer para sua vida.

Você já viveu muita coisa. Já acumulou bagagem, decepções, histórias boas e outras nem tão boas assim. Você lutou contra o preconceito, lutou para ser aceito e para se auto aceitar.

Você experimentou muita coisa e sabe o que te faz bem, o que te motiva, o que te completa. E, principalmente, sabe o que não quer mais. Jamais.

E tudo isso é valiosíssimo, sabia?

Há mais de 3 anos eu trabalho ajudando homens gays de todas as idades a serem mais autoconfiantes e atraentes, para encontrarem o relacionamento que desejam.

E eu te digo: uma das maiores dificuldades dos mais jovens é saber o que realmente querem para si.

Num mundo com tantas possibilidades, em que conhecer e descartar pessoas é tão fácil quanto deslizar o dedo da direita para a esquerda, ter objetivos claros é um diferencial competitivo.

É sério.

No momento que você sabe exatamente o que está buscando, não é uma questão de SE vai encontrar ou não.

É uma questão de QUANDO vai encontrar.

Sabe por quê?

Porque você passa a agir de acordo com o seu objetivo. E daí, meu amigo, inevitavelmente, com alguns erros e acertos, um dia ele vai se concretizar.

Além do mais, panela velha é que faz comida boa, não é mesmo?

Quer dizer, panela velha não, queridinho. Panela madura.

Porque aos 40 você ainda está na flor da idade. Flor da idade sim, senhor!

Até que idade você quer viver?

A pergunta é essa mesma. Me diga, até quanto anos?

“Ah mas a gente não escolhe isso, Verônica”

Será mesmo que não?

Suponhamos que você queira viver até os 100 anos.

O que um homem que quer viver até os 100 anos (e bem acompanhado) faz?

Se alimenta bem. Passa protetor no rosto. Pratica atividades físicas. Busca informação de como ser mais atraente, mais autoconfiante, mais sedutor. Entre outras coisas.

São decisões pequenas que você toma HOJE pensando num objetivo que está a 60 anos de distância.

Você percebe a força disso?

Se isso garante que você vai viver até os 100 anos (e bem acompanhado)?

Infelizmente, não! Sabemos que alguns acidentes e doenças estão fora do nosso controle.

Mas garante que você terá AS MELHORES chances de alcançar o seu objetivo.

Conheço MUITA gente que depois dos 25, 30 anos já começa a dizer “não tenho mais idade para X”, “tô velho para Y”.

Será mesmo?

Ou será que isso virou uma PROFECÍCIA AUTORREALIZÉVEL de algo que você acredita?

Funciona mais ou menos assim a sua conversa interna:

Não tenho mais idade para encontrar um cara bacana, então vou negligenciar a minha vida amorosa para esquecer que ela poderia existir…

E olha que coincidência: ninguém bacana aparece.

Ao contrário, a partir do momento que você define que quer viver até os 100 anos, por exemplo, e quer ter um relacionamento com X coisas que você não abre mão, você ganha várias vantagens:

*TRANQUILIDADE

Você só viveu pouco mais de 1/3 da sua vida. Você mal começou. E ainda tem MUITO tempo para fazer tudo que você quer fazer.

Então, por que a angústia?

*SAÚDE

Saúde passa a ser prioridade número #1. Por quê?

Porque, se você quer chegar aos 100 anos, precisa se cuida HOJE.

*MENTALIDADE

Ao invés de agir como um “coroa” de 40 e poucos anos, você age como um “moleque” de 40 e poucos anos.

Um moleque, porque sabe que ainda tem muito por viver. Um moleque com fome de informação e disposto a lutar pelo que mais quer na vida.

Mesma idade, outra cabeça. 

*ASSERTIVIDADE

Você não perde mais tempo com relações vazias e sem futuro, porque sabe exatamente o que está buscando. Ao contrário: você passa a investir o seu tempo e esforços nos lugares certos. E nas pessoas certas.

Percebe como um objetivo de longo prazo afeta você HOJE… e como isso tem o poder de definir o seu destino?

Você quer encontrar um namorado, marido ou companheiro de vida?

Então, defina a porra do seu objetivo. E aja de acordo com ele.

Simples assim.

Escolha a vida e o tipo de relacionamento que você quer ter. Tome a decisão de encontrar esse homem que você está buscando. E esteja tranquilo com essa decisão.

Nos bons e nos maus momentos. Nas horas fáceis e nas horas difíceis. Com ou sem medo.

Sem olhar para trás. Sem se auto boicotar. Sem desistir ou desanimar no meio do caminho.

Porque, tendo isso, cedo ou tarde, seu objetivo vai se tornar realidade.

E não tem problema se ele agora ainda não estiver 100% claro. Você já tem a bagagem suficiente para, com as perguntas certas, chegar a uma definição conclusiva.

Também não tem problema se você se considerar um completo zero a esquerda em matéria de conquista e sedução. Tudo nessa vida se aprende, basta ter foco e determinação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário