terça-feira, maio 12, 2020

SEXO

"TÔ NO MAIOR TESÃO, ONDE ACHO UM BOY GOSTOSO?" - GAROTO DE PROGRAMA


Tá a fim de contratar um garoto de programa?


Você consegue imaginar seu próprio corpo nesse anúncio? Será que alguém iria ligar? Hein?

Por mais que a gente possa arranjar um parceiro nos aplicativos, às vezes o sexo pode não ser lá aquelas coisas… Sem falar que muitos caras podem ser bem enrolados e você só quer trepar, ou então, sua relação cai na rotina...



Vamos supor uma cena comum: você passou o dia todo naquela paudurescência, chegou em casa e bateu uma, mas a vontade ainda não passou. Você precisa mesmo comer um cuzinho ou sentar numa rola bem grande para apagar seu fogo. 



Então que tal partir direto para o que interessa? Nessas horas, contratar um garoto de programa pode ser uma ótima alternativa. Você chama o boy, paga e ele faz aquilo que você quiser para descarregar seu tesão. Muita gente já aderiu a esse serviço.



Como encontrar um garoto de programa?



A tecnologia chegou também à profissão mais antiga do mundo! Há algum tempo, o cliente não precisa mais circular pelos pontos de prostituição da cidade e encontrar um boy na rua. Embora essa opção ainda exista em alguns lugares, a gente sabe que não é o mais recomendado, pois pode ser mais perigoso. O ideal é procurar seu garoto de programa na internet.



Existem vários sites onde os meninos oferecem seus serviços, como o Garotolândia, Garoto com Local, The Models, Malícia ou BoyToy. As páginas são um verdadeiro menu de machos para todos os gostos: tem os sarados, os novinhos, os bundudos, os pirocudos… É só escolher!





Na página de cada garoto, você pode conferir todas as informações sobre o serviço dele: se faz o tipo namoradinho ou fudedor insaciável, se trabalha como passivo ou ativo, bem como se ele topa realizar algum fetiche seu, como podolatria ou BDSM. Além disso, você pode ver todas as fotos e conferir se o corpinho do garoto agrada aos seus desejos. Em alguns sites, dá até pra ver vídeos com a performance do boy.



Para entrar em contato, só clicar no telefone ou chamar no WhatsApp... E assim, como as comidas que a gente pede pelo iFood, é possível encontrar esse outro tipo de banquete também nos aplicativos. Se você entrar no Grindr, vai encontrar vários boys oferecendo seus serviços por lá, geralmente com um emoji de dinheiro do ladinho do nome. Para contratá-lo, é só combinar tudo certinho pelo chat.



Outra opção é pedir recomendações para os amigos. Sim! Se a gente pede indicações de médicos, advogados, pessoal de manutenção, por que não pedir para esse tipo de serviço? Vamos esquecer os tabus e conversar abertamente sobre o assunto, já que sexo é algo super natural e todo mundo gosta.


O valor do serviço depende de cada garoto (e do que você pedir pra fazer com ele). Alguns boys vão cobrar mais caro para fazer passivo ou entrar em alguma fantasia. Profissionais famosos, como os atores pornô, naturalmente vão ter um cachê mais alto também. Mas a regra de ouro é: o combinado não sai caro. Explique para o rapaz o que você precisa e veja se você se sente confortável com o atendimento dele.


Como se preparar para a hora H?


Uma vez que você escolheu seu boy, você já sabe o que fazer, né? Brincadeiras à parte, é bom dar algumas dicas para você curtir seu garoto de programa com segurança.


Em primeiro lugar, evite chamar uma pessoa que você não conhece para sua casa. Essa regra deve valer para qualquer tipo de homem, mesmo aqueles que a gente consegue de graça, e deve ser observada também com os garotos de programa.


Por mais que a maioria dos meninos seja profissional, e só queira cumprir com o combinado de te dar prazer, existem alguns maus elementos que podem roubar e até agredir os clientes. Então, pelo menos no primeiro encontro, dê preferência para um motel ou hotel.



Vale lembrar de uma coisa que algumas pessoas se esquecem na hora de contratar um garoto de programa: não é porque você está pagando que pode fazer o que quiser, certo? Por trás do profissional, existe também um ser humano, que merece respeito.


Fora isso, nossa única dica é: relaxe! O menino é profissional, atende vários caras e não tem porque você ficar nervoso. Caso você realmente não esteja a vontade com alguma coisa ou precisa de alguma ajudinha para se soltar, fale com o rapaz. Deu vontade de conversar com ele? Sem problema! Muita gente faz isso… Se for um bom profissional, vai saber o que fazer para deixar você no clima.



Caso você goste do boy, já pode salvar o contato nos seus favoritos e contratá-lo sempre que precisar!


Pagar por sexo?


Tem gente que se sente desconfortável com a ideia de pagar por sexo. Isso nos lembra de um causo famoso, de um fazendeiro que era denominado "Rei da Soja". Ele era um senhor de idade, sempre visto com meninas novinhas, que obviamente saíam com ele por causa do dinheiro.


Um dia, um repórter perguntou se ele não se sentia mal com essa situação. Eis que o senhor respondeu: "Quando eu vou num restaurante e peço um camarão, eu não pergunto se o camarão gosta de mim. Eu como e pago!".


Se essa história é verdade, a gente não sabe. Mas a lição é válida: se você paga para comer outras coisas, por que não pagar para comer (ou dar para) um boy gostoso? Como a gente sabe, a prostituição é a "profissão mais antiga do mundo" e não precisa ser tratada como um tabu.


Aliás, já contratou um garoto? Como foi a sua experiência? 



Um comentário:

  1. Num certo momento da minha vida.
    Onde eu estava "descrente" de tudo e de todos.
    Eu queria, conhecer novos caminhos..
    Eu até, optei por um garoto de programa.
    Ele tinha local, mas preferi leva-lo ao motel.
    Mas, te confesso...
    Foi um sexo muito mecânico.
    Não senti tesão, algum.
    O bom disso tudo, é que a gente não se apega.
    Meteu, gozou...
    Pagou, lavou, tá limpo.
    Rsrsrsrsrs.

    ResponderExcluir