sexta-feira, junho 12, 2020

FOFOCAS DE CELEBRIDADES - GOSSIP

Na quarentena, Sia faz performance divertida do novo single "Together" para TV. 


Sia foi a artista musical convidada do programa The Tonight Show de Jimmy Fallon para esta semana. Mantendo a edição caseira de quarentena, a cantora fez uma performance bem criativa do seu mais recente single, "Together".


Astros do rock e pop brasileiro regravam "Tempo Perdido" da Legião Urbana.



Convidados pela 89FM de São Paulo, mais de duas dezenas de grandes nomes do rock, pop, e até do rap, brasileiro, se reuniram para regravar "Tempo Perdido" da Legião Urbana. A produção da faixa ficou nas mãos de Dado Villa-Lobos, o guitarrista da banda. Pitty, Branco Mello (Titãs). Frejat, Supla, Nasi do Ira!, Dinho do Capital Inicial, Rogério Flausino (Jota Quest), Humberto Gessinger (Engenheiros do Hawai), Rincón Sapiência e Lagum, estão entre as pessoas que participaram do projeto que não tem fins lucrativos.



Flaming Lips relembram "Race for the Prize" com banda e público isolados em bolhas.



Os Flaming Lips fizeram uma performance especial para o talk show de Stephen Colbert relembrando "Race for the Prize", a faixa de abertura do hoje já considerado clássico "The Soft Bulletin". Lançado em 1999, este foi o nono álbum do grupo. Ele fez inesperado sucesso e apresentou a banda para todo um novo público.



Rob Halford, do Judas Priest, pede para que fãs gays de metal não tenham medo de se assumir.


Verdadeira lenda do som pesado assumiu a sua homossexualidade em 1998

Prestes a lançar a sua autobiografia, Rob Halford, o vocalista do Judas Priest, falou com a Rolling Stone norte-americana. Em parte da conversa ele contou como foi ter se assumido gay em 1998, quase 25 anos depois do lançamento do álbum de estreia da banda que, logo, se tornaria uma das mais influentes da história do som pesado. Ele entende que a sua experiência também pode servir de exemplo para que outros fãs do estilo saiam do armário.

"Eu aprendi que você não pode viver a sua vida pelos outros", ele conta, dizendo que a decisão de assumir publicamente a sua homossexualidade lhe trouxe muita paz e e o ajudou profundamente no seu trabalho, mais do que qualquer outra coisa.

"Se você ainda está no armário, não consegue focar em sua vida, e qual é o seu propósito, se tem essa sombra pairando sobre a sua cabeça". Ele então pede para que quem também se sente assim destrua de vez tudo isso. "Você tem o direito de viver a sua vida como um ser humano neste planeta de acordo com seus próprios termos."

Ao receber o pedido para que desse um conselho específico para os fãs de metal que querem assumir a sua homossexualidade, ele lembra que, acima de tudo, essa é uma decisão pessoal, mas dá uma mensagem otimista. "Juntem-se a nós, saiam e divirtam-se. Aproveite a vida e não tema."

Ele lembra que há sempre o medo de ser rejeitado pelos seus amigos ou familiares quando se pensa em tomar tal decisão, mas Halford é enfático: "Por favor, não deixe que isso o impeça. É a sua vida. Reivindique-a. Ela pertence a você." A autobiografia "Confess" será lançada no exterior em setembro.

Seguidora faz piada homofóbica e Jotta A dá resposta surpreendente.



A saga de Jotta A, ex-cantor gospel que teve uma suposta saída do armário este ano, e muita confusão envolvendo seu nome e de outros cantores gospel e pastores famosos, continua aumentando nas redes, mas parece que Jotta A está ligando o botão do “dane-se” finalmente.

Ao postar uma foto promocional de seu novo single “911”, uma seguidora comentou “essa coca é fanta?”, insinuando que Jotta A seria gay, e o cantor respondeu de imediato: “É Dolly” (não, Jotta, você é melhor até mesmo que Coca-cola).

Na sequência, outro seguidor comentou: “A Angel do Verdades Secretas tá diferente, né?”, e Jotta prontamente mandou: “Patrocinada, né, meu anjo. Pois é, parece que o cantor não está mais tolerando gracinhas em suas postagens e finalmente começou a reagir aos comentários.


Recentemente, uma seguidora questionou Jotta A sobre ter filhos com homem ou mulher, pergunta infelizmente sem resposta, mas que torna claro que cada vez mais os seguidores evangélicos do cantor se sentem incomodado com sua gradativa mudança.

Continuamos esperando o outting definitivo de oficial de Jotta A e que ele traga para o Vale sua voz, sua música e seu poder, já que o jovem parece  mesmo ser engajado nas causas sociais.

Atriz global, Vitória Strada faz postagem sobre orgulho lésbico.



A atriz Vitória Strada usou seu perfil do Instagram nesta quarta-feira (10), para celebrar o Mês do Orgulho LGBT+. A moça namora há pouco mais de um ano a também atriz Marcella Rica.

Através dos stories, Vitória compartilhou uma publicação onde aparece as princesas Cinderela e Branca de Neve dando um beijo. “Nem toda princesa precisa ou quer um príncipe”, dizia a imagem.

A protagonista de Salve-se Quem Puder ainda aproveitou a publicação para usar a frase de um meme: “Ela faz as escolhas dela!”. O post originalmente foi feito pela página Universo LGBTQ.

Em recente entrevista, Vitória comentou que logo quando revelou publicamente sua relação com Marcella Rica, ela se surpreendeu por ter sido alvo de ataques homofóbicos. A atriz disse ter recebido muito carinho dos fãs.

Êta Mundo Bom! bate recorde em reprise, relembre casal gay da novela.


Cleiton Morais e Marcelo Argenta - Novela "Êta Mundo Bom"

A novela Êta Mundo Bom!, que teve sua primeira exibição na Rede Globo no ano de 2016 e revelou um casal gay no final, formado pelos personagens Lauro (Marcelo Argenta) e Tobias (Cleiton Morais), acaba de ser reprisada e bater recordes de audiência.

Há seis semanas no ar, “Êta mundo bom!” acumula 20 pontos de média em São Paulo, sendo a maior audiência do Vale a Pena Ver de Novo desde 2009, derrotou a reprise da faixa das 18h, “Novo mundo”, em todas as semanas desde sua estreia, as informações são do portal O Globo.

Casal gay

O médico e o alfaiate aparecem juntos no último capítulo da novela, após Lauro dispensar a namorada Emma (Maria Zilda Bethlem), dizendo que “não é um homem como os outros”. Sem criar caso, a moça aceita e completa dizendo: “Eu entendo muito bem, Lauro. É um amor que não ousa dizer o nome”.


Personagens Lauro e Tobias de Marcelo Argenta e Cleiton Morais)

Desde o início da trama, as cenas dos personagens já dão a entender que eles são gays e que devem se relacionar, um roteiro bem ousado e aberto para novelas de época, especialmente no horário das 18.

O fato é que Walcyr Carrasco, autor de Êta Mundo Bom, sempre dá espaço para esse tema em suas produções que vêm se repetindo ao longo dos últimos anos com outros casais famosos na TV.

Séries estão ajudando brasileiros héteros a melhorar relacionamento com pessoas LGBTs, aponta Netflix.



Uma pesquisa divulgada pela Netflix e pela GLAAD no Brasil constatou que alguns dos programas favoritos das pessoas estão ajudando a criar empatia entre os espectadores.

De acordo com resultados, cerca de 80% dos brasileiros que não se identificam como LGBTQ+ disseram que séries como “Elite” e “Sex Education” – e personagens como Casey de “Atypical” e Robin de “Stranger Things” – ajudaram a melhorar o relacionamento com pessoas LGBTQ+ em suas próprias vidas.

“Dada toda a polarização do mundo hoje, a representação nas telas importa mais do que nunca. A Netflix e os criadores de todo o mundo têm a oportunidade de aumentar a aceitação da comunidade LGBTQ+ por meio do entretenimento”, disse Monica Trasandes, diretora de mídia latinx e representação em língua espanhola da GLAAD. “Séries como Sex Education e Elite não são apenas grandes histórias, elas permitem que mais pessoas vejam suas vidas na tela – aumentando a empatia e a compreensão. Os dados comprovam: mais representatividade acelera a aceitação”.


A maioria dos participantes LGBTQ+ sente que o entretenimento reflete sua comunidade com mais precisão agora do que há dois anos. No entanto, ainda existem algumas áreas importantes a serem aprimoradas em contar histórias queer significativas, incluindo narrativas com pais e famílias LGBTQ+, maior diversidade racial e situações que abordem a imagem corporal e os relacionamentos com familiares e amigos. Isso é particularmente importante, pois 85% dos participantes da comunidade LGBTQ+ disseram que o entretenimento ajudou suas famílias a entendê-los melhor.

A pesquisa constatou que os títulos e personagens em que a comunidade LGBTQ+ se sentiu mais representada e que também foram os mais bem-sucedidos em criar empatia entre os não membros LGBTQ+, especificamente são:

Casey Gardner – Atypical
Eric Effiong – Sex Education
Lito Rodriguez – Sense8
Omar Shanaa – Elite
Piper Chapman – Orange is the New Black
Robin Buckley – Stranger Things
RuPaul – RuPaul’s Drag Race
Theo Putnam – O Mundo Sombrio de Sabrina

Rafael Infante fala sobre polêmica de homofobia no Porta dos Fundos.



O ator Rafael Infante se pronunciou sobre a polêmica de suposta homofobia envolvendo seu novo personagem Carlinhos Avelar, que aparece em um novo vídeo do Porta dos Fundos.

Em entrevista ao Uol, o artista afirmou que seu retorno ao Porta, que ocorre depois de quatro anos afastado, foi pensado com muito cuidado pelos roteiristas e deseja ser uma homenagem divertida.

“Nunca debochamos de ninguém que fala assim. O personagem foi pensado em conjunto pela gente com muito cuidado. Ainda mais voltando nesse momento que estamos vivendo no Brasil, em que se mata gente apenas por ser diferente de alguma forma”, afirmou ele, que interpretou um ator gay em Bom Sucesso.

Segundo Infante, a intenção não é brincar com os trejeitos afeminados ou afetado de um homem gay, mas sim com a forma que algumas pessoas contam histórias. A primeira vez que o personagem surgiu foi em um vídeo de 2015.

“Sabe quando você escuta as pessoas fazendo fofoca, e não consegue entender nada? Sempre brincava disso. Não sei o quê, tananã, tananina. Comentei acho que com o Ian [SBF, diretor]: ‘E se a gente fizesse um vídeo em que alguém tivesse que contar uma história, mas não conta nada?'”, conta.

“Gosto de acompanhar a repercussão e até para mudar, caso esteja ofendendo alguém. Mas tenho recebido um retorno muito positivo de fãs e amigos gays. Falando que não estamos debochando, mas representando. Que ele consegue representar uma crítica sobre esse momento confuso do Brasil”, completou o ator.



Prática do BDSM e outras temáticas ganham destaque em mostra LGBTQ+ do Canal Brasil.



Para comemorar o mês do orgulho LGBTQ+, o Canal Brasil exibirá em junho diversos filmes e documentários temáticos. Um dos destaques é o documentário “Mr. Leather”, do goiano Daniel Nolasco, que acompanhou o concurso “Mr. Leather Brasil”, competição realizada por gays fetichistas, em especial nas roupas de couro e na prática de BDSM.

A mostra reúne 12 produções e irá ao ar sextas, sábados e domingos, de 5 a 28 de junho, sempre às 23h10! Destaque também para os premiados “Praia do Futuro” (dia 7), “Bixa Travesty” (dia 13), “Tangerina” (dia 19), “Tinta Bruta” (dia 20), “Tatuagem” (dia 21), “Divinas Divas” (dia 28), entre outros. A programação encerra com a maratona do seriado “Toda Forma de Amor”, no domingo, dia 28/06, à 0h45. Confira a programação:

05/06 – Rogéria: Senhor Astolfo Barroso Pinto (2018)
06/06 – Como Você É (2016)
07/06 – Praia do Futuro (2014)
12/06 – Flores Raras (2013)
13/06 – Bixa Travesty (2018)
14/06 – As Boas Maneiras (2017)
19/06 – Tangerina (2015)
20/06 – Tinta Bruta (2018)
21/06 – Tatuagem (2013)
22/06 – Mr. Leather (2019)
27/06 – Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014)

Rapaz revela que pagou para transar com Tiago Ramos, o padrasto de Neymar.



Após cair na rede o anúncio de Tiago Ramos em um site de prostituição espanhol, um rapaz revelou que já pagou pelos serviços sexuais do namorado da mãe de Neymar no Brasil mesmo.

Em conversa com a coluna de Leo Dias, do Metrópoles um moço de Recife contou que conheceu o namorado da mãe de Neymar em uma sauna gay e pagou para ter um momento como ele entre quatro paredes.

“Contratei os serviços de Tiago no termas Boa Vista, em Recife. Paguei 500 reais e foi muito bem investido. Valeu cada centavo”, contou a fonte da publicação.

Para quem não sabe, um perfil de Ramos foi encontrado em um site de garotos de programa da Espanha. Utilizando o nome de Ivan, o jovem se presenta como um “escort viril e leiteiro”, e afirma que pode transar com “homens, mulheres e casais bissexuais”.

Além disso, o suporto perfil do padrasto de Neymar ressalta que é sempre o ativo da relação. Ainda falando sobre o seu trabalho, o modelo coloca uma lista das práticas que topa fazer. Os contratantes podem usufruir de dominação, submissão e fisting.

Faiz isso nããããão...




EEEEEPA!



ABRE AS PERNAS, AMOR!




CALMA, FOMINHA!




AI...ASSIM ME DEIXA COM O CÚ PISCANDO...


AQUI SÓ TÊM PAU? NÃO TÊM BUNDA NESSA PORRA?



QUE QUÉ ISSO MULEKE!!


ANÔNIMOS TAMBÉM TÊM VEZ...


Um comentário:

  1. E por falar em "Êta Mundo Bom!
    Novelinha essa, porreta.
    Eu acho uma das melhores produções do Walcir.
    O mago dos magos...
    Quanto, ao autor sempre dar um "espaço" em suas tramas, sempre nos presentear com um "casal gay" nas suas novelas, eu acho um máaaaximo.
    É um meio do público entender que a arte imita a vida.
    E que temos que respeitar cada um, em sua individualidade.
    Eu torço sempre para um final feliz entre o casal.
    Estou curioso, e aguardando desde já o seu próximo casal gay, em seu próximo trabalho.
    Arrasa Walcir.

    ResponderExcluir